Ações de saúde e cidadania a moradores de Marabá são oferecidas em carretas especiais

Com estrutura para oferecer serviços de saúde e cidadania às famílias atingidas pelas enchentes em Marabá, na região Sudeste, o Governo do Pará enviou duas carretas do Projeto “TerPaz, Formação Profissional”, adaptadas para que equipes da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Polícia Civil e Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac) realizem os trabalhos.

Entre os serviços que serão ofertados a partir desta quarta-feira (19) estão atendimentos médicos, testes para detecção de Covid-19 e emissão de documentos.

Na quarta-feira (19), o atendimento será no Centro Integrado, a partir das 7h30.

Na quinta-feira (20), na Escola Plínio Pinheiro, que será um ponto fixo, e na Praça da Folha 33, na Velha Marabá.

Na sexta-feira (21) e no sábado (22), a população deve se dirigir ao Núcleo de Educação da Nova Marabá e ao Novo Horizonte.

Já no domingo (23), os serviços estarão disponíveis na Escola Nossa Senhora de Fátima, em São Félix.

Profissionais de saúde vão oferecer atendimento nas especialidades Clínica Médica, Pediatria e Ginecologia, além de vacinas (contra Covid-19 e a tríplice viral) e exames (testes rápidos de Covid-19, sífilis, hepatite B e C e HIV). Também serão entregues 1000 frascos de álcool em gel e máscaras descartáveis para a população.

Na área de cidadania serão emitidos registros gerais (carteira de identidade), totalizando 2.500 documentos ao longo de toda a ação, que contará com uma equipe de mais de 40 servidores, da Sespa e Polícia Civil.

“Nesses desastres, muitas pessoas perdem documentos e bens materiais. Com os servidores do setor de identificação, esse serviço será agilizado, desde o auxílio ao cadastro até a emissão da identidade, para que, de posse desse documento, elas possam ter acesso a outros benefícios do Estado nesse momento delicado”, disse Walter Resende, delegado-geral de Polícia Civil.

Várias funções – “As carretas são ferramentas que foram feitas para se adaptarem a várias situações, não apenas para oferecer cursos profissionalizantes. É um mecanismo que possui diversas funções e pode se adaptar a determinadas situações. Nesse momento, uma das carretas foi adaptada e servirá para levar atendimento médico para a população de Marabá, vítima dessas enchentes”, informou Haelton Costa, diretor do Projeto “TerPaz, Formação Profissional”, da Seac.

As enchentes já atingiram 2.836 famílias em Marabá – 640 desabrigadas, 1.384 desalojadas, 411 ilhadas e 401 ribeirinhos.

Desde o último domingo (16), técnicos da Defesa Civil do Estado cadastram as famílias para que possam receber o auxílio do Programa “Recomeçar”, oferecido em caráter emergencial pelo Governo do Pará.

As famílias em situação de vulnerabilidade social são beneficiadas com o valor de um salário mínimo vigente em 2022 (R$ 1.212,00) para que possam utilizar neste momento crítico. (AgênciaPará)