Hiroshi Bogéa On line

A mediocridade pedindo passagem

“Os evangélicos correspondem a 36% do eleitorado paraense. E, se eleito, serei o primeiro senador genuinamente evangélico”.

 

A declaração é do ainda vice-governador do Pará, Zequinha Marinho, ao lançar sua pré-candidatura ao Senado, pelo PSC.

Declaração com apelo à comunidade evangélica, como que avisando da necessidade  de todos votarem nele, para ser o “representante” dos crentes no Congresso Nacional.

Visão tacanha de um político que até hoje não mostrou qual contribuição, seja como deputado ou vice-governador, trouxe ao Estado, particularmente ao Sul do Pará.

Zequinha Marinho é aquele tipo de político que passa pela vida das comunidades sem demonstrar qualquer tipo de sensibilidade ou preocupação com fatos de relevância para o desenvolvimento social de um lugar.

Mais um sujeito que  terá a merecida resposta do eleitor, depois da eleição: voltar pra casa e vestir o pijama.

Post de 

1 Comentário

  1. Marcelo

    20 de julho de 2018 - 21:56 - 21:56
    Reply

    Sou evangélico à vinte anos e a cada eleição que passa, vejo os evangelicos se corrompendo mais. Um exemplo claro aqui em Marabá, alguns evangélicos apoiaram o Maurino e depois de ele ter enchido a prefeitura de crente contratado, apunhalaram ele pelas costas ! Assim fez esse vice governador com o Jatene e olha que sou totalmente contra as políticas desse governo do Estado ! Mas que pouca vergonha essa cambada evangélica, ops digo bancada evangélica !

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *