Hiroshi Bogéa On line

A derrota de Ana

A partir do resultado de domingo da eleição estadual, muitas análises surgirão para tentar explicar a derrota de Ana Júlia para Simão Jatene.

É necessária a compreensão do resultado de uma eleição que teve como um dos participantes governadora tentando buscar a reedição do mandato, sem sucesso – talvez caso ímpar no cenário político nacional.

A primeira tentativa de explicação para a derrota do PT pode ser encontrada no Espaço Aberto, blog do  jornalista Paulo Bemerguy.

Outras considerações, serão feitas aqui neste blog, no decorrer da semana.

——————-

Atualização às 11:10

Edilza Fontes também faz suas considerações sobre o tema.

Post de 

7 Comentários

  1. Anonymous

    3 de novembro de 2010 - 15:09 - 15:09
    Reply

    Camaradas, camaradas… quando percebi que o Claudio Puty, começou a tirar todo mundo do pario, para implantar uma invejosa e concequente derrota a vista do governo da Ana isso aconteceu no encontro no parque dos igarapes, no momento em que o alucinado pensou que poderia ser o todo poderoso, e imediatamente maquinou a queda do Homem forte do Governo, o grande articulador, o que nunca deveria ter saido, tudo começou dai, Puty, para fazer o jogo dos irmãos monteiro pediu a cabeça do Charles Alcantara, ai sim foi o fim da picada, e fez tamta merda, que até se aliar com o PSDB e fez…

  2. Anonymous

    2 de novembro de 2010 - 23:04 - 23:04
    Reply

    Os meninos de Ana Júlia que a levaram para a derrota.André farias, Puty,Marcílio,Maurílio, com toda a suas arrogância, soberba e antipatia conseguiram afastar a governadora do povo, da base e do partido.
    A militância deu um troco, não foi para rua com suas bandeiras.
    Na hora que a governadora procurou os novos aliados, estavam todos escondidos, em cima do muro com medo de se comprometer.
    Em marabá, foi assim os novos amigos estavam todos preocupados,em também fazer sala para o outro candidato que corria o risco de ganhar.
    Uma boa lição, não se deve trocar o amor antigo pelo novo.

  3. Anonymous

    2 de novembro de 2010 - 20:46 - 20:46
    Reply

    Concordo com o André Uchôa.
    E os petostas sabem fazer isso como ningém: andar pelas ruas.

  4. Anonymous

    1 de novembro de 2010 - 19:23 - 19:23
    Reply

    Passamos por momentos difíceis, mas não podemos deixar de lutar. O projeto não pára, ele continua, por isso, esse e um momento de reflexão e de reciclagem. Agradecemos a Ana Julia pelos investimentos e pela siderúrgica em Marabá. Perdemos uma batalha, mas a guerra continua, e estaremos aqui para ajudar na vitoria.
    Jose Soares
    Juventude do PT Marabá

  5. Newton Pereira

    1 de novembro de 2010 - 19:07 - 19:07
    Reply

    Hiroshi, segue a minha reflexão sobre derrota da DS.

    A DERROTA NA DISPUTA ELEITORAL

    Primeiro quero aqui afirmar que o PT saiu vitorioso das eleições de 2010. Elegeu nove deputados estaduais, inclusive o mais votado. Elegeu quatro deputados federais e Paulo Rocha, o nosso senador, teve quase um milhão de oitocentos mil votos.

    Ainda elegemos a primeira presidenta do Brasil, Dilma Rousseff. Reelegemos todos nossos governadores: Jaques Wagner na Bahia, Marcelo Deda no Sergipe. Elegemos ainda Tião Viana no Acre, Agnelo Queiroz no Distrito Federal, Tarso Genro no Rio Grande do Sul. Elegemos também, em chapa coligada, a vice governadora no Amapá, Dora, e o vice no Espírito Santo, Gilvado.

    Fizemos a maior bancada de deputados federais, a segunda bancada no Senado da República.

    Então quem perdeu as eleições no Pará foi a tendência interna Democracia Socialista – DS, grupo da própria governadora, que centralizou o governo e se afastou do partido. Ainda conseguiu eleger um deputado federal e outro estadual, mas perdeu o “principal”: o governo do Estado do Pará.

    Quero conclamar aos companheiros e companheiros para continuar a luta do PT paraense pela melhoria da vida do povo. O governo da DS vai acabar e caberá aos petistas verdadeiros a tarefa de conquistar corações e mentes para o verdadeiro modo petista de governar.

    Saudações Petistas.
    Newton Pereira
    Militante do PT Ananindeua-PA

  6. Andre Uchôa

    1 de novembro de 2010 - 16:49 - 16:49
    Reply

    É Profª Edilza,esta eleição me lembrou uma passagem do livro "Adeus, Senhor Presidente" de Carlos Matus,que ao final da cerimônia de posse de seu sucessor,o Ex-Presidente derrotado se retira e seu motorista lhe pergunta:

    "Para onde, Senhor Presidente?….Leve-me a dar uma volta pela cidade, quero conhecer de novo meu País. há tanto tempo que estou afastado destas ruas."

    Ou seja, é isso que Ana Julia e o PT do Pará devem fazer!!! Voltar humildemente a andar pelas ruas e como foi construído nestes mais de 25 anos,voltar a se unir com o povo,pois é ele que dá legitimidade a verdadeira DEMOCRACIA.

    Um Abraço fraternal,

    André Uchôa

  7. Anonymous

    1 de novembro de 2010 - 15:50 - 15:50
    Reply

    Acho que foi as companhias dela que a levaram à derrota.

    Não precisa de muita coisa pra administrar, mas a competência para escolher bem as companhias, é fundamental.

    O resultado está aí.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *