Hiroshi Bogéa On line

Acordando com Shakira.

Uma gracinha, Shakira.

Compositora, coreógrafa, produtora, filantropa, dançarina e atriz, a cantora colombiana Shakira Isabel Mebarak Ripoll, vencedora de 2 prémios Grammy, 8 Latin Grammy, mais de 60 milhões de álbuns no mundo, não é apenas uma cantora.

Ela reflete o mundo.

Discute a questão da exclusão social na América Latina.

Nunca havia lido – ou assistido alguma vez Shakira conceder entrevista.

Neste sábado, às 5 da manhã, o SporTV conseguiu uma exclusiva com ela, abordando basiacamente, claro , a Copa do Mundo.

Como todos sabem, Isabel foi uma das estrelas na abertura da Copa.

Só que na entrevista, a bonita colombiana não perdeu o espaço, e disse estar feliz participar da festa na África do Sul, “contribuindo um pouco para levar alegria ao povo africano”.

E sapecou, sem ser perguntada, numa clara tentativa de fazer alertas a uma rede de comunicação com penetração em grande parte do planeta:

– Vou torcer (pela seleção) pelo Brasil ou algum outro país da América Latina, mas torcendo muito para que todos vêem a África com mais atenção. Que todos entendam a necessidade da gente lutar pelo combate a fome já que esse problema deixou de ser exclusivo de países pobres. Atualmente, até os países ricos e desenvolvidos tem problema com a fome, muito deles passaram por rebeliões no último ano por melhores condições de vida e alimentação digna. Atualmente 36 países necessitam de ajuda externa para alimentar sua população, 21 desses países estão localizadas na África, local onde há maior índice de miséria no mundo. São quase 72 milhões de pessoas sem alimentação na mesa, dos quais 35 milhões são crianças.

Ela mesma se “vigiando”:

                        – O meu português está correto?, perguntou, a gracinha, à repórter do SporTV.

Vou passar a ler mais Shakira, saber da vida dela.Perfeita, a fala de Shakira.  Mais ainda o seu excelente português, fluentemente, sem nenhum desvio de concordância  e corretas expressões no plural.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *