Hiroshi Bogéa On line

A revista que quer “derrubar” Dilma

 

 

Mais uma denúnca de Veja que pode ir para o brete, por falta de provas: os portais de notícias estão divulgando que o policial militar João Dias Ferreira disse que não possui provas do envolvimento direto do atual ministro do Esporte, Orlando Silva, e de seu antecessor, Agnelo Queiroz, no suposto esquema de desvios de recursos públicos da pasta.

Como a revista quer derrubar o governo Dilma, tudo pode. E vale.

Aqui.

Post de 

9 Comentários

  1. Ronaldo Guilherme

    27 de outubro de 2011 - 15:16 - 15:16
    Reply

    Ao profº Alan e os anonimos:A presidente Dilma não manteve o ministro Orlando Silva no seu staff,para mim,isso significa que o policial tem toda razão,assim,como a revista Veja,que está deparabéns,por colocar a limpo,mais uma falcatrua desses PeTistas e seus “aliados” aloprados.

  2. fabio

    26 de outubro de 2011 - 21:57 - 21:57
    Reply

    caiu mais um

  3. Célio

    25 de outubro de 2011 - 15:28 - 15:28
    Reply

    Na verdade a Veja quer tirar o foco do escândalo da Alesp que já derrubou o pré-candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, Bruno Covas. Veja precisa a todo custo tirar o foco do escâdalo da venda de emendas ao orçamento do Estado. Pra isso não medirá esforços e se utilizará de qualquer meio para atingir os fins que deseja.

    Neste fim de semana o Estadão publicou documentos em que Veja teria pedido 150 mil para aliviar a barra do PM bandido e de outros que foram indiciados na operação Shao Lin. De fato o nome de João Dias sumiu da reportagem.

    O Porta G1 também vem desmentindo sistematicamente a Veja nos últimos dias.

    Vale a pena ler o texto Refúgio de Canalhas do colunista THEÓFILO SILVA do G1 sobre o modus operandi da Veja:.

    http://oglobo.globo.com/pais/moreno/posts/2011/10/21/refugio-de-canalhas-412551.asp#.TqRUeuBYYs1.blogger

    Seria bom também dar uma olhadinha no filme Eles Vivem do grande John Carpenter para enentender o concluio da mídia nativa com os colonizadores. O filme é 1989 mas a temática é mais atual que nunca. Se você quiser vre e não encontrar o DVD tem um link pra um trailler do filme que é esse ai.

    http://www.youtube.com/watch?v=gL6SVn7PkDk

    Pode ter certeza que vale a pena, você vai reconhecer a velha mídia brasileira (inclusive a Veja), o PIG como um todo e os demotucanos fielmente retratados neste excelente filme sobre manipulação da informação e exploração e colonização dos povos com o conluio das elites locais. O filme continua mais atual que nunca.

  4. ANONIMO

    25 de outubro de 2011 - 15:27 - 15:27
    Reply

    A editora ABRIL,sabendo que o George Maranhão não lê mais a VEJA,”desde o primeiro governo lula”,deveria de público agradecer,pois continua campeã de vendas e assinaturas,só isso. Falar a verdade sempre doeu,e ainda mais aonde se faz politica do “é dando que se recebe”.

  5. Prof. Alan

    25 de outubro de 2011 - 09:46 - 9:46
    Reply

    Anônimo, já leu os jornais hoje? Viu que a Dilma confirmou Orlando Silva no cargo? Vocês precisam se informar mais antes de criticar…

    Hiroshi, o link abaixo é para um dos “famosos” áudios do PM João Dias. Ele entregou esse áudio ao MPF, no inquérito que apura a operação Shaolin, como se fosse uma “prova” de corrupção no governo Agnello, aqui no DF.

    Nesse áudio ele “trata” da situação do indicado dele no BRB (Manoel Tavares, ex-diretor da BRB Seguros). Ele liga pro BRB e pede pra falar com Alair (Alair Vargas, diretor de Atendimento e Distribuição do BRB), e esculhamba com a secretária do Alair. O Alair é ligado à deputada federal Érika Kokay e foi responsável pela saída do Manoel Tavares da BRB Seguros.

    É esse tipo de prova que o João Dias costuma alardear que tem: http://youtu.be/77PzxSHmjnU.

    Sinceramente, eu não entendi ainda porque aqui em Brasília todo mundo se borra de medo desse projeto de Durval Barbosa. Ele vêm ameaçando “abrir a boca” desde 2008, mas nunca apresentou nada além de áudios como esse…

  6. ANONIMO

    25 de outubro de 2011 - 07:51 - 7:51
    Reply

    Se a revista “quer derrubar Dilma” com “denúncias sem prova” porque todos os denunciados perderam o cargo ? E o tal O$lando será o próximo ! Não será o contrário ? Antes que a bomba exploda,tira o ministro e tudo volta ao normal.

  7. George Maranhão

    25 de outubro de 2011 - 04:14 - 4:14
    Reply

    Essa revista há muito perdeu minha credibilidade. Desde o primeiro governo Lula, não leio mais a Veja. Na minha opinião, é mais fácil ela derrubar suas próprias vendagens, do que qualquer governo.

  8. Ñorairõ

    24 de outubro de 2011 - 22:02 - 22:02
    Reply

    Não é que veja queira derrubar Dilma, a revista só está mostrando que do governo Lula para cá as ONG estão nandando em dinnheiro. O dinheiro que poderia ser investido na saúde está sendo roubado. E se depender do PT vão continuar roubando ainda por muito tempo.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *