A estrela cai

Publicado em 23 de janeiro de 2010

Ademir Martins deve assumir a Superintendência do INCRA do Sul do Pará, no lugar de Raimundo Oliveira, a qualquer hora desincompatibilizando-se do cargo para disputar vaga à Assembléia Legislativa.

A candidatura de Oliveira ameaça a reeleição de Bernadete ten Caten (PT) como representa divisão de votos na disputa para a Câmara Federal. Nessa faixa de eleitorado basicamente mapeado nos assentamentos do INCRA, o deputado federal Zé Geraldo nadava de braçadas, deixando sobras para Beto da Fetagri , também do PT.

Posta a candidatura de Raimundo Oliveira à AL em dobradinha com o Chefe da Casa Civil da governadoria, Cláudio Puty, o destino de Bernadete pode ser a sala de aula, para onde ela deverá retornar como professora.

O certo é que o INCRA, confirmando-se a nomeação de Ademir Martins, como máquina infalível de geração de votos, tonificará as candidaturas proporcionais da DS no Sul do Estado.

Nos últimos 30 dias, Raimundo Oliveira provou ter o apoio declarado de grande maioria das lideranças ligadas aos movimentos populares. Encontros realizados em Marabá e Xinguara com o público alvo foram marcados pela presença maciça de presidentes de sindicatos rurais, movimentos de sem-terra, cooperativas diversas e de ONGs respeitadas no meio rural.

Além da oficialização do nome de Oliveira como candidato daqueles segmentos, manifestantes deixaram claro o distanciamento da influência de Bernadete Caten.

Isolada, a deputada estadual busca novos caminhos.