Afundando na foz do rio Acre com o Purus

Publicado em 23 de agosto de 2013

 

O sonho e a realidade – A candidatura de Marina Silva está por um fio. Seus aliados jogaram a toalha. Não creem mais na criação da Rede. A data limite, fixada pelo partido, para garantir a burocracia, se encerrará na quinta-feira. Nem a metade das assinaturas foram certificadas. As portas do PV estão fechadas e seu principal aliado, Fernando Gabeira, se retirou da política. Sondado, o PPS está à espera de José Serra.

 

Nota acima foi  publicada  na coluna de Ilimar Franco, dando como favas contadas o fracasso do esforço de Marina Silva para criar seu partido.

Como se deduz da nota, ela não conseguiu certificar nem a metade das assinaturas necessárias e o prazo limite para fazê-lo se encerra semana que vem.

Marina Silva foi derrotada pelas regras da democracia, que exige do candidato pertencer a um partido.

A ex-ministra tentou criar um partido às pressas para contornar a exigência.

Pelo jeito, não conseguiu.