À espreita

Publicado em 31 de janeiro de 2007

Correndo por fora, persistente e com tremenda vocação para buscar apoios onde considerar viáveis e inviáveis, o deputado João Salame (PPS) aposta em seu discurso e no poder de convencimento que lhe é peculiar. Mantém-se até agora calado, quando o tema é eleição municipal -, sem, no entanto, descuidar-se de fazer costuras que levem em futuro próximo a viabilizá-lo candidato à sucessão de Sebastião Miranda. No fundo, Salame quer ser o candidato oficial de Miranda.
Amigo do prefeito de Marabá, o deputado estadual sabe das dificuldades que ele terá para viabilizar um nome facilitador da própria sucessão. Diante disso, se coloca nesse vácuo em busca de movimento gravitacional que lhe apresente resultados positivos na hora certa -, jogando e trabalhando com extrema habilidade a conquista da confiança de Miranda.
Vai dar certo? Há controvérsias. Sebastião Miranda – dizem os mais chegados -, só confia nele mesmo, e às vezes com doses de dúvidas.