Hiroshi Bogéa On line

Adécimo condenado na Justiça Federal

 

Dos treze processos que têm contra si na Justiça Federal por práticas criminosas na gestão de recursos públicos, o ex-prefeito de Itupiranga, Adécimo Gomes, acaba  de receber a primeira condenação. 

A sentença foi lavrada pelo juiz federal  João  César Otoni de Matos.

Por ser réu primário, com direito a sursis (*), Adécimo foi condenado a doar onze cortinas bela janela, totalizando R$ 1.650,00, ao Núcleo de Educação Infantil Clube de Mães, além de  oito pneus para camionete L-200 e um GPS -, à Fundação Zoobotânica de Marabá, num total de R$ 2.500,00.

Tem mais: o ex-prefeito está proibido de ausentar-se  do município onde reside, por mais de trinta dias, sem autorização judicial; e deve comparecer, obrigatoriamente, perante Juízo, trimestralmente, até o dia 10 de cada mês, “para informar e justificar suas atividades pelo prazo de dois anos”.

A partir do momento em que recebeu a primeira condenação,  Adécimo Gomes tem que torcer para que nenhum dos outros dozes processos que tramitam contra ele na Justiça Federal, lhe seja desfavorável. Se isso ocorrer, o ex-prefeito cumprirá pena em cárcere privado.

(*) Sursis é um instituto de direito penal com a finalidade de permitir que o condenado não se sujeite à execução de pena privativa.

—————–

No. Processo: 7816-53.2010.4.01.3901

Justiça Federal de Primeiro Grau

Subseção Judiciária de Marabá

Post de 

8 Comentários

  1. j.c

    1 de outubro de 2012 - 22:55 - 22:55
    Reply

    agora imaginem esse homem mais uma vez ne gestão do nosso municopio. 4 anos seria como 40 de regreçao. Seria uma aberração á frente de algo tão importante que é um município. Diga não a corrupção!!

  2. Anônimo

    5 de agosto de 2012 - 09:13 - 9:13
    Reply

    COITADOS DOS ITUPIRANGUENSES TER QUE ATUARAR ISSO NOVAMENTE E POUCA LAMA PRA MUITO PORCO

  3. Anônimo

    21 de abril de 2011 - 20:01 - 20:01
    Reply

    Meu caro Eleutério.
    A sociedade entende que uma condenação nestas condições é nada mais nada menos que um estimulo outros tantos Adécimo que temos em nossa região a meterem a mão com força, punição dessa natureza passa a compensar os desvios, paciência camarada .eita terrinha de muro baixa.

  4. Eleutério Gomes

    21 de abril de 2011 - 18:24 - 18:24
    Reply

    Tenho dois questionamentos: o ex-prefeito não poderia ter sido condenado a doar algo bem mais últil do que cortinas? Por que essas doações não beneficiaram instituições de Itupiranga, município, segundo as denúncias, prejudicado por Adécimo Gomes? Em vez de Marabá?
    Não entendi!

  5. Ailton Teixeira

    21 de abril de 2011 - 16:18 - 16:18
    Reply

    Caro Hiroshi essa condenação do sr. Adecimo não seria um incentivo a corrupção? Digo isso pelos os valores desviados segundo publicaão no CT de hoje.

  6. Itupiraguense

    20 de abril de 2011 - 22:15 - 22:15
    Reply

    Hiroshi, que condenação fuleira é essa!?
    Esses pneus e gps os amigos dele pode arrumar ou até mesmo conseguir na EMATER de Marabá, a final de contas o atual supervisor, o Walter e o França, mamaram na teta da prefeitura na época que o Adecimo foi prefeito daqui de Itupi. O França mandava na educação e o Walter na agricultura. Agora que eles estão bem, eu acredito que eles vão fazer esse favorzinho para o Prefesta!!!

  7. George Hamilton Maranhão Alves

    20 de abril de 2011 - 17:31 - 17:31
    Reply

    Já correu boato que a franquia da rede de lanchonete Bob’s, instalada em Marabá, há uns três anos, com o valor de R$ 500.000,00 pertencia a esposa (médica) de Adécimo Gomes. Quinhentos mil reais não aparecem da noite para o dia. A maioria das pessoas trabalha a vida inteira e não consegue ter R$ 500.000,00. Como há estórias de desvio de recursos, na Prefeitura Municipal de Itupiranga, na gestão do prefeito Adécimo Gomes, pode haver vínculo entre os tais R$ 500.000,00 e os supostos desvios.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *