Hiroshi Bogéa On line

A Justiça tem olhos

Nem sempre se pode considerar a Justiça capenga das duas pernas.
De repente, surge um juiz federal para colocar as coisas em seu lugar verdadeiro. Aliás, duas “coisas”, devidamente enquadradas.
A decisão de Carlos Henrique Borlido Haddad traz esperanças à população de Marabá.
Falta agora, o resto.

Post de 

3 Comentários

  1. Anonymous

    12 de outubro de 2007 - 03:41 - 3:41
    Reply

    È Aterro Sanitário ou lixão??
    È lixão mesmo!!!
    E por que virou lixão???

    Falta de gestão, essa é a resposta adequada. O aterro deveria ter no minímo uma gestão que controlasse e cuidasse das células. Que por sinal foi muito bem feito, e alem de ter custado uma fortuna aos cofres públicos, na verdade se houvesse gestão, não haveria URUBUS. Portanto, as aeronaves estariam seguras.

    Quando fui conselhero de meio ambiente na gestão passada fiz um relatório qua apresentava a transformação do ATERRO SANITÁRIO EM lixão (tudo por uma briga entre a incompetente SECRETARIA DE OBRAS e a SEMMA- Tony Rosa) Fiz várias denuncias nas reuniaoes públicas do Plano Diretor, e os agentes do governo teimavam.

    parabéns a JUSTIÇA FEDERAL!!!!

    Ribamar

  2. Hiroshi Bogéa

    11 de outubro de 2007 - 10:04 - 10:04
    Reply

    Bia:
    Além de orgulhar, atiça esperança no espírito incrédulo de nossa gente.

  3. Bia

    10 de outubro de 2007 - 17:04 - 17:04
    Reply

    Concordo com você Hiroshi. O juiz Haddad tem tido um desempenho brilhante frente a JF. Suas decisões são pautadas na ética, justiça. Que os demais setores da Justiça mirem-se no exemplo de Haddad que hoje nos faz ter um novo olhar pra Justiça. Isso nos orgulha.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *