Alacid ajudou a derrotar a ditadura no Pará
Alacid e a esposa, dona Marilda Nunes
Alacid e a esposa, dona Marilda Nunes

Falecido ontem, na Ilha do Marajó, o  ex-governador Alacid Nunes  teve papel importante na luta para a derrubada de parte da estrutura  militar, incrustada na administração estadual, ao ajudar o então deputado federal Jader Barbalho eleger-se governador do Estado, em  1982, candidato apoiado por ele, na disputa contra  o empresário Oziel Carneiro, do PDS.

Coronel do Exército, Alacid Nunes rompera tempos antes com o também coronel Jarbas Passarinho –  ex-governador, ex-senador e ex-ministro do Trabalho, da Educação e da Previdência Social durante a ditadura, e mais tarde, já na democracia, ministro da Justiça do ex-presidente Fernando Collor.

Alacid Nunes, igualmente revelado pelo golpe militar de 1964 e então governador do Pará, rompeu também com o Palácio do Planalto e apoiou a candidatura de Jader Barbalho, do PMDB, na sucessão estadual de 1982, ao mesmo tempo em que os deputados a ele ligados abandonavam o PDS.

Ao apoiar a candidatura de Jader, o então governador Nunes deixou de honrar o compromisso assumido com o regime militar de, ao final do seu segundo mandato como governador, apoiar o candidato ao governo indicado por Jarbas Passarinho.

Alacid, controlando a estrutura governamental, comandou a eleição que elegeria Jader pelo voto direto.

Nunes, que é pai do atual secretário estadual de Agricultura e Pesca, Hildegardo Nunes, faleceu em sua fazenda, no município de Soure, neste sábado, 5.

O corpo está sendo no Palácio Lauro Sodré, atual Museu do Estado, mas que já foi sede do governo estadual.

Enterro será nesta segunda-feira, 7.

Alacid faleceu ao completar 91 anos e idade.