A Classe Feminina Vai ao Paraíso 3

Publicado em 9 de março de 2007

O poster viveu o Dia Internacional da Mulher ouvindo suas queixas. Elas reclamam, reivindicam, mas sonham e riem, e dizem ser felizes. Na quinta, receberam garantia do gerente do Banco do Brasil de São Geraldo da liberação da linha de financiamento do Pronaf-Mulher. Festejaram. Cantaram em passeata pelas ruas da cidade.
Acompanhando a passeata das Mulheres da Mata, dá para entender com mais profundidade o quanto Lula está sendo importante para destravar o modelo histórico concentrador. A ação de seus governos nos créditos direcionados à agricultura familiar traz à tona a participação das mulheres nos processos produtivos da agricultura familiar.
Com tendência de aceleração nos últimos anos e predominância feminina, a sindicalização no meio rural cresceu 40% entre 1999 e 2004, quase quatro vezes acima da média de todos os outros setores (11,8%).
Espremidas debaixo da pirâmide salarial brasileira, as trabalhadoras agrícolas são hoje, proporcionalmente, o principal motor da recuperação do sindicalismo no Brasil: 65% mais mulheres no campo se sindicalizaram entre 1999 e 2004.

Hoje, o país tem mais mulheres sindicalizadas na área rural do que homens, segundo levantamento do Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho (Cesit), da Unicamp.