"A vida", segundo Parsifal

Publicado em 1 de dezembro de 2010

Prometendo “um dia contar o resto”, o deputado Parsifal Pontes (PMDB) não deixou pra depois: conta, no blog dele, hoje,  sua versão sobre a queda de braço  travada na Assembleia Legislativa para votação dos projetos do governo concedendo benefícios tributários à Vale.

Não deixa passar em branco nem a própria atuação dele, como relator da matéria: 

No meio disto tudo, eu fui o guarda livros: designado como relator da matéria, esperei pacientemente ela (Vale) ser chamada a plenário, prerrogativa que tem o líder do governo, ou qualquer deputado com assento na Casa, completados 60 dias de tramitação de qualquer projeto, conforme o art. 111 da Constituição do Estado do Pará.

Recomendável mesmo é vocês darem uma passadinha no blog do Parsifal.