Alcochoando o poder

Publicado em 1 de março de 2011

Instalou-se o antagonismo explítico nas indicações do segundo escalão  de Marabá.

Até agora, o governo não nomeou ninguém, a não ser cargos na penitenciária local.

A animosidade, principalmente entre os deputados João Salame (PPS) e Sebastião Miranda (PTB), colocu um freio na publicação de portarias.

Um dos entraves cerca a Coordenação Regional Carajás, da Sema.

Enquanto o deputado Sebastião Miranda tenta emplacar o fiel escudeiro Pedro Correa, ex-secretário de Saúde do município, o deputado do PPS  batalha pela indicação do advogado  Roberto Salame, seu irmão.