Hiroshi Bogéa On line

Acuando papel

O Tribunal de Contas dos Municípios volta à carga, com todo gás, a partir de fevereiro, para auditar contas de algumas secretarias da prefeitura de Marabá. Tem conselheiro do TCM farejando as contas do município a pedido político.

Com orientação para “sangrar”.
Vai feder.

Post de 

10 Comentários

  1. Anonymous

    11 de janeiro de 2010 - 23:29 - 23:29
    Reply

    Gostei! capeta gay.

  2. Anonymous

    9 de janeiro de 2010 - 16:23 - 16:23
    Reply

    Esse anonimo denominado CAPETA, é um bobão. Bem se vê que não entende de nada mesmo.TCM, caro CAPETAbobão, não julga ninguém e não pode julgar. Antes, o contraditório tem que ser debatido pelo prefeito ou seu advogado, em sessão do pleno do TCM. Depóis, se ainda assim, o TCM desconsiderar, a Câmara dos Vereadores é quem terá última palavra. Entendeu, seu CAPETA bobão. Aliás, que risada tola é essa sua, heim? Parece CAPETA GAY.

  3. Anonymous

    8 de janeiro de 2010 - 02:13 - 2:13
    Reply

    CAPETA: Égua hiroshy só tem anônimo entendido em TCM comentando aqui,vou preparar o caldeirão no inferninho que eu preparei prá esses espertinhos também.Tenho a ficha corrida da maioria deles,os pró e os contra os prefeito e ex-prefeito, Maurino e Tião Miranda. Vão todos queimar na Ilharga.USHA!ahahahah.USHA!ahahahah.USHA!ahahahah.USHA!ahahahah.USHA!ahahahah.USHA!ahahahah.

  4. Anonymous

    8 de janeiro de 2010 - 01:19 - 1:19
    Reply

    O tribunal de contas sempre funcionou dessa maneira,sangrando as prefeituras.Os prefeitos que se recusava a pagar eram perceguidos, suas contas vasculhadas.A raiva do LUIS FERNANDO( ex.tcm)era que o tião não deu brecha pra ele no seu governo.Tanto que as contas dele so agora estão sendo analisadas,diferentemente de alguns prefeitos do sul e sudeste, ao final dos seus mandatos suas contas ja tinham sidos analisadas e aprovadas.
    E o peso da mão do sr. luis fernando ainda pesa nas decisões dos fiscais do tcm.

  5. Anonymous

    7 de janeiro de 2010 - 19:41 - 19:41
    Reply

    É lamentável que um órgão que deveria desempenhar um papel importante vá vasculhar as contas A PEDIDO DE UM POLÍTICO e com orientação de SANGRAR. Será no mínimo uma inspeção tendenciosa e já com o intuito de sangrar. Não é essa a função dos Tribunais de Contas e lamentável que o do Pará aja assim. Eta terrinha de muro baixo esse Pará!

  6. Anonymous

    7 de janeiro de 2010 - 05:57 - 5:57
    Reply

    O TCM deve estar atento e com a presença do Luis Fernando(EX. TCM) em Marabá,e mandando nos dois poderes executivo e legislativo.Como a PF, MP e entrarão no jogo,o medo e que sobre algems para mais pessoas.

  7. Carlos...

    7 de janeiro de 2010 - 00:35 - 0:35
    Reply

    PORQUE SERÁ QUE O SAUDOSO TCM/PA…

    NUNCA ACERTA O A CIDADE DE BARCARENA??

    HUM HUM…

    MISTÉRIOS QUE SÓ BARCARENA TEM.

  8. Anonymous

    6 de janeiro de 2010 - 13:38 - 13:38
    Reply

    Não tem nada a ver com subordo à policia federal. A PF, aliás, foi investigar a denúncia formulada pelo próprio Nagilson, que ao assumir prometeu levar o Pedrinho pra cadeia. E se esqueceu da ação. Aí, a PF chegou em um denunciante, e pra azar de Nagilson, o podre que apareceu foi da turma do vice-prefeito. Resultado, as provas foram todas consubstanciadas devidamente, nas quais se baseou, para mandar prender um juiz criterioso e tido como ferrador de mulas. A PF não prende assim sem mais nem menos e nem poderia receber suborno. E o Nagilson borrou um grande perfil. Foi cheirar creolina no presídio, onde, segundo contam, chorava todo dia. É isso.

  9. Anonymous

    6 de janeiro de 2010 - 02:03 - 2:03
    Reply

    O critério é quem paga e quem não paga. O Maurino não deve estar subornando o Tribunal como a gestão passada.
    Esse é critério, meu amigo. Tem dinheiro no bolso dos caras?? Deixa passar. Não tem dinheiro, investigamos.

    Isso é que está acontecendo. Não subornaram a policia federal, deu no que deu…

  10. Anonymous

    5 de janeiro de 2010 - 19:49 - 19:49
    Reply

    Sim, é saudável que o Tribunal de Contas verifique, analise, julgue as contas do atual governo, mas sem esquecer de fazer o mesmo com as contas do governo passado que ainda não foram julgadas por esse mesmo TCM. Afinal, qual é o critério?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *