Hiroshi Bogéa On line

A indignação de Daniela Barbalho

 

 

À repercussão do compartilhamento, aqui no blog,  do relato da tentativa de assalto vivido pela esposa do prefeito de Ananindeua Helder Barbalho,  a própria Daniela Barbalho postou em seu mural  desabafo às injustiças conferidas por alguns comentaristas ao testemunho que ela vivenciou, indignada, vítima da violência em Belém.

Na íntegra, o que diz a jovem senhora, no Face:

 

 

Daniela Barbalho mencionou você em um comentário.
Daniela escreveu: “Desculpem pelo desabafo, mas faço porque no blog do Hiroshi Bogéa, foi compartilhado o meu relato…e muitos acham que vão me atacar…agredindo a minha família a qual tenho muito orgulho, Jader Barbalho, foi governador deste estado a mais de vinte anos, e perguntem aos polícias militares ou ao funcionalismo público quem os valorizou?!! Chega dessa conversa fiada de tentarem culpar o Dr. Jader pelas mazelas do Estado…quero saber da responsabilidade de todos os que exerceram cargo executivo nos últimos quase vinte anos??? E mais como uma cidadã comum tenho o direito de me expressar…não é porque sou esposa de uma liderança política, a qual respeito e admiro muito que me calarei. Sou responsável por todos os meus atos.”
Post de 

25 Comentários

  1. policial

    24 de fevereiro de 2012 - 11:13 - 11:13
    Reply

    o jader que era o cara para a pm

  2. Lourdinha do Ananin

    22 de fevereiro de 2012 - 17:06 - 17:06
    Reply

    A primeira-dama do meu Ananin tem razão de se indignar, como todos nós quando sofremos algum revés. Mas já que a primeira-dama ficou brabinha pela tentativa ou pelo assalto, e se orgulha do parentesco que tem pelo carreirista político, o sogro, cabe uma pergunta: o que as pessoas que têm parentes ou familiares mortos por falta de assistência médica, por falta de socorro urgente, por falta de pessoal nos postos de saúde, por posto de saúde sem remédios, por posto de saúde fechado, falta de assistência aos idosos, às mulheres grávidas, além de crianças fora da escola, o que devem fazer? Bater palmas, vaiar ou apenas chorar?

  3. Jorge Taiguara

    19 de fevereiro de 2012 - 13:17 - 13:17
    Reply

    A Sra. Daniela, quer ser tratada como a grande maioria da população, gostaria de ser tratada, é só dessa forma infelizmente que as coisas tem a repercussão, que deveriam ter. Vejam só por uma simples tentativa de assalto a uma senhora, mais de 30 comentários foram postados. Por que nós não nos indignamos com fatos e causas mais relevantes que acontecem no nosso cotidiano?
    Fico a me perguntar o brasileiro adora tratar os iguais com desigualdade, a Sra. Daniela precisa tambem sentir na pele o que todos os municipes sentem, não é por que ela mora em condomínio fechado, cercada de toda segurança, que ela nalgum momento não se exponha aos riscos que todos nós, enfrentamos na vida hodierna. Sra. Daniela me desculpe, mas a sra. só foi mais uma a engrossar os números dessa estatistica cruel que assola o cotidiano de todos nós. Valha-nos quem?

  4. Clementina de jesus

    18 de fevereiro de 2012 - 18:53 - 18:53
    Reply

    Se fui muito pesado me desculpe, na verdade minha intenção não foi ofende-lo, apenas quero que você entenda que esse é o espaço democrático, e talvez a maior ferramenta já inventada que possuímos com uma segurança maior de represaria, sem restrições de um candidato a ser exterminado, podendo desabafar nossas angustia, sem distinção, lógico sem ofensa as pessoas que não estão em questão, mais infelizmente os políticos querem perpetua seus cargos públicos, como se fossem dono de um titulo remido, se você impor o que eles não tem (estudo), mais de 80% dos internautas e Blogueiros perdem o acesso! E ai, ninguém vai poder questionar e manifestar seus anseios, esse é o nosso espaço de cobrar responsabilidade e compromisso de tem obrigações e só promete em todos os momentos, mas na pratica é só corrupção!
    Raimundão, peço desculpa e fique com Deus!

  5. Raimundão

    18 de fevereiro de 2012 - 16:52 - 16:52
    Reply

    Clementina, lendo é que se aprende,mas desse jeito, a gente vai desaprender o pouco que sabe, olha o que acontece nas Redações dos Vestibulares. E vc nem conhece o meu caráter e me ofendeu me chamando de discípulo de ficha suja, e você, é discípula de quem, de boca suja?.

  6. Sérgio

    18 de fevereiro de 2012 - 06:54 - 6:54
    Reply

    Sra Daniela,

    No Rio de Janeiro os traficantes também amam os policiais que recebem suas propinas. Podem agir livremente.

  7. Clementina de jesus

    17 de fevereiro de 2012 - 20:44 - 20:44
    Reply

    Raimundão, a participação de texto com ortografia correta, não é o principal objeto dos blog criados, mas sim de promover a democracia, a mobilização com a participação popular e ate de cidadania na cobrança das ações públicas, que por sinal, a questão da ortografia e o retrato da política educacional de péssima qualidade, resultado de políticos deflagrados corruptos, como é o caso dos nomes mencionados e batido nacionalmente pelos veículos de comunicação e juristas, como “fixa suja”, pelo uso indevido dos recursos públicos, causando um descompasso e precariedade nas políticas públicas de: saúde, educação, desemprego e ate mesmo de segurança pública, que provavelmente não é o caso dessa família de políticos que insistem em perpetuar cargo políticos de pai pra filhos, promovendo benefícios próprios, querendo inclusive não passar constrangimentos de assalto, coisas que faz parte do dia dia do cidadão paraense e brasileiro.
    Raimundão, você ta parecendo ser um dos discípulos dos homens público “fixa suja”, e que esta promovendo uma defesa acanhada, ou talvez o chute acertado na culatra, bateu em sua boca!
    A comunicação independe da ortografia e redação, mas principalmente o que pensa a população atingida pela má administração pública de políticos que se apropriaram e blindarão os cargos políticos

  8. Raimundão

    17 de fevereiro de 2012 - 12:02 - 12:02
    Reply

    Caro Hiroshi, além da moderação, que é feita com bastante critério e rigor, se fosse possível (talvez seja inviável), seria bom que houvesse uma correção ortográfica nos comentários, ou então o autor do comentário fizesse a correção antes de enviar o mesmo, pois o negócio está brabo meu amigo, tem cada texto, que pelo amor de Deus.

    Grato

    • Hiroshi Bogéa

      17 de fevereiro de 2012 - 14:28 - 14:28
      Reply

      Raimundão, infelizmente não posso fazer isso, mexer em texto de comentaristas. Mas faz assim, leva na boa os erros gramaticais, isso faz parte da blogosfera, esse extraordinário mundo novo da comunicação. Onde houver erros, faz de conta não haver. Abs

  9. Anônimo

    17 de fevereiro de 2012 - 10:15 - 10:15
    Reply

    Ah se a menina Thays tivesse um carro blindado para deixa-lá no colégio…

  10. francisco

    16 de fevereiro de 2012 - 21:36 - 21:36
    Reply

    o sr. daniela lembro-me muito bem quando o governador jader barbalho nos anos noventa equipo a policia milita com gool mil uma verdadeira demagogia com a populçao paraence. isso é que é fala de segurança!!!!!!!

  11. Anônimo

    16 de fevereiro de 2012 - 15:09 - 15:09
    Reply

    Me solidarizo com a moça, em função da violência que só avança em nosso estado. A cada dia uma violência que não tem cara nem ideologia. Mas em relação ao mandatário de Ananindeua. Um recado: o culpado é o povo que o elegeu e o re-elegeu, assim como os eleitores de Belém. Passando por Ananindeua, dá uma vergoinha danada ver aquele mundão de gente em frente à prefeitura, ao relento, às margens da rodovia, esperando ônibus para viajar para o interior e outros estados. Aí, eu me pergunto: Qual o sentimento de um político deste ? de tão pequenez e descaso com a cidadania ? A cena se repete há anos. Anos após anos em frente a prefeitura de Ananindeua e ninguém faz nada. Cadê o MP que não cobra desse alcaíde administrador uma solução para isso. E olha que ele está no poder há mais de 7 anos. ISSO É UMA VERGONHA !!!

  12. Blogueiro

    16 de fevereiro de 2012 - 14:39 - 14:39
    Reply

    Hiroshi,cuidado,pois os comentários estão entrando sem passar pela moderação.

    • Hiroshi Bogéa

      16 de fevereiro de 2012 - 15:54 - 15:54
      Reply

      Estou fiscalizando agora bem de perto, amigo. Moderação total.

  13. Apreciador de Piadas

    16 de fevereiro de 2012 - 13:25 - 13:25
    Reply

    Queirda Sra. Daniela, que Jader Barbalho não pode ser cobrado por todas as mazelas do estado é mesmo verdade.
    Agora, precisamos que alguem responda o questionamento do senador Mario Couto, ainda sem resposta: Como é que alguém que sempre viveu da política, pode ser dono de rádios, jornais, TVs, fazendas, etc.?

  14. anonimo

    16 de fevereiro de 2012 - 12:58 - 12:58
    Reply

    Sra. Daniela Barbalho, não é conversa fiada pois o Sen. Jader Barbalho é a principal figura política do estado do Pará, a mais de 30 anos está “dançando” pelos principais cargos do executivo e legislativo, e sem contar com os cargos de suas lideranças indicadas.

    Nós que pagamos impostos é que temos direito de nos revoltar todos os dias não só com esses chiliques de tentativa de assalto a seu carro blindado. Você nem chegou perto do risco de morte..

    Risco de morte é ta em cima de uma maca nos corredores dos hospitais brasil a fora esperando atendimento.

    É não ter acesso a uma educação de qualidade.

    É não ter água encada, saneamento básico e etc!

    Ah e faça mesmo a pergunta aos policiais militares ou aos servidores públicos … que eles vão dizer direitinho se o SEN. Jader os valoriza.. até porque ele ainda tá no poder..

  15. João do Cavaco

    16 de fevereiro de 2012 - 12:58 - 12:58
    Reply

    Indignação, dona Daniela é morar em Ananindeua e ver a situação aqui cada vez pior tudo porque o senhor Helder Barbalho filho do senador jader Barbalho e da deputada Federal Elcione Barbalho não fica aqui na nossa cidade pra ver as coisas pretas que nos moradores vivemos todos os dias tudo isso porque por aqui falta tudo na saude, educação e também no sanemento e o prefeito foi uma grande decepção pra nós que votamos e acreditamos nele.

  16. Raimundão

    16 de fevereiro de 2012 - 12:31 - 12:31
    Reply

    Está zangadinha é? Então vai passear em Ananindeua, Cidade Nova e adjacências, espera chover e tenta sair de casa, aí sim vais saber o que é sofrimento. Ou então vai para a “parada” de ônibus, espera o dito cujo e quando ele vier, tenta entrar, aí vais saber o que é sofrer mais ainda.
    Isso é só um aperitivo do que acontece por lá.

    Deixa de graça e de ser garotinha mimada, manda o teu marido acompanhar o dia a dia da população para ele ver o que é sofrimento.

  17. Anônimo

    16 de fevereiro de 2012 - 10:30 - 10:30
    Reply

    O marido dela é prefeito, o sogro Senador, a sogra Deputada Federal… Que tal se indignar e chorar para eles? Anda de carro blindado, e desse carro blindado pelo menos o motor e os pneus são nosso (do povo), sabe por quê? Porque o porta malas tá cheio de rã vindo de dinheiro da Sudan

  18. Luis Sergio Anders Cavalcante

    16 de fevereiro de 2012 - 09:23 - 9:23
    Reply

    O Paulo da Graça bem colocou um único exemplo. A reação da Sra. Daniela é normal. Aos que se juntam para dividir o butim, quando se lhes pisa nos calos, isso acontece. Em 16.02.12, Marabá-PA.

  19. Marabaense da gema

    16 de fevereiro de 2012 - 09:13 - 9:13
    Reply

    Parabéns para a sra. Daniela Barbalho que tem coragem de expor as feridas do Estado.

  20. Cidade Nova IV

    16 de fevereiro de 2012 - 09:09 - 9:09
    Reply

    Sra. Daniela Barbalho.
    O seu desabafo, a respeito do quase assalto, eu até compartilho com vc, em parte. Mais, faça um grande favor ao POVO aqui de Ananindeua, que por duas vezes elegeu seu esposo PREFEITO,pedindo a ele, que se dedique e trabalhe como no seu 1º governo,pois todos nós estamos vendo o total abandono de nossa cidade. Peça, em nome dos seus eleitores, que se faça mais presente aqui do Municipio, pois é sabido que a agenda dele é viajando o tempo todo para os Municipios, e ainda mais usandando(supõe-se) o dinheiro público. Fica, portanto nosso apelo, da mesma maneira do seu apelo,por segurança.

  21. João dos santos

    16 de fevereiro de 2012 - 08:34 - 8:34
    Reply

    Daniela, Daniela….

    Se você morasse em Ananindeua, eu digo na cidade mesmo, não num conjunto bacana com toda infra, lhe garanto que pensaria diferente e não teria tão clara essa posição que você toma. Afinal, não é demais lembrar, o seu marido já é prefeitro do município há quase oito anos e basta percorrer um pouco pelas ruas e perguntar pro morador de lá como é que está a situação da administração Helder Barbalho. Pergunte e saberá a resposta.

  22. Olhar Feminino

    16 de fevereiro de 2012 - 08:20 - 8:20
    Reply

    A jovem senhora está zangada, rsrsrs…

  23. Paulo da Graça

    16 de fevereiro de 2012 - 03:06 - 3:06
    Reply

    Nasci em Ananindeua, fui criado no Maguari, nunca fui demagogo ao dizer que amo o meu município. Mas, está insustentável viver sem o mínimo de decência, pois agora 15:30 hs vi um pobre senhor de 75 anos, o marceneiro Victor Ramos*cair num bueiro aqui na Transcoqueiro. Ele não está mais aqui entre nós, porque simplesmente morreu, ainda foi atendido no Hospital Metropolitano, mas não resistiu o pobre homem. Quero Ananindeua de todos e para todos. Quero sair sabendo que vou voltar, que a minha família, meus filhos terão calçadas para andar e não cair em um bueiro aberto por descaso da Prefeitura….chega de propaganda….a Secretaria de Saneamento tem que ser valorizada o seu efetivo aumentado proporcional a população e com os devidos instrumentos de trabalho, além de material para execução dos serviços. Quero e exijo os direitos fundamentais garantidos constitucionalmente a mim e a qualquer cidadão.

    * fato verídico acontecido em 14.02.2012

    O problema é esse: a jovem senhora ataca a ela mesma. Pode-se pelo menos dizer sem medo de errar que trata-se de uma democrata.- cuidado pra não confundir com o partido.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *