Adécimo condenado na Justiça Federal

Publicado em 20 de abril de 2011

 

Dos treze processos que têm contra si na Justiça Federal por práticas criminosas na gestão de recursos públicos, o ex-prefeito de Itupiranga, Adécimo Gomes, acaba  de receber a primeira condenação. 

A sentença foi lavrada pelo juiz federal  João  César Otoni de Matos.

Por ser réu primário, com direito a sursis (*), Adécimo foi condenado a doar onze cortinas bela janela, totalizando R$ 1.650,00, ao Núcleo de Educação Infantil Clube de Mães, além de  oito pneus para camionete L-200 e um GPS -, à Fundação Zoobotânica de Marabá, num total de R$ 2.500,00.

Tem mais: o ex-prefeito está proibido de ausentar-se  do município onde reside, por mais de trinta dias, sem autorização judicial; e deve comparecer, obrigatoriamente, perante Juízo, trimestralmente, até o dia 10 de cada mês, “para informar e justificar suas atividades pelo prazo de dois anos”.

A partir do momento em que recebeu a primeira condenação,  Adécimo Gomes tem que torcer para que nenhum dos outros dozes processos que tramitam contra ele na Justiça Federal, lhe seja desfavorável. Se isso ocorrer, o ex-prefeito cumprirá pena em cárcere privado.

(*) Sursis é um instituto de direito penal com a finalidade de permitir que o condenado não se sujeite à execução de pena privativa.

—————–

No. Processo: 7816-53.2010.4.01.3901

Justiça Federal de Primeiro Grau

Subseção Judiciária de Marabá