ACIM promete agir pela hidrovia

 

Comentando o post Hidrovia do Tocantins pode ir pelo ralo, Italo Ipojucan, presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá ratifica o conteúdo da informação, acrescentado sua visão sobre o problema.

 

Fizemos o que era possível de imediato. Acionamos por fone agentes importantes ligados à Administração Federal como Paulo Rocha, ex-governadora Ana Julia dentre outros.

A equipe do atual governo também será provocada nesse sentido.

Nao podemos ficar impassíveis diante dessa ameaça.

É necessário destacar para o pessoal de Brasilia, que Tucuruí foi concluída com que finalidade? Os investimentos que a hidrovia irá viabilizar na região tem tempo para acontecer e nós temos pressa para a concretizaçao desse momento.

A hidrovia é sem dúvida um dos principais insrumentos que possibilita a cidade se destacar como alternativa interessante de investimento.Marabá recentemente já foi prospectada por investidores fortes em virtude da combinaçao que envolve a industrializaçao e a alternativa modal de transporte que a região oferecerá com a eclusa.

Empresas como cimento Nassau, WV Logística, Hidrovias Brasil, Linave, Petrobrás dentre outras, rondam a cidade e com os olhos voltados para o Tocantins.

Uma certeza, não ficaremos inertes, vamos pertubar muitos em busca da ajuda necessária para reverter a possibilidade anunciada.

Italo Ipojucan