Hiroshi Bogéa On line

Alfandegas do Aeroporto, porto de Belém e de Barcarena paralisadas

Os auditores fiscais da Receita Federal iniciaram uma paralisação das atividades às terças e quintas-feiras até que as reivindicações de reajuste salarial sejam cumpridas pelo Governo Federal.Estão paralisados o trânsito e o despacho de importação e exportação de mercadorias aduaneiros nas alfandegas do Aeroporto Internacional, e porto de Belém e Barcarena.

“A aduana da Receita Federal parou todas as atividades de comércio exterior, despachos de importação e exportação exceto mercadorias perecíveis, urnas funerárias e atendimentos aos voos internacionais. Todo as demais cargas devem ser desembaraçados em outros dias o que vai ocasionar um atraso em todos os despachos de comércio exterior. Gerando uma operação de atraso continuo nessa fase inicial. A categoria avalia a proposta de radicalizar a mobilização parar por tempo indeterminado”, afirma Iranilson Brasil o vice-presidente  da Sindicato Nacional Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil – Delegacia Pará Amapá( Sindifisco Nacional DS PA/AP ).

Os auditores decidiram que na próxima terça (18) haverá um ato no prédio do Centro administrativo do porto de Belém e na próxima quinta-feira (21) no porto operacional, em Barcarena, no nordeste do Pará, onde há o maior movimento de cargas tanto de importação quanto para exportação do estado.

A categoria cobra o cumprimento dos acordos salariais firmados nos últimos meses com o Governo Federal, que prevê projetos de lei autorizando o pagamento a partir de agosto até 2019.

Para o auditor fiscal Thiago Lima o momento é de indignação na categoria, “numa conjuntura alegada ajuste grave, situação econômica do país e dificuldade fiscal o governo concedeu aumento remuneratórios através de aprovação de projetos de lei no congresso nacional de várias categorias e a nossa – dos auditores fiscais da receita federal – foi preterida com seus projetos de reajustes retidos no Ministério do Planejamento. A categoria que que haja tratamento isonômico em relação aos demais”, afirma.

Post de 

1 Comentário

  1. Afism-Carajás

    18 de julho de 2016 - 21:18 - 21:18
    Reply

    Parabéns ao Sindifisco Nacional e a todos os Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil pela luta árdua em busca da valorização da carreira e da Administração Tributária ao longo dos anos.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *