Hiroshi Bogéa On line

“A cidade desidratou”

 

 

Texto extraído do perfil do empresário  Ítalo  Ipojucan, no Facebook:

——

 

Para quem ainda acreditava em ALPA, últimos movimentos da gigante Vale dá indícios de que seus projetos em siderurgia estão revistos, coisa do passado.

Eu, que tanto acreditei e defendi essa implantação, tenho que admitir, diante das evidências, por óbvio, um sonho de verão, quente… lascado… 45 graus… à sombra.

A cidade desidratou.

Agora me peguei agarrado na Hidrovia. É, pensava, a hidrovia é o projeto maior. Uma janela mais ampla a pavimentar o caminho do desenvolvimento regional – entretanto, por tudo que ouvi, participei e vi, já tenho reservas ao real interesse na realização dessa obra.

De tanto tentar demonstrar essa importância, já fizemos picada na mata no caminho de Brasília e da capital do estado. Já bradamos e imploramos uma reação da bancada paraense no congresso e…nada. 

No trato com os grandes projetos e sua internalização de recursos e oportunidades, estamos na mesma toada. Sem amparo político em defesa dos projetos regionais, os parcos espaços ainda ocupados estão se esvaindo…escapando, por entre os dedos. 

Abandonados, sem pai, padrasto nem mãe – órfãos – seguem sem rumo, os projetos e seus irmãos, o povo. 

Ainda assim, tem foco de resistência ativa. Poucos e bravos soldados dessa causa permanecem na luta, em que pese a estranha falta de mobilização do Estado, registrada pela CDP em recente documento encaminhado à Assembleia Legislativa, onde se diz perplexa com essa reação, provocada que foi pela própria casa. 

Documento que retrata na íntegra esse comentário, esta de posse da Associação Comercial para acesso e conhecimento de interessados.É extensa e retrata a preocupação do órgão com conclusão dessa obra.

Em matéria recente sobre o tema, escrevi, ” em busca de aliados”, conclamando a sociedade civil e política a unirem esforços nessa luta.

O perfil de um grande aliado se destaca agora com o novo alcaide municipal. Com formação forjada no calor dos grandes embates em defesa dos propósitos sociais, certamente um singular e estratégico aliado nessa busca.

A seguir, acompanhem a última publicação da REUTERS e tirem suas conclusões. 

 

————-
Vale quer diminuir participação de 50% em siderúrgica no Ceará 

DA REUTERS 

A mineradora Vale planeja diminuir a sua participação de 50% no projeto siderúrgico de Pecém (Ceará), no qual é parceira das coreanas Posco e Dongkuk, disse nesta terça-feira o diretor financeiro da companhia, Luciano Siani, durante evento com investidores no Rio. 

Segundo Siani, a companhia está racionalizando investimento em pesquisa e desenvolvimento. 

“Não faz sentido gastar mais que o necessário para criar novas oportunidades”, disse ele ao explicar a intenção da companhia. 

Ele não mencionou qual seria a participação futura da Vale no projeto. 

A Vale anunciou no final do ano passado que pretende investir US$ 16,3 bilhões no próximo ano, 24% a menos que o plano anunciado para 2012, num momento em que a mineradora vê perspectivas de uma demanda apenas “moderada” por minério e metais. 
A usina do Ceará, com capacidade de produzir 3 milhões de toneladas de aço por ano, tem previsão de entrar em operação em meados de 2015.

Post de 

12 Comentários

  1. Neiba nunes dias

    4 de fevereiro de 2013 - 12:01 - 12:01
    Reply

    ALPA
    Já esta na hora da Bancada do Pará dar esclarecimento Projeto da Hidrovia Araguaia/Tocantins: é marca uma audiência por dois motivos fundamentais: para ouvir da própria PRESIDENTE a afirmação de garantia das Obras e a assegurar rapidez em sua viabilização, A obra foi negociada com o presidente Lula, quando o PT governava o Pará, e que é claro que depois de ter investido mais de 1 bilhão par…a a construção das Eclusas e mais de 700 milhões na ampliação do porto de Vila do Conde, o governo Dilma – tem que dar continuidade arrojada do governo Lula- não pode deixar de viabilizar Hidrovia Araguaia/Tocantins por aplicar em torno de 400 milhões que é o que custará a construção do Canal.
    Vamos trabalha bancada paraense, está vindo a próxima eleição! O povo tem que está atentos! Obras do PAC só pra copa do mundo e as olimpíadas.
    Neiba Nunes dias- Presidente -Sindicato dos Metalúrgicos de Marabá

  2. almir

    2 de fevereiro de 2013 - 12:39 - 12:39
    Reply

    A mim nunca enganaram, vi muitos especulando lotes, políticos redentores, falastrões que vieram trazer a boa em troca do voto, numa chantagem descarada, muito me estranha pessoas vividas caírem nesta, nem sei se não estou caindo no conto do vigário e este “desabafo” não faz parte de um script pronto desde o início

  3. Marcus

    1 de fevereiro de 2013 - 11:45 - 11:45
    Reply

    A Vale confirmou ontem a compra dos direitos de uma empresa que explora uma mina de Carvão na Austrália por mais de 150 milhões de dólares. Ou seja, como o Murilo, presidente da Vale, já deixou bem claro, eles vão investir na exploração, não querem saber da siderurgia. Bye-bye ALPA.

  4. Opinião

    31 de janeiro de 2013 - 17:40 - 17:40
    Reply

    Temos q convocar o MST para participar das manifestações contra a Vale, pois eles sabem fazer protestos, nós só sabemos falar,falar,falar e não fazemos nada, chegou à hora.Vamos convocar toda a sociedade do Sul do Pará e fazermos uma marcha até o local do Projeto Alpa para protestar-mos a favor dos projetos q aqui seriam implantados. Chega de lerolero, o minério é nosso e não temos compensação em nada, a nossa energia elétrica q sai da Hidroelétrica de Tucuruí para outros estados não recebe nada, pois o imposto cobrado da energia é pago no destinatário, porra não da mais pra aguentar tanto desmandos contra nosso estado, a matéria prima é nossa, se eles quiserem q paguem para usufruir das mesmas, o q nós queremos é ter o direito de ter as benéfices q a natureza nos deu e da qual não usufruimos nada. ChegaaaaaaaaaaaaaaaaaPorraaaaaaaaaaaaaaaaa.

  5. Luis Sergio Anders Cavalcante

    31 de janeiro de 2013 - 17:26 - 17:26
    Reply

    Não tomo a iniciativa de bloqueio e/ou a retirada dos trilhos porquê sou pequeno(a corda só rebenta do nosso lado). Porém, se o movimento tomar corpo, apoio e serei um dos que estarão na ferrovia se necessario. O Rafael às 12:01 hs. tem razão, a mobilização da população (cadê os nossos representantes políticos ?) é fundamental nesse especial momento. Luciana às 14:40 hs. bem lembrou, a Presidente Dilma virá a Marabá em breve. É a oportunidade que teremos nós, e principalmente os políticos para cobrar a dívida. Em 31.01.13, Marabá-PA.

  6. luciana

    31 de janeiro de 2013 - 14:40 - 14:40
    Reply

    A Dilma vai estar aqui em maraba esses dias, e a hora de organizar a sociedade ára protestar esse pouco caso do governo com a nossa cidade e região.

  7. Hudson Jr

    31 de janeiro de 2013 - 12:34 - 12:34
    Reply

    Rapaz não adianta mais conversar, chega uma hora que a conversa não adianta.. Medidas iguais essa da Vale merecem outro tipo de resposta, uma outra reação.. Infelizmente ninguém toma iniciativa, inclusive I.

  8. JvMarabá

    31 de janeiro de 2013 - 12:24 - 12:24
    Reply

    Eu vou vota NULO ou em BRANCO!!Em 2014 para governador do Estado do PARÁ,independente de partido ou nome..

  9. JvMarabá

    31 de janeiro de 2013 - 12:11 - 12:11
    Reply

    Do coro au menos a CORREA!! Na situação que estar!! Se conseguir au menos o LORENÇÂO, já é uma grande vitória . Todo o sul do Pará e estados vizinhos seram beneficiados. So gado, serão transportados mais de 1.000,000 de cabeçaas por ano.

  10. Rafael

    31 de janeiro de 2013 - 12:01 - 12:01
    Reply

    Muito triste esta notícia. É um banho de água fria. Tínhamos a esperança que com início da hidrovia a Vale, a mesma que tinha dado esta informação, iria iniciar a construção da ALPA. E pior, o projeto da Hidrovia, que entra e sai do PAC, depois jogam pra mesa de avaliação, vive no meio de um jogo de empurra empurra.
    Se a VALE realmente recuar nesse projeto, pra mim isso se encaixa perfeitamente num Estelionato. A população de Marabá foi enganada.
    As vezes sinto um pouco de inveja das manifestações ocorridas diariamente no Egito. Se tivéssemos um pouco daquele sangue, creio que a história seria outra.

  11. ReginaCéliaLacerdaSoares

    31 de janeiro de 2013 - 11:47 - 11:47
    Reply

    O Lula(PT) pediu votos para Ana Julia e Dilma, depois pro JS(PPS), e agora se omite da pendenga. Claramente nos enganou. E pior de tudo. O eleitor marabaense em seguidas pleitos, tem dado mostras inequívocas de suplantação do PT sobre outros partidos, principalmente o PSDB do atual governador. Pela atual situação da questão ALPA no município – parece definitivamente enterrada – em detrimento do CE, ficaremos mais uma vez, como sempre foi(almoxarifado prá Vale), sòmente com a fumaça do trem, enquanto o minerio nos é levado, não deixando quase nada como benefício. 31.01.13 Mba-PA.

  12. Marise Morbach

    31 de janeiro de 2013 - 10:58 - 10:58
    Reply

    Muito ruim para Marabá os presságios que vem do Ceará.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *