Hiroshi Bogéa On line

Abuso de autoridade

Comentário enviado de Rurópolis, na Transamazônica:

Nesta manhã, dia 23/09/2008, por volta das 08h30min, a população da cidade de Rurópolis ficou horrorizada com as atitudes da Promotora de Justiça Elaine de Souza Nuayed. Pela manhã, ela foi fotografada saindo da casa do candidato a vereador na chapa 25, ex-candidato a vice-Prefeito Milton Zanetti pela chapa 45, com o qual “toda a população sabe, tem envolvimentos político”. O repórter cinematográfico mais conhecido como “Zé Bob” foi visto pela Promotora de Justiça e foi agarrado pela mesma e literalmente arrastado pela cidade, pela própria, a qual atravessou a praça da Bíblia, no centro comercial daquela cidade. A Promotora de Justiça exibia o repórter como se fosse um troféu, tomou a bolsa que o mesmo carregava e tentou danificar sua câmera.
A população vendo o que ocorria, ficou extremamente revoltada com o abuso de autoridade de Elaine Nuayed, e populares interviram, não permitindo que a mesma o humilhasse o cidadão em via pública. A cena grotesca do abuso de autoridade foi filmada por populares. Foi como se se voltasse à época do faroeste, onde se fazia justiça com as próprias mãos, todavia não é caso, pois o repórter não cometeu nenhum crime. Atos como esses devem ser denunciados, pois é inadmissível que uma autoridade se preste a esse papel. O fato é comentário geral naquela cidade.

Perguntinha do blog: quem, de seus superiores, coloca freio em Nuayed?

————-

atualização às 14:48

O blogger disponibiliza espaço para publicar imagem da agressão da promotora ao repórter de Rurópolis. Caso algum tenha filmado o ato grotesco, basta enviar para hiroshyb@gmail.com

Post de 

6 Comentários

  1. Anonymous

    29 de setembro de 2008 - 17:15 - 17:15
    Reply

    Hiroshi, no Blog do Alailson Muniz tem uma reportagem sobre o caso. Não tem fotos da agressão, mas tem a foto da Promotora entrando e saindo da casa do candidato e foto do repórter agredido.

  2. Anonymous

    24 de setembro de 2008 - 21:15 - 21:15
    Reply

    Hiroshy,
    Não espere o Ministrio Público, tomar providencias, que nada vai acontecer, a citada Promotora, é recorrente, em procedimentos dessa natureza. a mesma, já envolveu-se em troca de acusações com o Promotor Mauro Mendes, que hoje trabalha em Bragança, as acusações, eramde Estelionato, Corrupção, extorsão e outras, publicadas pelo Jornal O LIBERAL, e nada aconteceu, o Ministério Público, não deu qualquer satisfação a Sociedade. e o triste caso do Promotor Furtado, de Marabá, que desferiu oito tiros contra a companheira, também, nada aconteceu, o Promotor, continua trabalhando normalmente. acredito que a Delegada da Mulher de Marabá, é que vai acabar sendo punida, por ter tentado prender o Promotor.

  3. Anonymous

    24 de setembro de 2008 - 19:58 - 19:58
    Reply

    Com a palavra Corregedoria do Ministério Público

  4. Anonymous

    24 de setembro de 2008 - 19:05 - 19:05
    Reply

    O máximo de pena que ela pode pegar é uma aposentadoria poupuda, mas, se é um podre mortal, cadeia nelle. Abraços Bogéa

  5. Anonymous

    24 de setembro de 2008 - 18:35 - 18:35
    Reply

    É por essas e outras, que questiono os atuais mecanismos que selecionam, através de concurso público, pessoas bem preparadas intelectualmente, mas completamente desprovidas de índole, senso de justiça e respeito humano.
    A sociedade não pode e nem deve se curvar a episódios desta natureza.É imperioso que se exija uma punição exemplar, para que possamos viver com o mínimo de dignidade.

    El Cid

  6. Flávio Oliveira

    24 de setembro de 2008 - 16:04 - 16:04
    Reply

    Mesmo lamentável, Hiroshi. Que bom que a população viu e você denunciou aqui no blog. Continue firme no propósito de lutar pela liberdade, sobretudo a de imprensa.

    Flávio Oliveira – Belém
    http://diariodebelem.blogspot.com

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *