Hiroshi Bogéa On line

Fonte geradora de valores, o empreendedorismo avança em todo o país

Em seu terceiro artigo para o blog, o empresário Alexandre Zucatelli  desenvolve análise sobre a importância do empreendedorismo para o desenvolvimento regional.

A seguir, íntegra do texto:

 

O empreendedorismo como fonte geradora de valores

 

      – Alexandre Zucatelli

 

 

Grandes empresas são fundamentais para a economia do Brasil. Mas são as pequenas e médias que sustentam o país.

Três em cada dez brasileiros adultos entre 18 e 64 anos possuem uma empresa ou estão envolvidos com a criação de um negócio próprio.

Em dez anos, a taxa total de empreendedorismo no Brasil aumentou de 23%, em 2004, para 34,5% no ano de 2015, quando a última pesquisa foi realizada.

Metade desses empreendedores abriu seus negócios há menos de três anos e meio.

Os dados são de pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), feita no Brasil pelo Sebrae e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP).

As pesquisas começaram em 1999 com dez países, mas, desde então, quase 100 países se associaram ao projeto.

Em 2014, a pesquisa atingiu 75% da população global e 90% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial.

No Brasil, foram entrevistadas 10 mil pessoas de 18 a 64 anos das cinco regiões do país.

Na comparação mundial, o Brasil se destaca com a maior taxa de empreendedorismo, quase 8 pontos porcentuais à frente da China, o segundo colocado, com taxa de 26,7%.

O Brasil, como registrado em parágrafo acima, lidera o ranking com 34,5%.

Agora, em 2018, nova pesquisa será feita em todo o país para medir a expansão da atividade.

Acessando a ESTE LINK, você terá acesso  à pesquisa “Empreendedorismo no Brasil 2015.

http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/c6de907fe0574c8ccb36328e24b2412e/$File/5904.pdf

 

 

Tenho sido convidado a dar palestras sobre a importância do empreendedorismo, tema que mexe muito com  minha curiosidade e a certeza do seu valor na consolidação da distribuição de valores a todas as pessoas.

Cada vez mais estudo o assunto e o levo a debates, porque a força dos pequenos e médios negócios aflora em todas as regiões do país, gerando renda e emprego.

Mesmo em tempo de crise, como a que vivemos agora, o empreendedorismo segue em ritmo de expansão.

Quando me perguntam  sobre o significado de empreendedor, explico que ele muda de acordo com o país e a época.

Hoje, temos como aprendizado seguro de que empreendedorismo é o processo de iniciativa de implementar novos negócios ou mudanças em empresas já existentes.

Além do que, os empreendedores são essenciais no mercado, pois são agentes de inovação e estimulam a criatividade.

O que define empreendedorismo é um processo que gera riqueza. O que deve ser algo que agregue valor para o empreendedor e para a sociedade.

Uma vez que emprega tempo, habilidades e recursos necessários, o empreendedor espera satisfação financeira e pessoal, mas também deve estar preparado para um possível fracasso.

O empreendedorismo tem um papel importante no desenvolvimento econômico de um país, estado, região e cidade, pois envolve mudanças na estrutura do negócio e da sociedade, pois além de promover riquezas, também é provedor das mudanças do estilo de vida e de comportamento de consumo de produtos e serviços devido às melhorias que oportuniza, feito este adquirido através de inovações comuns, tecnológicas ou incrementais; ou seja: evolução do produto ou serviço.

O empreendedorismo é o principal fator para o desenvolvimento de uma sociedade, trata-se de buscar oportunidades e recursos a fim de transformar uma ideia em um negócio rentável, o empreendedor tem como principal característica um espírito inovador e destemido, buscando constantemente por inovações e novas perspectivas para seu negócio, porém para ter sucesso é preciso iniciativa, visão, coragem, firmeza e capacidade de organização.

 

O que fazem os empreendedores?

Eles usam seu trabalho para organizar e dirigir os fatores de produção, de forma a atender as necessidades humanas.

No entanto, eles não são apenas dirigentes. São também planejadores, avaliadores de projetos e tomadores de riscos. O sucesso empresarial não apenas é almejado pelo indivíduo, mas também é essencial para a sociedade.

Empreendedores são inovadores capazes de introduzir novos produtos, novos meios de produção, novas formas de organização à variedade. E por saber como usar novas invenções, possuem a capacidade de promover o progresso do padrão de vida da coletividade.

 

O empreendedor deve ser autoconfiante, íntegro, visionário, responsável, disciplinado, focado, ter iniciativa, está atento ao mercado, ser proativo, persistente, criar planejamento, cumprir as promessas, ter comprometimento entre outros importantes.

Nos últimos quatro anos, por todo esse Brasil o desequilíbrio econômico no mercado fez despertar a busca por novas oportunidades em muitos que incomodados passaram a ter a iniciativa de empreender.

Em Marabá isso não seria diferente.

Diversas mudanças estratégicas ocorrendo na grande maioria das empresas em busca do equilíbrio financeiro, fazendo com que obrigatoriamente devido à queda na redução de receita na produção da venda de produtos ou serviços fez com que equalizassem seus custos operacionais,  consequentemente ocasionando a redução do quadro de pessoal contra a vontade de muitas destas empresas, não restando saída em passar a promover muitas pessoas ao mercado de trabalho.

Entretanto, há de se considerar que não existia demanda de trabalho em outras empresas, a taxa de desemprego ficou elevada, onde está até os dias de hoje.

Mas, acreditar em si mesmo e nas possibilidades da necessidade de novos serviços é uma virtude que faz com que passe a existir os Empreendedores que aprendem por necessidade.

Fazendo um reflexão, nos últimos anos em Marabá diversos empreendimentos foram criados por pessoas que eram empregadas em outras empresas, e assim perderam seu posto de trabalho, mas a auto confiança e o otimismo fizeram com que muitos enfrentassem o desafio e novas responsabilidades.

Com isso, muitos negócios apareceram em nossa cidade, comprovando o potencial que cada um de nós tem e a capacidade para empreender, bastando que se tenha Visão, Foco , Disciplina, Persistência, Responsabilidade e Paixão pelo que faz, pois quando você gosta do que faz, a dedicação é tanta que o caminho do sucesso é transformador.

Abaixo, alguns novos serviços que passamos a ter, gerando mais qualidade de vida e bem-estar para as pessoas que vivem em nossa cidade e nos municípios do entorno:

 

– No ramo da alimentação,  abertura de muitas casas de espetinhos , sushis, pizzaria, hamburgueria, lanchonetes.

Exemplos: restaurantes em muitos pontos na cidade, lanchonete na Rodoviária, serviços delivery.

Postos de combustíveis inovaram com conveniências, mini mercados, ponto de encontro de amigos, música ao vivo, bebidas, comidas.

Na área da Educação, abertura de algumas faculdades presenciais e outras, diante da nova metodologia de ensino através do EAD, gerando o surgimento de novos cursos.

No Agronegócio,  abertura de várias empresas no ramo de pecuária e agricultura, fato gerador de eventos como o Dia de Campo em fazendas, com realização de palestras e workshops.

No setor de  Entretenimento, surgimento de diversas empresas especializadas em eventos e festas.

Exemplo,  Amazing , Governo do estado com o Centro de Convenções.

O Marketing Digital  também tem inspirado investimentos em empresas especializadas em comunicação visual, redes sociais, cobertura de eventos, etc.

O setor de Saúde revela também um promissor nicho, já que o surgimento de novas academias tradicionais e Crossfit explodiu de uns tempos pra cá, estimulando o aparecimento, simultaneamente, de grupos de corridas como Viva + e Rumbora.

Entidades em modo geral ( rural, comercial e industrial ) , Evangelismo ; empreendedores sociais, sem objetivo financeiro, mas com foco social visando o bem-estar de toda sociedade.

O próprio crescimento de igrejas em bairros tem sido um apelo para o bem social e educativo das pessoas. Nesse nicho, destaca-se o empenho de segmentos da Assembleia de Deus em atuar socialmente na inclusão de pessoas.

 

Diante disso, defino que os empreendedores são pessoas que se dispõem a criar oportunidades de mercado, lutar pela sua consecução para pôr em prática suas ideias e gerar negócios.

Nos dias 09 a 11 de Maio acontecerá a IV Semana Académica na Faculdade Carajás.

Entre  diversas palestras interessantes que ali vão acontecer, no dia 09 , às 20 horas, participarei de uma mesa redonda com o tema “Como empreender em Marabá”.

Convido a quem tiver disponibilidade de tempo que se faça presente, pois o assunto é importante para o desenvolvimento econômico e social da nossa cidade.

Concluo, ainda, a necessidade que todos nós temos em despertar o desejo de sempre ser melhor a cada dia no que fazemos, estudar muito, estar atento ao mercado e disponível para trabalhar, quer seja empreendendo em um negócio próprio ou em uma empresa como empregado.

O importante é servir para ser servido com eficiência, pois somos trabalhadores, consumidores e aproveito o ensejo para parabenizar a todos os trabalhadores, empregados e empregadores que fazem da nossa realidade melhor, gerando sempre uma nova expectativa positiva que o amanhã sempre será de vitórias.

Parabéns pelo seu dia, parabéns pelo nosso dia: 1º  de Maio, Dia do Trabalhador.

 

(*) – Empresário diretor do Grupo Zucatelli

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *