Agenda de contação de histórias da Casa da Cultura prossegue dia 15 de fevereiro

No dia 15 de fevereiro, outra história ganhará as telas dos smartphones de quem se inscrever na atração.

A “História de Boiúna”, lenda sobre uma cobra que vive nas águas dos rios da região, é o título escolhido da agenda de contação  que a Casa da Cultura de Canaã dos Carajás dará prosseguimento, no próximo dia 15 de fevereiro.

Interpretação da história ficará a cargo de Bruna da Silva.

Já na semana seguinte, precisamente dia 22,  a história “A cigarra surda e as formigas”, de Carmem Oliveira e Jaqueline Boldo,  será representada do  Carla Andreza Reuter.

A história de um menino que enfrenta o medo da Matinta Perera, um dos mais famosos personagens do folclore brasileira, abrirá a agenda de

Agenda de contação de histórias da Casa da Cultura de Canaã dos Carajás  foi aberta semana passada, dia 2, com a participação de  Arthur Borges, que interpretou “O menino e a Matinta”

A programação online e gratuita inicia pode ser assistida na Internet, ou receber vídeo pelo  (02), WhatsApp, usando os números: (94) 99160-8186 e (94) 99220-3451.

Para quem se interessa pela arte de contar histórias, a Casa da Cultura de Canaã dos Carajás também terá uma programação especial em fevereiro.

Destinada àquelas pessoas interessadas em aprender e a desenvolver a técnica de contação, a Casa da Cultura de Canãa dos Carajás oferece, no período de De 15 a 18 de fevereiro, o  segundo módulo da oficina de contação de histórias: colcha de retalhos.

A transmissão das aulas ocorrerá via Google Meet, às 20h, com a participação de Cláudia Borges, que é licenciada em Letras – Língua Portuguesa pela UFPA – Universidade Federal do Pará.