Hiroshi Bogéa On line
Post de 

72 Comentários

  1. Tocqueville

    3 de dezembro de 2011 - 14:28 - 14:28
    Reply

    Taiguara,

    Tens razão: Paragominas, que elegeu seguidamente bons prefeitos, mudou sua trajetória de cidade violenta e poluída para se converter em cidade verde, limpa, progressista e não violenta . É o modelo a ser seguido, inclusive por Belém que tem como prefeito um larápio e despreparado.

    Mas o que percebo, querido Taiguara, é que os separatistas não querem ouvir a voz da razão. Nós sabemos o que eles querem – as sinecuras do Estado.

  2. Tocqueville

    3 de dezembro de 2011 - 14:25 - 14:25
    Reply

    Prezado Thiago,

    Dizer que vocês vão criar um “Estado modelo” demonstra que tens vocação para piadista.

    Com Asdrubal Bentes, já condenado pelo STF à prisão, Geovanni Queiroz e João (Pizza) Salame, eu sei bem qual é Estado modelar que vocês vão criar…

    Mas, se for para rir, a piada é boa.

  3. Jorge Taiguara

    1 de dezembro de 2011 - 11:34 - 11:34
    Reply

    Ops no texto acima é enfrentam.

  4. Jorge Taiguara

    1 de dezembro de 2011 - 11:32 - 11:32
    Reply

    Caro José das Graça Ribeiro, nunca em tempo algum tive a pretenção de ser dono da verdade, até porque a verdade está no Eterno.
    Eu concordo com você e me solidarizo pelas dificuldades vividas por nós paraenses na saga de construirmos dias melhores, sei muito bem sim das dificuldades que os nossos irmãos infrentam no seu cotidiano.
    O que eu sempre tenho externado aqui, é que todo esse sacrifício, entretanto não tem sido suficiente para melhorar a qualidade do nosso voto. Continuamos a eleger pessoas erradas para nos governar, quantas vezes você ja ouviu falar durante o mandato do atual prefeito em sua cassação?
    O estado não tem nada a ver com a mal uso dos recursos que são repassados aos municípios. É muito fácil culpar o estado por nossas dificuldades e você enquanto cidadão o que tem feito pra mudar essa realidade?
    Porque Paragominas, antes tida como o faroeste, agora serve de modelo de gestão?
    Pense Nisso!

  5. jose das graças ribeiro

    30 de novembro de 2011 - 16:01 - 16:01
    Reply

    E como disse nosso amigo Favaro vaqueijada nao tem sacrificio nenhum te suas regras como todos esportes tem voce precisa axistir uma vaqueijada de verdade Sr.Tocqueville

  6. jose das graças ribeiro

    30 de novembro de 2011 - 15:55 - 15:55
    Reply

    Tocqueville vaqueijada e um esporte tradicional do nordeste brasileiro com duda mendoça ou nao com voce ou nao com o para ou nao com tapajos ou nao com o carajas ou nao ele sempre ira existir agora nos discutindo um assunto tao importante e voce vem me falar em sacrificio da vaca ooo va te catar.

  7. jose das graças ribeiro

    30 de novembro de 2011 - 15:44 - 15:44
    Reply

    Jorge Tayguara voce se acha dono da verdade agora eu queria que voce vinhece sentir na pele o que e u inverno trafegando nas estradas do oeste do para ai eu ia ver voce mudar de opiniao.

  8. Jorge Taiguara

    30 de novembro de 2011 - 15:28 - 15:28
    Reply

    Caro jose das graças ribeiro sonhar nunca foi proibido, a matemática é uma ciência exata, os números conspiram contra o SIM (77).

  9. fávaro

    30 de novembro de 2011 - 09:26 - 9:26
    Reply

    vaquejada não é isso. Caso exista algum “esporte” onde bovinos são perseguidos até a morte, o nome é outro. Vaquejada não é!

  10. jose das graças ribeiro

    30 de novembro de 2011 - 07:03 - 7:03
    Reply

    Jorge Tayguara em primeiro momento voce diz que sao favas contadas depois voce diz se o nao vencer quer dizer voce como eu acredita no sim 77 77.

  11. Tocqueville

    30 de novembro de 2011 - 01:04 - 1:04
    Reply

    Célio,

    A abstenção até pode ser alta, mas temos, se não erro na conta, 1 milhão e meio de eleitores a mais do que o Oeste e Sul somados, então, prezado, a não ser que ocorra no dia da votação um tsunami ou terremoto no Nordeste do Pará, você terá que enfiar a viola no saco.

  12. Tocqueville

    30 de novembro de 2011 - 00:56 - 0:56
    Reply

    A Folha.com publicou uma matéria segundo a qual Duda Mendonça fez uma doação em dinheiro para a chamada vaquejada de Xinguara, um “esporte” no qual as vacas são perseguidas ou caçadas até à morte pelos “desportistas” locais. Coisa de gente civilizada, é claro.

    Segundo a matéria, Duda Mendonça, que é conhecido como praticante de rinhas de galo, não exercita o nobre esporte de exterminar vaquinhas, mas um de seus filhos, sim, se envolve na bela modalidade esportiva.

    E o mais incrível é que alguns internautas de Xinguara ainda defendem a aludida modalidade desportiva na folha.com.br ao comentar a notícia sobre o humanitário Duda Mendonça; um deles chegou a dizer que, se os ingleses caçam raposas, por que eles não podem sacrificar as vaquinhas, ora, pois. Coisa de gente civilizada, é claro.

  13. Jorge Taiguara

    29 de novembro de 2011 - 21:30 - 21:30
    Reply

    É sempre bom estarmos bem informados, essa campanha do plebiscito vai desmascarar muita gente.
    Gente que fez juramento solene para defender e lutar pelo estado do Pará e agora se o Não vencer com que cara vai aparecer perante o eleitorado?
    Os traíras, enganadores do povo, cedentos por cargos e privilégios deverão se submeter a cirúrgia plástica, a qual deverá lhes dar uma nova face, muito embora a carcaça seja do velho traíra.
    Temos que expurgar essa gente da vida pública, de nada adianta separar e entregar os destinos do povo nas mãos dessa gente eivada de processos, gente que ja esteve à frente dos destinos dos municipios e nada fizeram, gente que por vários mandatos trabalharam muito, sim, mas pelo seu enriquecimento, nunca se preocuparam com o bem-estar da população e agora posam de herois a apontar defeitos e culpando o estado por suas incopetências.
    Essa gente insaciável, deveria usufruir das suas riquesas, viajem, mudem-se do Pará, vão para os paraísos fiscais gastar o que voces conseguiram a custa da miséria e do sofrimento dos que podem menos.
    Essa gente que agora se apresenta tão compadecida, mostrando a miséria dos miseráveis, nada mais são que verdadeiros sepulcros caiados.
    Pensem Nisso!

  14. Jorge Taiguara

    29 de novembro de 2011 - 21:04 - 21:04
    Reply

    Como as favas ja estão contadas, vou me reportar ao artigo da Revista Veja desta semana onde o jornalista Roberto Pompeu de Toledo, faz um alerta ao povo do Pará, com relação a participação do Sr. Duda Mendonça (DM) na campanha do sim. Ele nos alerta que o Sr. DM, ja foi de Maluf a Lula e mais ainda que nos anos 1980, ele esteve à frente da campanha que se opunha a um projeto de divisão do estado da Bahia, a Bahia não pode ser dividida o Pará pode?
    DM dizia na campanha pelo NÃO, que dividir a Bahia era como separar o Jorge do Amado, o Dorival do Caymmi, o Rui do Barbosa, o Gilberto do Gil, a Gal do Costa.
    No Pará DM quer separar a Fafá do Belém, o pato do tucupí, o Paulo Henrique do Ganso, a Castanha do Pará.
    Alerta ainda mais para seus triunfos eleitorais, como mago do marketing, bem como seu lado obscuro como réu no processo do mensalão, e sobretudo na eleição de Celso Pitta à prefeitura de São Paulo, com a pirotecnia do Trem Voador, ele ganhou a eleição porém São Paulo até hoje padece com o desvario do DM.
    Fica o alerta e maiores detalhes vide revista Veja 30.11.2011
    Assim ao invés de melhorar vai e afudar mais !
    Estamos de Olho!

  15. Marabaense/Paraense

    29 de novembro de 2011 - 20:41 - 20:41
    Reply

    José das Graças Ribeiro, se houver a Divisão, a única grandeza que vai haver vai ser no patrimônio de políticos e oportunistas que são a favor da Divisão. Deixa de ser ingênuo, bobalhão.

  16. jose das graças ribeiro

    29 de novembro de 2011 - 19:31 - 19:31
    Reply

    Marabaense e Remista peixe e açai e sim o que voces conquistaram agora o file foi nos forasteiro como assim diz voces entao quer file vai conquistar como nos.

  17. Anônimo

    29 de novembro de 2011 - 18:21 - 18:21
    Reply

    A periferia de Belém vai fazer a diferença,Votando no Sim 77,porque e sua melhor opção.esta pesquisa e comprada pelo Já,Já.que está afundando o Pará.Tião para você chegar a Prefeitura de Marabá,só se o Povo de nossa terra não tiver sangue na veia.Nossa gente não gosta de covardes e traidores.está luta e a independência de um Povo.Jatene já era.

  18. Anônimo

    29 de novembro de 2011 - 18:08 - 18:08
    Reply

    Da minha fámilia que vota em Belém.Mourão,Moraes,Marcia,Regina,Marcio,Nilza,Vera,Nirvana,osires,Ariadine.Nasceram em Marabá e conhecem o abandono de nossa região.tem os primos, esposas, esposos e amigos que irão votar no sim 77,77.Os póvos destas regiões tem parentes e amigos na Capital que não pensam como os filhos de papai que não conhecem seu estado e sua história.se conhecessem votariam no sim 77.

  19. Celio

    29 de novembro de 2011 - 16:32 - 16:32
    Reply

    É Tocqueville, (novembro 28th, 2011 at 20:43) a Ana Júlia perdeu a eleição e o Pará perdeu o rumo com Jatene. Mas não tem problemas, a seleção brasileira fez um joguinho em Belém, 25 milhões, depois veio a seleção de dança, mais alguns milhões jogados em mídia, e continua a enrolação da tucanada. O povo de Belém vai sim pra praia, pode apostar, a abstenção na capital vai ser alta.

  20. Marabaense e Remista

    29 de novembro de 2011 - 16:19 - 16:19
    Reply

    Na propaganda do SIM aparecem crianças dizendo que vão votar no SIM, isso é fraude eleitoral, é contra a lei, criança não pode votar.

    rsrsrsrs

  21. Marabaense e Remista

    29 de novembro de 2011 - 14:46 - 14:46
    Reply

    Virigilio Ribeiro e Carlos Batista, se vocês são Paraenses da gema, eu desculpo e até relevo as bobagens que vocês disseram, mas se não são, deixo um recado para vocês, voltem para o lugar de onde vieram e não se intrometam na vida dos Paraenses.

  22. Marabaense e Remista

    29 de novembro de 2011 - 14:33 - 14:33
    Reply

    Virgilio Ribeiro e Carlos Batista, se vocês são Paraense da gema, eu até desculpo e relevo as bobagens que vocês falaram, mas se não forem Paraenses, eu deixo um recado para vocês, voltem para o lugar de onde vieram e não encham a paciência.

« Comentários mais antigos

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *