Agenda do crime

Publicado em 19 de maio de 2007

Se a polícia apertar, o fazendeiro Joaquim Gonçalves Montes (Joaquim “do Tato”) pode perfeitamente revelar nomes e endereços dos pistoleiros à serviço do crime organizado residentes no Sul e Sudeste do Estado. Quem informa é um repórter voluntário deste poster, fonte de altíssima credibilidade. Joaquim “do Tato” foi um dos idealizadores e financiador da morte do vereador Gerson Elísio Cristo (PT), em 7 de outubro do ano passado, em São Felix do Xingu.