A conta de cada um

Publicado em 10 de setembro de 2008

Excluindo as prestações de contas dos candidatos João Salame (PPS) e Tibiriçá (Psol), ainda em processamento ou não inseridas na base de dados do TSE, percebe-se pelos números da segunda parcial que a candidatura de Bernadete tem Caten continua no vermelho. Ela arrecadou, até o dia do envio do seu movimento contábil ao tribunal, total de R$ 325.764,50, com despesas 588.226,72. Ou seja, déficit de R$ 262.480,00.

O item que tem exigido mais recursos da campanha de Bernadete é o de locação de veículos, totalizando R$ 204.500,00.

Os custos com produção dos programas de Rádio e TV não passaram ainda de R$ 97.500.
Asdrúbal Bentes arrecadou até agora R$ 273.750,00, com despesas de R$ 176.801,00.

Conforme dados entregues ao TSE, dos três candidatos contabilizados, Maurino Magalhães (PR) apresenta uma receita de R$ 67.500,00, enquanto as despesas batem na mesma casa: R$ 67.365,02.