Hiroshi Bogéa On line

A cara da Idade Média

Nunca uma ação de governo provocou tanta indignação em setores do agronegócio como a presença de Ana Julia e de sua equipe, nesta terça-feira (17), em Eldorado dos Carajás. Nas últimas 48 horas o responsável por este blog tem ouvido de vozes influentes da economia regional críticas contundentes a decisão da governadora transferir por algumas horas seus despachos administrativos para as imediações da “Curva do S”. Alguns chegam, inclusive, a satanizá-la, ruminando preconceito do tipo “um governante não pode misturar-se aquela laia” – conforme disse a mim dirigente de uma entidade patronal do setor rural.
Registre-se, no entanto, que a grande maioria dos investidores ligados ao agronegócio não faz restrições a programação do governo do Estado.

Post de 

1 Comentário

  1. Val-André Mutran

    16 de abril de 2007 - 06:22 - 6:22
    Reply

    Lúcida, prá lá de lúcida sua postura ao publicar, objetivamente, essa iniqüidade ainda marcada a ferro de deserdado, de extremistas alocados sob o manto indecente do pensamento reacionário praticado nas ordas do setor – sem autorização – representativo rural.

    -Hiroshi.

    Apesar da elegância de optates por omitir o nome desse nacional. Te asseguro que a Faepa jamais contemporizará com gente dessa espécie. Daí a importância de tua matéria.

    Ademais, o setor produtivo é comprometido com a região e está sob profunda -e, espero, alvissareira reflexão.

    Portanto, ao que me cabe no dever do que participo como jornalista dos encontros abertos e reservados de membros da Bancada da Comissão da Agricultura na baia da Câmara Federal, te asseguro que são homens esclarecidos, porém, preocupados com o câncer instalado noutros governos, noutros tempos: A
    desenvergonhada arapuca da ordem jurídica fundiária na Amazônia e particularmente do Pará.

    Fazes ao colocar o dedo em cima dessa ferida, jornalismo da maior relevância.

    Continua…Aos imbecis, a mediocridatade que lhes cabe e isso basta!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *