Advogados e intelectuais divulgarão manifesto condenando chapa Helder/Lira Maia

Publicado em 10 de junho de 2014

 

A união do PMDB com o DEM, levando o PT à reboque, em apoio à pré-candidatura governamental de Helder Barbalho, promete fortes emoções, até a data limite das convenções que definirão as chapas majoritárias.

Reunidos em Belém,  advogados, intelectuais e militantes do Partido dos Trabalhadores decidiram redigir manifesto, condenando o apoio do PT à chapa Helder/Lira Maia.

À unanimidade, eles entendem que o PT não pode compactuar com uma futura coligação que agregará um político que carrega diversos processos nas costas, como é caso de Lira Maia, além do partido ao qual ele pertence (DEM), fazer oposição  ideológica aos governos dos trabalhadores.