A face de Kátia nem tão oculta

Publicado em 4 de maio de 2009

Na coluna deste domingo, 3, de Ilimar Franco, de O Globo (aqui, para assinantes):

A maior bancada setorial do Congresso, a dos ruralistas, está atuando como um partido político desde a chegada da senadora Katia Abreu (DEM-TO) à presidência da Confederação Nacional da Agricultura (CNA).
A entidade está mobilizada, no momento, com o objetivo de fragilizar a legislação ambiental brasileira, com a elaboração de leis estaduais mais brandas. O primeiro assalto ocorreu em Santa Catarina, com a adoção de uma lei local. O passo seguinte será fazer o mesmo com a legislação federal sobre reforma agrária. Os ruralistas querem que os estados passem a produzir leis locais sobre o direito à propriedade.

Está bem informado, o colunista Ilimar Franco. Muito bem informado.

No Sul do Pará, como exemplo, será iniciada campanha junto aos pecuaristas para arrecadação de fundos destinados a financiar trabalho jurídico -, e de mobilização dos congressistas ligados ao agronegócio, com finalidade de alterar muita pontos da legislação ambiental e do curso da Reforma Agrária.