Hiroshi Bogéa On line

A mansão de Genoíno

 

 

Do  Blog da Cidadania:

 

Preto, pobre, prostituta e petista

 

“Num tempo

Página infeliz da nossa história

Passagem desbotada na memória

Das nossas novas gerações

Dormia

A nossa pátria mãe tão distraída

Sem perceber que era subtraída

Em tenebrosas transações”

 Vai Passar (Chico Buarque)

 

 

O Brasil amanheceu pior do que ontem. A partir de agora, torna-se oficial o que, até então, era uma tenebrosa possibilidade: cidadãos brasileiros estão sendo privados de suas liberdades individuais apenas pelas ideologias político-partidárias que acalentam.

A “pátria mãe tão distraída” foi “subtraída em tenebrosas transações” entre grupos políticos partidários e de comunicação e juízes politiqueiros.

Na foto que ilustra este texto, o leitor pode conferir o único patrimônio de um político que foi condenado pelos crimes de “corrupção ativa e formação de quadrilha” pelo Supremo Tribunal Federal em 9 de outubro de 2012.

Junto com ele, outros políticos ou militantes políticos filiados ao Partido dos Trabalhadores, todos com evoluções patrimoniais modestas diante dos cargos que ocupavam na política.

José Dirceu, José Genoino, João Paulo Cunha e Henrique Pizzolato tiveram suas prisões decretadas com base em condenações por uma Corte na qual, ao longo de sua existência secular, jamais políticos de tal importância foram condenados.

A condenação desses quatro homens, todos de relevância político-partidária, poderia até ser comemorada. Finalmente, políticos começariam a responder por seus atos. Afinal, até aqui o STF sempre foi visto como a principal rota de fuga dos políticos corruptos.

Infelizmente, a única condenação a pena de prisão que aquela Corte promulgou contra um grupo político foi construída em cima de uma farsa gigantesca, denunciada até por adversários políticos dos condenados, como, por exemplo, o jurista Ives Gandra Martins, que, apesar de suas divergências com o PT, reconheceu que não houve provas para condenar José Dirceu, ou como o formulador da teoria usada para condenar os réus do mensalão, o alemão Claus Roxin, que condenou o uso que o STF fez de sua revisão da teoria do Domínio do Fato.

Dirceu e Genoino foram condenados por “formação de quadrilha” e “corrupção ativa” apesar de o primeiro ter estado infinitamente mais distante dos fatos que geraram o “escândalo do mensalão” do que estão Geraldo Alckmin e José Serra dos escândalos Alston e Siemens, por exemplo.

Acusaram e condenaram Dirceu apesar de, à época dos fatos do mensalão, estar distante do Partido dos Trabalhadores, por então integrar o governo Lula. Foi condenado simplesmente porque “teria que saber” dos fatos delituosos por sua importância no PT.

Por que Dirceu “tinha que saber” das irregularidades enquanto que Alckmin e Serra não são nem citados pelo Ministério Público, pela Justiça e pela mídia como tendo responsabilidade direta sobre os governos nos quais os escândalos supracitados ocorreram?

O caso Genoino é mais grave. Sua vida absolutamente espartana, seu microscópico patrimônio, sua trajetória ilibada, nada disso pesou ao ser julgado e condenado como um “corruptor” que teria usado milhões de reais para “comprar” parlamentares.

O caso João Paulo Cunha é igualmente ridículo, em termos de sua condenação. Sua mulher foi ao banco sacar, em nome próprio, com seu próprio CPF, repasse do partido dele para pagar por uma pesquisa eleitoral. 50 mil reais o condenaram por “corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro”.

O caso mais doloroso de todos, porém, talvez seja o de Henrique Pizzolato, funcionário do Banco do Brasil, filiado ao PT e que, por ter assinado um documento que dezenas de servidores da mesma instituição também assinaram sem que contra eles pesasse qualquer consequência, foi condenado, também, por “corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro”.

Isso está acontecendo em um país em que se sabe que dois governadores do PSDB de São Paulo, apesar de ter ocorrido em suas administrações uma roubalheira de BILHÕES DE REAIS, não são considerados responsáveis por nada.

Isso está acontecendo em um país em que um político como Paulo Maluf, cujas provas de corrupção se avolumam há décadas, jamais foi condenado à prisão.

Isso está acontecendo em um país em que um governador como Marconi Perillo, do PSDB, envolveu-se até o pescoço com um criminoso do porte de Carlinhos Cachoeira, foi gravado em relações promíscuas com esse criminoso e nem acusado foi pelo Ministério Público.

Isso está acontecendo, finalmente, no mesmo país em que os ex-prefeitos José Serra e Gilberto Kassab toleraram durante anos roubalheira dentro da prefeitura e quando essa roubalheira de MEIO BILHÃO de reais vem à tona, a mídia e o Ministério Público acusam quem mesmo? O PT, claro.

Já entrou para o imaginário popular, portanto, que, neste país, cadeia é só para pretos, pobres, prostitutas e, a partir de agora, petistas.

No Brasil, as pessoas são condenadas com dureza pela “justiça” se tiverem mais melanina na pele, parcos recursos econômicos, se venderem o que só pertence a si (o próprio corpo) para sobreviver ou se tiveram convicções políticas que a elite brasileira não aceita.

A condenação de alguém a perder a liberdade por suas convicções políticas, porém, é mais grave. É característica das ditaduras, pois a desigualdade da Justiça com os outros três pês deriva de falta de recursos para se defender, não de retaliação a um ideário.

Agora, pois, é oficial: você vive em um país em que se deve ter medo de professar e exercer suas verdadeiras convicções políticas, pois sabe-se que elas expõem a retaliações ditatoriais como as que levarão para cadeia homens cuja culpa jamais foi provada.

—————-

Nota do blog 1:  durante todas investigações em torno da vida de José Genoíno, o único “patrimônio”  encontrado em sue nome é esta casa, que aparece  recortada em grifo. A foto foi gravada ontem, na hora em que Genoíno deixava a casa para se entregar à Polícia Federal.

Genoino Genoino

Convicto de suas lutas pelas liberdades, Genoíno sempre teve uma vida simples, sem ostentação, fato comprovado até por uma pessoa que nasceu em  Apinajés, distrito de São João do Araguaia, e que se avistou com o ex-guerrilheiro num terminal rodoviário de São Pulo, conforme ele conta em comentário postado e trazido ao palco.

O comentário  é de  Adevaldo Araújo, que assina com a alcunha de “Apinajé”.

bom dia amigos.
se me permitir,gostaria de relatar um fato Hiroshi.
antes quero deixar claro,não sou PTista.
na época do governo FHC,mais precisamente período da emenda da reeleição,quando ainda era comum fazer o trajeto São Paulo Goiânia de ônibus,fui até o terminal rodoviário do tietê levar alguns parentes que iriam para Goiânia,para minha surpresa vejo na fila o sr. Genoíno deixando alguns familiares com o mesmo destino.sabedor de sua história aí por essa bandas do araguaia,pensei comigo mesmo,vou aborda-lo e me apresentar…é a rápida conversa que segue:
:boa noite deputado,tudo bem?
Genoíno:tudo bem,você é Goiano?te vi na fila.
:não,mas temos coisas em comum.
Genoíno:o quê?
sou filho de cearense e nasci no pará,terra que o senhor andou brincando de esconde esconde rsrsrs mútuos.
Genoíno:de qual cidade?
:sou de Apinajés,lugarejo próximo a São João, São domingos..
Genoíno:São domingos do capim?
:Não do Araguaia região de Marabá..
Genoíno:ah,das latas rs rs
:É,isso mesmo só não é bom falar isso lá…
quem conhece a rodoviária de São Paulo sabe que o estacionamento fica um pouco longe da plataforma de embarque,nesse caminho ainda deu pra falarmos da emenda da reeleição e fazermos elogios recíprocos.
antes de sair do local,resolvi esperar um pouco para ver qual o carrão que aquele “corrupto”entraria, certamente seria bem melhor que o meu “versalles” comprado em vinte e quatro vezes.
Para minha surpresa,o nobre deputado entrou em o gol que na época já devia ter bons anos de uso,fiquei ali mas um ou dois minutos me questionando,como podia um cara como um deputado andar num “pau véio” daqueles…
Talvez a tenra idade da época e a prática comum desde de sempre dos políticos(ostentar com o nosso dinheiro)justifique meu raciocínio.
Pensei comigo mesmo,ônibus,poderia ser avião,carrinho,poderia ser carrão,o deputado estava sem segurança,ele e uma menina,creio que seja Mimi…fui pra casa,e até hoje quando vejo noticiário sobre o “mensalão”me pergunto:o Genoíno?não, não acredito…
posso até está enganado,mas,nesse rolo todo vale a velha máxima,me digas com quem andas,que te direis quem és.acho que a condenação dele seja apenas por, está no lugar errado,cercado de pessoas erradas e no momento errado…sabe aquela estória de segurar a bronca do chefe,é o que penso, tem muita gente segurando “rabo de foguete”em nome de uma ideologia de um ParTido que se perdeu na sua própria história.
para que fique claro,nunca votei no PT,meu relato é por puro senso de justiça…nesse pequeno gesto de probidade parlamentar,percebi que,ali tinha um político diferente.
um abraço amigos

————–

‘Eles passarão, eu passarinho’.

Nota do blog 2:  da lavra da jornalista Hoje a jornalista Ana Helena Tavares:

Um dia triste para quem escolheu o jornalismo como forma de luta e não como forma de luz. A sociedade do espetáculo se regozija com sua própria desgraça. A República é apunhalada no dia de sua proclamação. E o Brasil permanece o país do faz-de-conta. Tristes lentes as dos repórteres que estão em frente à casa de Genoíno. Queriam registrar ali um palácio, mas só o que veem é uma casa simples. As imagens serão achincalhadas pela História.

Daí abro a página da Uol pra ver uma foto de Genoíno postada por uma amigo no Face e fico estarrecida com a desinformação da legenda:

Genoino 2

Esta chamada e legenda devem entrar para a história da vergonha alheia da fotolegenda do fotojornalismo. Daquelas imensas mesmo, praticadas por aqueles da imprensa que não fazem a menor questão de lidar com a realidade.

A ‘capa’ que o/a desinformado/a da UOL se refere é um painel bordado por Rioco em 2005/2006 e simboliza a solidariedade dos companheiros que visitaram Genoino quando ele passou um longo tempo sem sair de casa após o achincalhe do jornalixo produzido pela grande mídia. Genoino, que sempre viveu no mesmo bairro, não podia nem ir à padaria próxima a sua casa sem ser hostilizado.

Rioco fez então muito pássaros, um para cada amigo que não o abandonou, que não achou que a solidariedade fosse coisa privada. Rioco fez uma releitura de Mario Quintana: ‘eles passarão, eu passarinho’.

Vejam como ficou a capa idealizada pelo Rioco:

Genoino 3

Por isso Genoino se cobriu com este manto de solidariedade de seus companheiros de luta e demonstração de amor da sua companheira de uma vida inteira.

Punhos cerrados levantados para a geração da esquerda da década de 1960 é sinal de luta, de resistência;

 

Genoino 4

 

A dupla – Smith e John Carlos que levantou os punhos serrados com luvas pretas, repetindo o gesto dos “panteras negras”. Naquele momento a ação dos atletas simbolizava a luta pelos direitos civis dos negros estadunidenses nos pódios olímpicos. Pelo ato político a dupla foi expulsa das olimpíadas.

Não é gratuito, portanto, o fato de José Dirceu repetir o mesmo gesto de sua geração ao ser preso no mesmo dia que Genoino.

Não é gratuito que Joaquim Barbosa tenha feito isso em 15 de novembro.

Genoino 5

Post de 

19 Comentários

  1. Ramiro

    20 de janeiro de 2014 - 10:22 - 10:22
    Reply

    Foi-se o tempo q o PT era um partido de esquerda,de gente de avançada, progressista. Aliás, nos tempos atuais, quase não existem partidos de esquerda nem de direita. A ideologia e o de menos. O que conta hoje em dia e o poder. Sim, o poder pelo poder, o poder pelo dinheiro, o poder pelo retorno. Assim, o lula teve como você a um empresário, ou seja, um burguês, um explorador, um ser que enriqueceu a costas do trabalho dos outros. Exemplos como esse inundam os partidos da chamada “esquerda”. Quantos deputados,senadores,governadores e prefeitos desses partidos são patrões? A imensa maioria.
    Já não importa colocar antigos inimigos. Antes chamados de ladrões pelo regime atual (maluf, jader, sarneys, collor) e atualmente na turma só poder
    O pais está perdido, só nos resta encomenda lo a nossa senhora

  2. JAT

    3 de dezembro de 2013 - 17:09 - 17:09
    Reply

    Já vi muita gente ganhando 15 mil reais e em 10 anos fez algo considerável e sem dificuldade.

    Fiquei perplexo com a casa do Genoino.. e talvez isso seja reflexo da linha dura do PT: mente de assalariado, alto gasto e desperdicio, avareza. Deve ter muito dinheiro em bancos, como alguns que eu conheci andando de carrinho 1.0 mas todo ano viaja para a Europa. Eh mentalidade.

    Meu pai fez muito mais do que isso e ganhava 1/3 de um deputado, sem nada do estado, tudo privado.. pagavamos 2x a saude, educacao, saneamento e seguranca. Pagamento de impostos a vista, tudo em ordem e um padrao de vida de classe media anos 70. Fomos felizes, ate chegar o PT e querer regulamentar tudo, inventar taxas e restricoes.

    Agora vao dizer que ele tinha pessoal. E a verba de 100.000,00 mensal de gabinete, mais o partido…

    Se 25 mil mensal e 100 mil de gabinete resultou nisso em 45 anos o cara ja deveria ter renunciado ao nome.

  3. CICERO MACEDO

    26 de novembro de 2013 - 09:20 - 9:20
    Reply

    São muitas palavras bonitas pra defender bandidos.
    É isso que são os mensaleiros, sejam petistas, sejam tucanos.
    Tem que ir pra cadeia mesmo.
    Quanta parcialidade.
    Quanta inocencia pensar que ao mostrar uma casa feia e mal cuidada vai nos enganar. Quem desvia dinheiro público geralmente o coloca em nome de laranjas. Ou será que mudou?

  4. Lygia Foster

    19 de novembro de 2013 - 21:09 - 21:09
    Reply

    A prisão dos petitas fez mudar meu voto e agora votarei pela primeira vez no PT, na Dilma. O PSDB teve escândalos muito piores e conseguiu impedir que prendessem os seus. Vendo essas prisões tenho a certeza de que esse é um governo sério, que faz justiça para todos. Se os seus (petistas) são culpados, o governo não fez articulações para conseguir libertá-los, para impedir os julgamentos. É incrível, as coisas estão finalmente mudando, finalmente um governo sério! Dilma tem o meu voto e de minha família. Parabéns e espero que daqui pra frente muitos outros escândalos muito maiores sejam apurados com o mesmo rigor, como esse escândalo do metro em são paulo que a mídia já parece ter esquecido ou os dos fiscais do Kassab, a grana das privatizações do PSDB…

    • Reinaldo N Luciano

      21 de janeiro de 2018 - 15:54 - 15:54
      Reply

      Seu pai devia estar roubando para caralho! Ou por alguns…

  5. Luis Sergio Anders Cavalcante

    19 de novembro de 2013 - 19:41 - 19:41
    Reply

    Casemiro, não defendo A nem B, petistas ou pêessedebistas. Agradeço, mas não vou aceitar a provocação quanto ao “sair da caverna”. É claro que temos os “nossos” corruptos como Jáder(PMDB), Jatene(PSDB), para citar só alguns. Como bem o cita abaixo, o Antonio C. Pereira, “o importante é que agentes públicos, banqueiros, intermediarios e lobistas” estão na cadeia pela primeira vez nesse país. No momento, tambem, o STF deveria proceder contra Maluf, Alckmin, Cachoeira e outros. Há tambem o mensalão de MG. Quero crer que estamos iniciando um novo ciclo, quando o STF, sem provas cabais, mas com fortes indícios, condena poderosos ao regime fechado. O caso do fujão Pizzolato é emblemático. Esse cara contou com a leniência da Justiça e teve ajuda estrutural para planejar(esteve 2 meses na Itália) e realizar uma fuga, há mais de mês está(já tinha fugido) ausente de sua moradia) de 1.600 km. em rodovias até o Paraguai e Argentina. Em 19.11.13, Mba.-PA.

  6. Arnilson

    19 de novembro de 2013 - 18:31 - 18:31
    Reply

    Uma vez usei este espaço e a repercussão foi muito grande. Espero que esta simples missiva consiga o mesmo intento.
    Chamo a atenção para o EXCELENTE trabalho que está sendo realizado na SEGFAZ. Foi um grande acerto encontrar pessoa tão comprometida com a causa, com a preocupação de ouvir e, de mostrar o que está fazendo para ajudar a economia local, sobretudo pessoas jurídicas e contadores.
    Havia feito uma crítica e agora uso o espaço para PARABENIZAR o jovem secretário RICARDO ROSA. Este sabe o que faz, gosta do que faz e sente-se feliz com o realizado. Quem dera tivéssemos este mesmo perfil em outras secretarias, seria bom demais.

  7. Jailson

    19 de novembro de 2013 - 14:14 - 14:14
    Reply

    O dinheiro não saiu do bolso do “pobre” Genuíno e foi o PT não ele que pagou, ele fpi um articulador como vários, eo mensalão não foi um simples caso de corrupção foi uma tentativa de golpe de estado, na verdade a compra da perpetuação petista no poder, foi um plano de uma engenhosidade tremendo. Réu condenado é criminoso de fato, seja ao menos falsamente imparcial aos fatos como o site do carta capital.

  8. Luis Sergio Anders Cavalcante

    19 de novembro de 2013 - 07:02 - 7:02
    Reply

    Ô Casemiro, é verdade, e “pior cego é aquele que não quer enxergar”, como você. Em 19.11.13, Mba.-PA.

    • casemiro

      19 de novembro de 2013 - 12:44 - 12:44
      Reply

      Luís, não estou defendendo o PT. Aliás o governo do PT tem erros demais. Mas a discussão é a respeito do analfabetismo daqueles que tiveram acesso a educação. Daqueles que insistem em não sair de dentro da caverna (estou me referindo sim ao mito da caverna). Realmente a mídia, com esta parcialidade extrema, em nada contribui para o desenvolvimento econômico e social do país. O governo do PT tem sim problemas gravíssimos, e esses problemas não são o mensalão. Para dizer apenas um, vamos falar dos gravíssimos problemas de infraestrutura que o PT não conseguiu resolver nos últimos dez anos. Agora querer que o mensalão ocupe todos os jornais como se não tivéssemos casos piores como o do Banco Cruzeiro do Sul, o do banco Panamericano (este na gestão do Lula), o caso Marka fontecindam, o caso SIVAM, o caso da refinaria de Pasadena nos EUA (este também na gestão do Lula), o caso Sudam e o caso da cervejaria Cerpa aqui no nosso Pará, sem falar na discussão envolvendo o BNDES que transfere renda para os empresários através de empréstimos subsidiados, da mesma maneira que o bolsa família transfere renda para famílias de baixa renda e da mesma maneira que o FHC transferiu renda para os banqueiros através do PROER. São escândalos muito mais graves levando em conta os valores envolvidos, que talvez você nem sabia que existiam porque a mídia não divulga eles com o mesmo interesse. Mas eles existem e estão muito bem engavetados pelo Ministério Público. Agora você vem me falar em não querer ver? Luís saia de dentro da caverna e você verá coisas horríveis nos bastidores da nossa imprensa, coisas que você realmente preferiria não ver…

    • casemiro

      19 de novembro de 2013 - 12:55 - 12:55
      Reply

      Mais uma coisa Luís, sei que você não deu a devida importância a respeito da notícia do Eduardo Campos. Mas pesquise um pouco a respeito da história do banco JP MORGAN e suas relações com o governo dos EUA, e você saberá exatamente com quem o Eduardo Campos estará jantando e quais interesses estarão à mesa de discussão.

  9. casemiro

    17 de novembro de 2013 - 14:35 - 14:35
    Reply

    Eu vejo médicos, advogados, engenheiros, contadores, acreditando em tudo que ouvem nos jornais. Pessoas que tiveram acesso a educação e ainda assim são analfabetos? O que me deixa mais triste é ver que as pessoas estão cegas. A mídia faz o que quer com o brasileiro. As notícias que realmente interessam aos brasileiros não aparecem nos jornais, e o mensalão simplesmente ocupa as capas de todos jornais. Eles realmente estão cegos, ou simplesmente não querem ver?
    Esta é uma notícia que deveria estampar as capas do jornais:
    “Eduardo Campos agendou uma maratona de encontros com representantes do mercado financeiro na segunda-feira, em São Paulo. O pessebista tem almoço marcado no Banco Pine, palestra no Credit Suisse e jantar no JP Morgan.”
    Quem tem ouvidos para ouvir, ouça e que tem olhos para ver, veja.

  10. Luis Sergio Anders Cavalcante

    17 de novembro de 2013 - 10:21 - 10:21
    Reply

    Hiro, estou complementando o comentario acima. “Desvirtuarem as ideologias socialistas, apregoando contra FHC(PSDB)e agora, fazendo exatamente o que combatiam. 2) Acharam tambem que a impunidade iria continuar e se equivocaram redondamente. Admito que há muita corrupção ainda. Porém, outros tempos parecem ter começado. Pizzolato(ex BB), ao fugir, admitiu a culpa. Outra coisa, Lula disse, literalmente, que “nada sabia” do mensalão. Santa ingenuidade achar que acreditamos nisso. Como mandatario maior do país, então, foi omisso. Simples assim. Em 17.11.13, Mba.-PA.

  11. Josue

    17 de novembro de 2013 - 10:20 - 10:20
    Reply

    Porque o nobre autor desse texto não colocou por exemplo os espartanos shorts de praia que o pobre Ze Dirceu usa toda vez que vai a praia? Da marca francesa Villebrequin que custam não menos que 800 reais, ou seja um salario minimo de um trabalhador brasileiro que paga seus impostos?

  12. Luis Sergio Anders Cavalcante

    17 de novembro de 2013 - 10:11 - 10:11
    Reply

    Ô “Guerrilheiro” em 16/11, o fato de não ter sido algemado não significa isenção de culpa. Brasil país socialista ? Ah, ah, ah, ah… Continua sonhando; não paga nada. José Dirceu e Genoíno, gurús dos petistas, paladinos da coragem, em seus gestos de punho fechado e prá cima. À época da guerrilha, o primeiro nunca esteve na região do conflito, e o segundo, ao ser preso e pressionado logo “entregou os companheiros”. Quanta coragem, não ? Os dois(2) erros capitais dos petistas envolvidos no “mensalão”, foram : 1) Desvirtuarem as ideologias socialistas esperneio é livre. O teu relogio do tempo está atrasado, e muito. No país berço do socialismo isso já é obsoleto há muito. Assim como Pizzolato(ex-Diretor do BB)

  13. guilherme

    17 de novembro de 2013 - 10:03 - 10:03
    Reply

    Preso politico ,ele é um politico preso ,o escandalo não diz respeito a obter ganhos pessoais e sim compra de apoio politico com dinheiro publico ,o dinheiro do meus impostos e isso tem só tem um nome ROUBO , são ladrões e tem q ser preso por isso não julgaram histórias de vida e sim o roubo q fizeram cadeia nessa vagabundagen toda .posta com o mesmo destaque.

  14. Guerrilheiro

    16 de novembro de 2013 - 16:23 - 16:23
    Reply

    A Rede Globo e os seus “Jornalistas” que sonhavam em ver imagens de José Dirceu e José Genoíno, algemados como deliquantes, bandidos. Sonhavam em ver Homens derrotados, cabisbaixo, humilhados se lascaram, tomaram no meio do “plim plim”. Nada saio como o combinado, nada. e os alienados pobre coitados pensam com o cotovelo.. mas a luta continua,,
    A grande merda, e que a muita merda na cabeça de muitos pessoas aqui no Brasil.. Viva a Luta por um Brasil Socialista.

  15. Antonio Carlos Pereira Santos

    16 de novembro de 2013 - 13:29 - 13:29
    Reply

    Sr. Hiroshi, à rigor, a flagrante “pobreza” de Genoíno, aquí postada, nada prova. Mesmo porquê, corruptores e corruptos, nada de valor consideravel, são colocados em seus nomes. Há pouco menos de três anos, processo de Genoíno contra a União, calcado na Lei da Anistia, previa indenização e mensalidades milionarias. Até sou a favor, porém, com valores bem menores. Dito processo foi engavetado com pedido de espera, pelo autor, assim que ex combatentes de baixa patente, da Guerrilha do Araguaia viajaram a Brasília para reivindicar o mesmo direito de reparação. Pelo tempo passado acho que a peça jurídica foi sentenciada favoravel – como dos demais pleiteantes – e o Sr. Genoíno, possívelmente, já deve usufruir da demanda. Quero ressaltar, que ele, não é santinho como muitos pensam. Aliás, segundo depoimentos de alguns ex militares que participaram da prisão de Genoíno às proximidades de São Geraldo/Xambioá, foi o “único que logo abriu o bico”, ou seja, entregou/delatou os demais companheiros. Junto com a expedição dos mandados de prisão de alguns dos “mensaleiros” uma mensagem, bastante clara foi passada. A de que “este país do jeitinho brasileiro” em que políticos ilustres não vão para a cadeia, inicia processo contrario. Lógico, não significa que acabou a impunidade no Brasil. Outros fortes candidatos à cadeia estão aí, Maluf, Alckmin, Cachoeira etc… Ainda precisamos avançar muito na implantação de mecanismos de controle e fiscalização da administração pública, no combate efetivo à corrupção e na depuração ética dos nossos dirigentes. Como em qualquer julgamento, há concordantes e contrarios. Acho absurdo atribuir ao julgamento “perseguições políticas” e a “interesses ideológicos”. Reconheço nalguns dos mensaleiros, inegaveis contribuições à democracia e ao país, por consequencia. O essencial é que agentes públicos, banqueiros, intermediarios e lobistas que cometeram delitos comprovados estão sendo punidos. Um “Não” bem grande e sonoro, deve ser entendido contra práticas inaceitaveis como o “uso de caixa 2 em campanhas políticas ou a compra de apoio parlamentar com dinheiro e favores”. A escolha das prisões no dia em que se comemora a Proclamação da República foi emblemático. Nada nesse episódio pode ser mais importante do que o exemplo para o futuro: Quem comete delito deve ser punido, independentemente de estar no governo ou na oposição, de ter filiação partidaria ou não, de ser político ou um simples cidadão. Em 16.11.13, Mba.-PA.

  16. VOUPROLIXO

    16 de novembro de 2013 - 13:03 - 13:03
    Reply

    Pode ser um “painel”, mas da maneira que está sendo usado, é ou não é uma capa ? Claro que é !! E outra,um cara que não pode andar na rua como todo cidadão normal faz,pois é achincalhado pela população, claramente fez parte de um esquema de fraude financeira para arrecadar “maôte” para seu partido e suas eleições, ainda alega ser inocente ??? Conta outra !!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *