Hiroshi Bogéa On line

“Academia Itinerante” da PC começa por Altamira

 

A Polícia Civil iniciou nesta segunda-feira (24) os cursos de capacitação voltados ao aperfeiçoamento dos policiais civis que atuam na região do Xingu, no oeste do Pará.

Mais de 40 profissionais que trabalham em Altamira e outros municípios da 11ª Região Integrada de Segurança Pública, participam, até o próximo sábado (29), dos cursos teóricos de Investigação Policial, Atividade de Inteligência e Direitos Humanos, além de atividades práticas de tiro, uso e manuseio de armamento.

Os cursos fazem parte do projeto “Academia Itinerante”, que oferece aos policiais civis aperfeiçoamento em técnicas operacionais.

A coordenação é da Academia da Polícia Civil (Acadepol), em parceria com o Grupo de Pronto-Emprego (GPE), da Polícia Civil. No primeiro dia do curso, a delegada Marlise Tourão, diretora da Acadepol, e o delegado Vinicius Dias, titular da Superintendência Regional do Xingu, estiveram presentes no auditório da Seccional de Altamira, para a abertura do curso.

A delegada ministrou palestra sobre qualidade no atendimento ao público. Segundo Marlise Tourão, durante o curso, nas atividades práticas de tiro, os policiais civis serão habilitados a usar a nova arma adquirida pela Polícia Civil, a carabina CT 30, e ainda terão instruções com a atual arma usada pelo corporação, a pistola calibre ponto40.

A delegada ressaltou que as aulas sobre qualidade no atendimento ao público e direitos humanos, temas prioritários nos cursos, são obrigatórios em todo aprendizado sobre segurança pública. A meta da Acadepol é, até o final do primeiro semestre deste ano, capacitar todos os policiais civis do Pará.

Por Walrimar Santos

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *