Piloto do Cessna 210 desaparecido há mais de 15 dias é encontrado vivo

Publicado em 5 de março de 2021

Quem informa é a minha querida jornalista Franssinete Florenzano:

 

Em meio a a tanta notícia triste, um acontecimento cinematográfico e verdadeiro milagre: catadores de castanha encontraram hoje à tarde o jovem piloto santareno Toninho Sena, que estava desaparecido desde o dia 28 de janeiro deste ano, quando decolou de Alenquer em um Cessna 210 de prefixo PT-IRJ com destino à pista de pouso 13 de Maio, área de garimpo no município de Almeirim, levando mercadorias para o proprietário da aeronave, Edwaldo Paiva. Ele está muito magro e abatido, mas conseguiu informar que andou muito pela floresta até esse local, perto do igarapé Puxuri, no distrito de Monte Dourado, limite de Almeirim com Laranjal do Jari (AP) e divisa do Pará com o Amapá.
Os coletores de castanha levaram o rapaz até um operador de rádio amador – único meio de comunicação na mata – e conseguiram contato com a comunidade onde moram, informando os telefones da mãe, Rolene Sena, e irmãos de Toninho, Thiago e Mariana Sena, que fizeram algumas perguntas íntimas para terem certeza de que não se tratava de impostor. As respostas foram as corretas, inclusive o nome do cachorro do piloto, que é Gancho. A família está acompanhada pela polícia e pela FAB para fazer o resgate e a apuração.
No mesmo dia em que o avião sumiu, o fato foi comunicado à Força Aérea Brasileira, que iniciou no dia seguinte as buscas, suspensas no último dia 7. A família não se conformou e sempre acreditou que Toninho estava vivo. Foi oferecido prêmio para quem o encontrasse. A irmã postou vídeos fazendo apelos pelas redes sociais. Dois grupos especializados em busca e resgate, de outros estados, se voluntariaram para ajudar nos trabalhos, além de mateiros (pessoas que vivem e trabalham na mata e conhecem muito bem a região), mas todos os esforços foram infrutíferos. Agora o drama teve um final feliz. #uruatapera