Hiroshi Bogéa On line

A vergonha crônica

 

 

Coluna do Ancelmo Gois  noticia a péssima impressão da qualidade de vida levada pela cantora Nana Caymmi da cidade de São Luís, capital do Maranhão.

– Senti muita vergonha do Brasil, teria dito a filha de Dorival.

Queridinha Nana  viu pouco.

Bom seria se incetivassem ela a se embrenhar por municípios maranhaenses como  Primeira Cruz, Tuntum, Coroatá, Governador Eugênio Barros, Urbano Santos, São Francisco do Maranhão, Brejo, Barreirinhas, Buriti, Nina Rodrigues, Lagoa do Mato, Aldeias Altas,   São Raimundo da Doca Bezerra ou no município Presidente Sarney, que leva o nome do verdadeiro responsável pela miséria e pobreza ali dominantes.

Caymmi sentiria vergonha de ter nascido.

Post de 

5 Comentários

  1. Anônimo

    14 de setembro de 2011 - 23:28 - 23:28
    Reply

    Calma gente,este problema está proximo do fim.Logo logo Carajás receberá milhares de migrantes destes locais.O Maranhão não vai melhorar mesmo e a grana para montar o nosso novo Estado vai atrair estes brasileiros tão maltratados por lá.Vamos trazer a Nana Caymmi para cantar:”Só louco…”

  2. anonimo

    14 de setembro de 2011 - 14:59 - 14:59
    Reply

    Karla Maues acredito que voce nunca foi ao Rio e nem conhece as favelas cariocas pois existem favelas no Rio com urbanizacao e servicos melhores que a maioria das cidades Paraenses.
    Quanto ao Funk e um movimento cultural de periferia semelhante ao Tecnomelody de Belem onde as meninas tambem sentam no colo dos endinheirados,se prostituem e sao exportadas para a o Suriname e Guiana Francesa.

  3. anonimo

    14 de setembro de 2011 - 14:50 - 14:50
    Reply

    O interior da Bahia nao e muito diferente do Maranhao,terra onde as oligaquias Magalhaes sempre detiveram o poder.

  4. ANONIMO

    14 de setembro de 2011 - 08:01 - 8:01
    Reply

    Por isso,um certo escriba já disse: A pior coisa que existe no Maranhão,é o José Sarney;e a melhor coisa que existe no Maranhão,é ser amigo do José Sarney.Eu choro….

  5. Karla Maues

    13 de setembro de 2011 - 13:51 - 13:51
    Reply

    Ela deveria era andar pelo reconcavo baiano i, pelas favalas cariocas, isso sim!
    Semana passada , na capital baiana, no seu maior hospital, as parturientes tomavam banho de balde. Pense ! Imagine nos postos de saude do interior? Alias quantos Hospitais regionais a Bahia tem? E olha que o LUla mandou zilhoes de de ajuda pro Gov. Jaques Wagner! Falta de dinheiro não eh! Ta na hora de dividir a Bahia heim!
    A prostituição infantil no reconcavo baiano mostrada pelo Roberto Cabrini, no SBT dá vontade de sair gritando, tamanha indignação! Mas acho que ela mora no Rio, beennnn distante das favelas, onde a pobreza leva crianças ao trafico ou a dançar funk nos colinhos endinheirados dos turistas pedofilos.
    Essa ai nao conhece nada que nao seja seu próprio um umbigo.
    Mas ja que ela esta assim tão escandalizada, deveria doar seu cache pra uma pastoral da familia.
    Se nao doou, nunca é tarde pra fazer uma boa ação!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *