Hiroshi Bogéa On line

3ª Via: Manifesto propõe nova forma de fazer política e transformação do município de Marabá

 

 

 

A seguir, íntegra do extenso documento assinado por dirigentes políticos e parlamentares que integram a chamada Terceira Via

PV, PDT, PMDB, PT e PPS propõem a união dos marabaenses em torno de quinze temas: Combate rigoroso à corrupção; Investimento em Saúde; Escola de Tempo Integral e uma Educação Melhor;  Valorização do Meio Rural;  Proteger o Meio Ambiente;  Moradia Digna e Regularização Fundiária;  Saneamento e Pavimentação em todos os Bairros;  Esporte, Cultura e Lazer para todos; Motivação do Funcionalismo e ter um bom Serviço Público; Governo parceiro das Instituições;  Respeito aos Partidos e Lideranças, Estimular a Participação Popular; Transporte Bom e de Qualidade; Atração de Empresas e Geração de Empregos; Continuar a Luta pelo Estado de Carajás.

———————–

 

 

 

 

MUDANÇA, JÁ!

DIGA SIM À VIDA. DIGA SIM A MARABÁ. DIGA SIM A CARAJÁS!

 

Marabá é uma das cidades com maior potencial de crescimento do País. Rica, polo econômico da região do futuro Estado de Carajás, com um povo bom e trabalhador. Mas vive dias difíceis.

A situação da saúde pública aflige o nosso povo, com dezenas de bebês e mães morrendo no Hospital Materno Infantil; falta de médicos, equipamentos e medicamentos nos hospitais e postos de saúde. As ruas da cidade estão esburacadas e a periferia abandonada à própria sorte. A população cresce, mas poucas salas de aula foram construídas nos últimos anos. A merenda escolar é fruto de muitas reclamações por parte dos estudantes. Os escândalos envolvendo operações do Ministério Público e da Polícia na Prefeitura revelam que o dinheiro público não vem sendo administrado com transparência e seriedade.

Essa situação de caos político e administrativo vem merecendo o mais forte repúdio da população, que exige MUDANÇA JÁ!

Marabá tem uma das maiores arrecadações do Estado. É um dos municípios que mais recebe verbas do Governo Federal. Tem investimentos previstos na implantação da Alpa, da Hidrovia do Araguaia-Tocantins, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará e vários outros que farão dobrar nossa população nos próximos anos. Se não nos preocuparmos em escolher uma administração séria, competente, transparente e democrática no município os problemas só aumentarão e esse crescimento, ao invés de beneficiar nossa comunidade, vai nos trazer mais problemas.

Diante dessa situação, PV, PDT, PMDB, PT e PPS propõe a união de todos os marabaenses em torno das seguintes ideias:

 

01-COMBATE RIGOROSO À CORRUPÇÃO

É criminoso que o dinheiro público seja desviado numa cidade que tem tantos problemas pra resolver, sobretudo na área de saúde. O novo prefeito e sua equipe devem, logo no primeiro dia, assinar convênios com o Tribunal de Contas da União, do Estado e dos Municípios, além de celebrar parcerias com o Ministério Público, para acompanhar todas as licitações, execução das grandes obras e serviços e realização da prestação de contas. Deve também publicar na internet, mensalmente, toda a receita e despesa da prefeitura, estimulando a população a decidir o que fazer com o dinheiro que é seu, a partir da realização de assembleias populares e criação de conselhos com a participação de representantes da sociedade.

 

02-INVESTIMENTO PESADO EM SAÚDE

É inadmissível que faltem seringas, lençóis, luvas cirúrgicas e outros produtos na rede de saúde do município. Que não existam equipamentos básicos em todas as unidades de saúde como um simples aparelho de eletrocardiograma. Falta gestão na saúde, pois existem recursos, sobretudo do governo federal, para diversos programas. Entregar o comando da saúde para profissionais da área, com reconhecida competência, é uma das primeiras medidas a ser tomadas.

Marabá precisa ter no mínimo mais dois pronto-socorros de urgência e emergência. Um no núcleo Cidade Nova e outro num ponto estratégico da cidade para desafogar o Hospital Municipal e facilitar o atendimento à população. O número de equipes do Programa Saúde da Família (PSF) precisa ser multiplicado para que a medicina preventiva seja eficaz e diminua os custos da medicina curativa. Espalhar pela cidade Centros de Atendimento Odontológicos e campanhas permanentes nas escolas para garantir saúde bucal à nossa gente.

Investir pesado em saneamento básico, pavimentação de ruas, na educação, na cultura e no lazer são políticas complementares que ajudam a tratar bem da saúde do cidadão.

 

03-ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL E UMA EDUCAÇÃO MELHOR

Temos que cuidar dos nossos adultos ainda analfabetos e preparar nossas crianças para o presente e o futuro. É inadmissível que Marabá ainda não tenha no mínimo dez escolas de tempo integral, onde os pais e mães possam deixar seus filhos logo pela manhã para pegá-los ao final do dia. Para que possam trabalhar com tranquilidade e seus filhos possam passar o dia estudando, se alimentando, praticando esportes e cultura e tendo aulas de reforço.

Vamos trabalhar para que a tecnologia de ponta, com o uso de quadros eletrônicos, computadores e outros instrumentos, esteja nas nossas escolas tornando o aprendizado mais agradável e atraente para os alunos.

É preciso investir pesado para reformar nossas escolas e construir outras dentro de elevados padrões de qualidade. Trabalhar diuturnamente para equipar as salas de aula com ar-condicionado, pra não tornar o ato de aprender algo insuportável.

Investir na merenda escolar regional, produzida pelos nossos pequenos agricultores e elaborada por nossas cozinheiras e cozinheiros.

Qualificar e valorizar o trabalho do professor e de todos os servidores da educação. Celebrar parcerias com os governos federal e estadual, com organizações não governamentais e com a iniciativa privada para possibilitar ao aluno carente o acesso ao ensino superior e profissionalizante.

Esse é o caminho pra darmos um salto na qualidade do ensino em Marabá.

 

04-VALORIZAR O MEIO RURAL

Nosso produtor rural convive com extremas dificuldades. É preciso incentivá-lo. Precisamos ter patrulhas mecanizadas exclusivas para a área rural para, em parceria com os fazendeiros, realizar a manutenção permanente de nossas estradas vicinais.

Dotar as vilas da área rural de condições básicas para que se viva com dignidade, com investimentos nas áreas de saúde, educação, infraestrutura urbana, esportes e lazer.

Dar apoio para que o produtor rural tenha assistência técnica, crédito e condições de escoar sua produção deve ser uma prioridade de uma gestão democrática à frente da prefeitura.

 

05-PROTEGER O MEIO AMBIENTE

A melhoria da qualidade de vida dos marabaenses deve ser uma preocupação permanente dos gestores. O combate ao ruído excessivo, a proteção aos rios, o incentivo à pesca artesanal e esportiva, o incentivo ao plantio e replantio de espécies nativas, a arborização permanente da cidade, devem ser ações contínuas da administração, sempre procurando harmonizar essas ações com o crescimento da produção.

 

06-MORADIA DIGNA E REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Marabá tem boa parte de sua área ocupada por pessoas que não tem condições de pagar lotes caríssimos. O poder público deve estabelecer de imediato uma política de construção de casas populares, ao mesmo tempo em que deve negociar com os legítimos donos e os ocupantes de diversas áreas um pacto que reúna a prefeitura, moradores e proprietários para, pacificamente, legalizar todos os lotes.

Ao mesmo tempo a prefeitura deve investir pesado em infra-estrutura nessas áreas de ocupação, com saneamento básico e pavimentação, educação e saúde, invertendo a lógica de investir só no centro da cidade e deixar a periferia para depois.

 

07-SANEAMENTO E PAVIMENTAÇÃO EM TODOS OS BAIRROS

Nos últimos anos pouco se avançou na área de saneamento e pavimentação, sobretudo na periferia. O pouco que foi feito é de qualidade duvidosa e já se desmancha. A nova gestão deve ter o compromisso de buscar o saneamento e a pavimentação de 500 quilômetros de ruas, a um custo aproximado de R$ 300 milhões, para atingir todos os bairros da cidade. Para isso é fundamental a parceria com o Governo Federal e a captação de recursos junto a instituições financeiras nacionais e internacionais.

Saneamento e pavimentação representam qualidade de vida, valorização do patrimônio das pessoas e torna a cidade mais bonita e aconchegante. Deve ser uma das principais prioridades da nova administração.

 

08-ESPORTE, CULTURA E LAZER PRA TODOS

Uma sociedade que não tem investimentos em cultura, esportes e lazer é uma sociedade doente. A juventude, principalmente, precisa ter sua enorme energia canalizada de forma positiva.

Na área dos esportes vamos continuar ajudando o Águia de Marabá, mas também investir pesado no futebol amador e outras modalidades de esportes, com a construção e urbanização dos campos na periferia, apoio aos clubes e realização de diversos torneios e campeonatos.

Na cultura retomar o festival da Canção de Marabá e outros projetos que valorizem o artista da terra, seja na música, nas artes plásticas, no teatro, na dança e outros gêneros. Ao mesmo tempo promover o intercâmbio com a iniciativa privada e com artistas de todo o País que tragam atrações de qualidade e diversão à nossa gente.
Devolver as nossas praças à população é outra prioridade. Hoje, a insegurança, a sujeira e a falta de conservação rondam esses espaços públicos, que devem ser revitalizados e organizados para garantir o lazer seguro à nossa gente.

 

09-MOTIVAR O FUNCIONALISMO E TER UM BOM SERVIÇO PÚBLICO

Sem o funcionalismo motivado é impossível fazer uma boa administração e prestar um serviço de qualidade à população. Combater o arrocho salarial, recuperar o poder de compra dos salários, estimular o servidor de carreira a ocupar cargos de confiança, criar planos de cargos e salários modernos e estabelecer uma mesa permanente de negociação com os servidores devem ser a linha mestra de um governo democrático e popular. Além disso, investir na modernização dos serviços e estimular o servidor com políticas que garantam a promoção dos que se qualificarem e prestarem um serviço de melhor qualidade à população.

 

10-GOVERNO PARCEIRO DAS INSTITUIÇÕES

Só uma sociedade organizada pode superar as desigualdades. Por isso um compromisso central de um governo democrático e popular é estabelecer parcerias sólidas com sindicatos, associações, clubes de serviço, entidades públicas e privadas, com o objetivo de atender aos segmentos mais carentes da sociedade.

 

11-RESPEITO AOS PARTIDOS E LIDERANÇAS

Ao longo dos anos a política em Marabá se caracterizou por inúmeras divisões, acordos feitos e traídos, desrespeito aos partidos e lideranças. É preciso mudar essa história para que Marabá volte a ocupar um lugar de destaque na política do Estado e possa liderar a região. Acordo é pra ser cumprido. Uma gestão democrática, transparente e popular deve estimular a participação de toda a sociedade, inclusive dos partidos políticos, através de uma gestão compartilhada, a partir de diretrizes básicas. Combinar a presença de bons técnicos, com a sensibilidade dos atores políticos deve ser preocupação permanente de uma boa gestão, estabelecendo metas e cobrando resultados das secretarias. Fazer compromissos possíveis de serem cumpridos e transparentes com todas as forças políticas é o melhor caminho para unir o povo de Marabá diante dos inúmeros desafios que temos pela frente.

 

12-ESTIMULAR A PARTICIPAÇÃO POPULAR

O dinheiro é público. As decisões tem que ser do público. Não se admite mais uma administração onde só quem decide é o prefeito, por mais competente que ele seja. Cabe ao povo ajudar na definição das prioridades, ter canais de diálogo sempre abertos e ter informações que permita à sociedade fiscalizar as ações do governo. O debate amplo e democrático do Orçamento e a criação de conselhos de participação popular devem nortear as ações políticas e administrativas da Prefeitura.

 

13-TRANSPORTE BOM E DE QUALIDADE

Com o crescimento de nossa cidade, o transporte passou a ser um dilema cotidiano. Os engarrafamentos e a falta de disciplina dos motoristas tiram a paciência do cidadão. É preciso investir na pavimentação de nossas ruas, na educação do trânsito, na sinalização das ruas, mas ao mesmo tempo harmonizar a gestão dos transportes públicos. Só com o diálogo permanente com as empresas de ônibus, taxistas e mototaxistas, aliado a uma forte e rigorosa fiscalização, poderemos organizar o trânsito caótico de nossa cidade. Buscar a construção de mais uma ponte sobre o rio Itacaiúnas para desafogar o trânsito e criar uma Estação Integrada de ônibus, com a adoção do bilhete único, pra agilizar o transporte nos bairros, devem ser prioridade da nova gestão.

 

14-ATRAIR EMPRESAS E GERAR EMPREGOS PARA NOSSA GENTE

A nova administração deve acompanhar de perto a implantação da Alpa (Aços Laminados do Pará), um empreendimento que vai mudar a cara do município, com milhares de novos empregos. Temos que aproveitar a Alpa para atrair dezenas de outras empresas, aumentar a quantidade de trabalhadores empregados e a renda do cidadão. Pra isso precisamos investir pesado na formação e qualificação de nossa mão-de-obra, estabelecer uma política de incentivos que busque novas indústrias para o município e fortalecer o empresariado local, a partir, inclusive das compras da própria prefeitura. Fortalecer a secretaria de Indústria e Comércio e manter diálogo permanente com o empresariado são políticas fundamentais para ampliar a geração de empregos.

 

15-CONTINUAR A LUTA PELO ESTADO DE CARAJÁS

Em todos os novos estados criados a vida da população melhorou. Os exemplos do Tocantins e do Mato Grosso nos enchem os olhos. O Tocantins, cujo solo é mais pobre que o da nossa região, tem estradas mais bem pavimentadas, boas faculdades, saneamento básico, água encanada e potável em quase todas as residências, salários melhores para o funcionalismo e muitas outras vantagens.

Ter o nosso Estado é a melhor política de desenvolvimento que podemos sonhar. Portanto, o novo governo de Marabá deve ter um compromisso claro de continuar a luta pela criação do Estado de Carajás, que recebeu no plebiscito o apoio de quase 95% dos eleitores de Marabá. Não podemos aceitar a postura de políticos que lutaram contra o nosso sonho e de outros que se esconderam da luta. No momento que mais precisamos deles não abraçaram a nossa causa. É preciso dar a resposta a eles agora, escolhendo para governar nossa cidade quem lutou e tem compromissos com a criação do Estado de Carajás.

 

 

 

ASDRÚBAL BENTES                   BERNADETE TEN CATEN        JOÃO SALAME NETO

Deputado Federal – PMDB        Deputada Estadual – PT                    Deputado Estadual

 

ITALO IPOJUCAN                        LUIZ CARLOS PIES                     JORGE BICHARA

Dirigente do PMDB                              Dirigente do PT                          Presidente do PV

 

JÚLIA ROSA                                  HAROLDO JÚNIOR                      TOINHA CARVALHO

Vereadora – PDT                                   Dirigente do PV                                 Vereadora – PT

 

GILSON DIAS                                BIA CARDOSO                              LUIZ BRESSAN

Presidente do PPS                   Suplente de Senadora  – PPS       Presidente do PT

 

EDIVALDO SANTOS                   

Vereador – PPS

 

Post de 

31 Comentários

  1. Francisco Sampaio Pacheco

    16 de maio de 2012 - 16:00 - 16:00
    Reply

    Concidadãos

    Na quietude da noite, lá fora soprava um vendo frio, me debrucei sobre a janela apreciando as ESTRELAS e a LUA com sua DIGNIDADE! Dignidade? Pensei com meus botões! Sim D I G N I D A D E!

    MEUS CAROS CONCIDADÃOS,

    Eu que nas minhas andanças fico procurando algum governante com DIGNIDADE e, da minha janela vejo em pleno espaço sideral. ESTRELA com sua luz própria e a LUA, esse corpo celeste girando em torno da Terra com toda uma Dignidade!

    Mas em qual dos politiqueiros eu poderia encontrar essa característica nobre?
    Esse respeito pelos sentimentos dos eleitores? Não, essa qualidade só é possível encontrar quem é realmente digno!
    Eles prometem falsamente construir grandiosos hospitais com todos os equipamentos necessários, grandiosas escolas que somente em sonho é possível fazer! E assim eles procedem enganando o POVO. Porém meus concidadãos, destruiremos, o trabalho desses mentirosos falsários, dos hipócritas e tiranos abusando da sua autoridade!
    Vossas almas estão famintas por um governante que tenha DIGNIDADE, sei que vossas almas estão famintas por mais um pedaço de pão e um copo de vinho!. Não vamos pensar que a morte é a única coisa que resta para os miseráveis! Lutemos contra os tiranos ambiciosos maquiavélicos!
    Amigos tenham em mente: o rio, o mar tem sua vazante e cheia, os anos suas estações, temos a justiça que falha, que vacila, mas não morre!
    Humildes eleitores, tenham em mente, quando a morte chegar levará consigo a infinita bondade de DEUS! Tiranos tenham em mente, quando a morte chegar levará consigo o peso do escudo feito de lama sobre o peito, fazendo companhia na solidão da sepultura!
    No ajuste das contas, cada um saberá o que vos espera!
    Caros concidadãos, não podemos deixar o “PATRASMENTE” são e salvo, nossas consciências jamais nos deixará sossegado. Para que assim o amanhã e o depois de amanhã possam lhes trazer de volta o sorriso e, dizer: Bola pra frente e ordinário macha!
    Ai então, comerás teu pão e beberás o vinho com o coração alegre!

    Saudações!!!

  2. Francisco Sampaio Pacheco

    15 de maio de 2012 - 16:15 - 16:15
    Reply

    Amigos,

    Politiqueiros unidos? Não generalizando!
    Confesso que eu sou queria entender!!

    Fala sério Valérios!!!

    Odorico Paraguaçu em “O BEM AMADO” Vamos esquecer o PATRASMENTE e vamos pensar só no pra PRAFRENTEMENTE! Bola pra frente e ordinário macha!!!

    Saudações!!!

  3. ANdre

    15 de maio de 2012 - 09:42 - 9:42
    Reply

    Ei, Hiroshi

    Este Edvaldo do PPS é da casa do Tiao Miranda…Um espiao. Quer ser vice do Tiao.

    Mas, no entanto, porem, todavia, acho interessante a uniao ou colaizão dospoliticos contra o retrocesso (Tiao) e a Mesmice (Maurino).

    De qualquer modo outro administrador com visao diferente e tecnicos novos e reciclagem dos antigos que não tem motivação nenhuma para trabalhar na prefeitura a nao ser que obtenha vantagens ilicitas será muito bom para Marabá.

    Precisamos dar incentivos a empresas de fora para se instalarem em nosso municipio, investir em melhores salarios e em saude e educação multiplicado por 100.

    É valido esta uniao!!

    E com relação ao meio ambiente, concordo com a seguinte situação: Incentivar os moradores a plantar e os que tem mater uma arvore em cada frente de casa e o erario em troca dar desconto no IPTU.

    Ciclovia. Alargar as ruas, pois os moradores gananciosos estao avançando seus lotes diminuindo o passeio ou calçada. Dar alternativas de locomoção de veiculos da nova pela folha 33 ou 35 e da velha pela vila do rato ao Amapá em ponte metalica somente para veiculos leves desafogando a duplicação que daqui uns 5 anos vai estar caotica de novo.

    Tem que ser mais discutido e assinado um documento, como este, com a participação da população de Marabá, que a contribuir para tal.

    Resolver o problema do muro do Sesi, que fica perigoso trafegar por lá de dia e de noite. É assalto na certa. Sugiro aos admistradores do Sesi locar 10 metros por 10 metros ou seja 100m2 a frente do muro onde passa as via de fundo e laterais para o comercio local. Ganhariam muito mais assim e daria vida ao bairro e segurança tambem, alem de desviar o comercio sufocante da Nagib Mutran para outros lugares.

  4. Alberto Lima

    15 de maio de 2012 - 09:36 - 9:36
    Reply

    Sempre a mesma coisa!
    Basta chegar proximo de eleicao que as figuras repitidas nesse albuns dao as caras novamente!
    Isso parece uma praga que se espalha pelo pais inteiro!
    Sera que ninguem percebe que essas coisas sempre sao ditas mas apos a eleicao tudo volta as er com antes!
    Temos eh que criar uma quarta, quinta, sexta,… Enesima via, e estirpar de bvez esse bando de “viciados em politica”. Talvez assim esse Brasil mude. Pois com esses caras tudo permanecerah como antes.

  5. Augusto

    15 de maio de 2012 - 09:21 - 9:21
    Reply

    Hélio,
    Não há como comparar Marabá com Paragominas. Lás eles têm o que pouquíssimas cidades paraenses têm: um prefeito administrador e não político! Ele sabe exatamente como administrar o dinheiro público e elencar prioridades, diferente do nosso prefeito, que até pra falar se enrola. ..

  6. Anônimo

    15 de maio de 2012 - 09:20 - 9:20
    Reply

    É, realmente qusae tudo que dizem é verdade. Mas lembre´-se dos prefeitos que levaram Marabá a isso. Tião passou 16 anos no poder. 12 entre prefeito e vice, e 1 como secretário de obras. Maurino desandou mais ainda. Por isso, o que não dá mais pra aguentar é um Tião ou um Maurino na Prefeitura. Eles já tiveram chance e Marabá está do jeito que está. Temos de oportunizar uma nova candidatura: João e Ítalo; Jorge e Ítalo, João é Jorge, ou algo do gênero. Mais do mesmo é que não dá.
    Essa é a minha opinião.

  7. Hélio

    15 de maio de 2012 - 01:01 - 1:01
    Reply

    O moradores de Marabá parecem que não se deram conta ainda do abismo entre a condição atual da cidade e o status de capital que esses políticos esperam. A falta de saneamento básico, de água mesmo, é acachapante pra qualquer visitante. O trânsito é uma bagunça. A violência e a criminalidade são onipresentes. A cidade é cheia de estudantes, mas lê-se pouquíssimo, só uma livraria decente na cidade, que vive a maior parte do tempo vazia. Ninguém sabe quem é o prefeito, não há liderança na política local. Paragominas tá a anos-luz em termo de organização comparado com Marabá. Não adianta culpar Belém por esses desmandos. Se Marabá é espelho para o futuro estado de Carajás, a visão é extremamente desanimadora.

  8. Anônimo

    14 de maio de 2012 - 21:40 - 21:40
    Reply

    História pra boi dormir. A grande maioria desses nomes que assinaram abaixo do Manifesto já tiveram oportunidade de mudar algo e nada foi feito. Não passa de uma lista de nomes de políticos obsoletos, aspirantes a políticos e empresarios ambiciosos. É risivél a quantidade de “Moisés” que aparecem em ano de eleicão; salvadores de Marabá!

  9. Utopia

    14 de maio de 2012 - 20:06 - 20:06
    Reply

    Agora gostei. Nao so Maraba mas todo O Mundo ira mudar…Poxa em pensar que eles estavam sempre ai e so agora encontraram a formula para a soluçao dos problemas? Po…q caras “paias”…
    kkk chega a ser patetica essas ideias. é uma ofensa ao povo sofrido dessa terra tao calejados de tantas mentiras e promessas quebradas(“esquecidas”). Nao existe papai noel muito menos coelho da pascoa, a intençao deles é sempre as mesmas, o q nao é preciso nem repetir. Por essas epocas sentimos o vento da esperança e do fim dos problemas soprarem fortes, nos dando a falsa sensaçao de que “agora vai”, agora iremos ver a cidade do jeito q queremos…ai depois passa a ventania e chega a tempestade da verdade nua e escancarada….”Ate quando vc vai levando, porrada, porrada? Ate quando vai ficar sem fazer nada?”

  10. Anônimo

    14 de maio de 2012 - 19:15 - 19:15
    Reply

    Senhor Blog, com esse grupo formado, parece-me que vai rolar novamente a dobradinha Tião prefeito e Italo vice, claro, se o Sen. Jader permitir.

  11. Emival Santos

    14 de maio de 2012 - 18:41 - 18:41
    Reply

    E muito interessante, agora todos tem a solução dos problemas de Marabá, tem vereador(a) ai nesse meio que mamou muito e ainda mama, e agora que esta vendo o prefeito em desgraça etá abandonando o barco, infelizmente Marabá não tem ninguem honesto com coragem de assumir essa broca, porque ninuem fala no GILBERTO LEITE esse sim e administrador

  12. Souza Paes

    14 de maio de 2012 - 18:37 - 18:37
    Reply

    Parabéns aos partidos que lançaram a idéia da terceira via. Marabá não pode ficar refém de Maurino e Tião. Um é ruim demais de serviço e o outro arrogante demais. Podem contar comigo

  13. anônimo

    14 de maio de 2012 - 17:53 - 17:53
    Reply

    O Analfabeto Político

    O fato novo nesses Partidos Políticos é a sua independência em relação aos Partidos dos políticos profissionais, bem como, a capacidade de se articularem numa frente ampla, reunindo no mesmo cordão, os desejos sociais e econômicos da sociedade marabaense.

    Ao se agruparem, passam a ideia de mais numerosos e atuantes, são vistos como os novos salvadores da pátria, onde a democracia é descoberta como a expressão da vontade popular e coletiva – não havendo espaços para a discórdia e os interesses pessoais e de grupos.

    Parte-se do pressuposto de que, só agora, em ano eleitoral municipal, a luz vermelha acendeu, despertando a necessidade do consenso pluripartidário e, de que, “Marabá é uma das cidades com maior potencial de crescimento do País. Rica, polo econômico da região do futuro Estado de Carajás, com um povo bom e trabalhador. Mas vive dias difíceis.”

    Não sei se entendi bem essa nova forma de fazer política em Marabá, mas, a convicção que tenho diante do momento e do proposto, é que sou um ANALFABETO POLÍTICO.

    P.S: Política 2.0, uma nova forma de fazer política – A campanha eleitoral de Barack Obama para as eleições presidenciais dos Estados Unidos da América em 2008 teve grande importância no que diz respeito à comunicação política, publicidade e relações públicas. No curso da campanha foram utilizadas estratégias de comunicação até então não empregadas em campanhas políticas.

  14. Outra via

    14 de maio de 2012 - 17:16 - 17:16
    Reply

    A via mais segura é a quarta via, com o PSOL.

  15. Anonimo

    14 de maio de 2012 - 16:09 - 16:09
    Reply

    Concordo em número, gênero e grau com Jorge Santos.

  16. Anonimo

    14 de maio de 2012 - 16:07 - 16:07
    Reply

    Essa tal de terceira via seria perfeita se não tivesse a assinatura dos tais políticos em baixo, até porque todos já tiveram a oportunidade de trazer estas mudanças para Marabá e NUNCA se quer tentaram… Agora eles veem com esse papo pra boi dormir…

  17. ruanita

    14 de maio de 2012 - 15:45 - 15:45
    Reply

    Meu Deus! A ambição é tanta que até proposta muuuuuito difícil de se realizar está escrita como promessa mesmo. KKK será que os paraenses são tão iletrados assim? Fala sério! só caem nessa os tolos comprados com o nosso próprio dinheiro – dos impostos.

  18. Antonio Carlos Pereira

    14 de maio de 2012 - 15:36 - 15:36
    Reply

    Caro Hiroshi, Carta de Intenções, Manifesto, tudo bem. Caso se consiga tirar pelo menos a metade da teoria para a prática, já teríamos um imenso ganho. No tópico 01 Combate Rigoroso à Corrupção, me preocupa sobremaneira, haja vista, o PMDB ser um dos componentes da aliança, cujo cacique-mor parauara, chama-se Jáder Barbalho, raposa velha da política nacional, que não costuma apoiar ninguem sem retorno igual. Assim sendo, e mesmo considerando que o STF o tenha inocentado quanto à aplicabilidade da Lei da Ficha Limpa, sabemos o quanto é verdadeira a acusação. A figura sempre viveu/vive da políti(ca)(lha), logo, com os ganhos de função, não poderia ter o imperio de comunicação que hoje detém. Há, aí, sob a minha ótica, uma contradição. Em 14.05.12, Marabá-PA.

  19. Quem viver verá!

    14 de maio de 2012 - 14:33 - 14:33
    Reply

    O grupo foi formado há pouco tempo, por isso o manifesto foi lançado agora. E não, nem este manifesto e nem nada ressuscita os mortos. Mas com uma boa administração, é possível recuperar estradas, ter um bom índice de desenvolvimento educacional e melhorar a saúde. O que não dá é asfalto de péssima qualidade, sem tratamento sanitário; falta de politica fundiária e descaso com nossa região sendo contra CARAJÁS, com fez o Tião. E nem pra continuar como está, com o desprefeito Maurino. Essa terceira via veio pra ficar. E vai dar trabalho!
    Já ia esquecendo. É óbvio que existe um interesse, o de ganhar a prefeitura.

  20. Jorge Santos

    14 de maio de 2012 - 14:07 - 14:07
    Reply

    Lá vem de novo essa conversa pra enganar trouxa. O estado de Carajás não vai existir pelo menos nas próximas décadas porque simplesmente já houve o plebiscito. Marabá não vai sair do buraco tão cedo com esse grupo político que se reveza no poder. Tem muita gente despreparada pra votar que vende o voto por qualquer tostão. Criem vergonha na cara e comecem a trabalhar honestamente em vez de ficarem iludindo a população.

  21. Abigail

    14 de maio de 2012 - 13:52 - 13:52
    Reply

    É pra ler tudinho? Tudinho mesmo???
    Leio, pra depois cobrar tudinho também.

  22. Ana Maria

    14 de maio de 2012 - 13:39 - 13:39
    Reply

    boa tarde, eu so queria saber se o sr, prefeito vai fazer parte dessa carta se ele for eu estou fora ok cuidado eu acho melhor nem ele sabe ok

  23. Eleitor

    14 de maio de 2012 - 13:25 - 13:25
    Reply

    Anônimo das 12:11, faço de suas as minhas palavras. E digo mais: aí nesse bojo tem gente que tem mandato e nada vez. Vai fazer somente se tiver na prefeitura? Isso já era esperado por parte deles. Isso é o máximo que esse grupo tem a oferecer.

  24. Pedro Nunes

    14 de maio de 2012 - 12:53 - 12:53
    Reply

    ô da tempestade: quem planta idéias colhe trabalho. Esses partidos já decidiram que vão lançar um candidato único a prefeito. E ao invés de dizerem que vão perseguir os outros, como anda fazendo um candidato que já se diz eleito, eles estão apresentando propostas pra sociedade debater. Esse é o caminho. Pros desanimados e pessimistas um aviso: é preciso tentar até a gente acertar. Ficar só reclamando não vai adiantar nada. E a terceira via é o que melhor pode ser apresentado nesse momento. João Salame, Italo, Jorge Bichara, Asdrúbal e o PT são um bom time. Com defeitos como todos, mas melhor do que os times que estão em torno do Maurino e do Tião. Vamos acreditar!

  25. Anônimo

    14 de maio de 2012 - 12:42 - 12:42
    Reply

    Falam que em época de eleição os Políticos sempre aparecem com essas propostas.
    Mas na hora do “vamo ver”, de peitar a Vale pra implantar a Alpa, de peitar o Governo Federal e Estadual pra aumentar investimentos pra Marabá, quem resolve a parada…

    OS POLÍTICOS.

    Os anônimos que estão cansados da mesmisse de candidatos, dos Políticos que aí estão, poderiam mostrar a cara e se candidatarem.

    Vamos deixar de hipocrisia.

    Achei válida a iniciativa do texto, MARABÁ precisa de união daqueles que pretendem melhorar a cidade, sejam Políticos ou Não.

  26. Anônimo

    14 de maio de 2012 - 12:11 - 12:11
    Reply

    toda vez é essa palhaçada de que é preciso mudar! toda vez que começa o ano eleitoral é isso! muitas propostas boas, manifestos, muitos discursos bonitos de que agora é preciso mudar, e um bando de abestados acreditando no sermão de sempre!
    e os politicos como sempre, se articulando de forma diferente, porém com os mesmos objetivos, que não é melhorar porra nenhuma! o objetivo é o poder!
    basta ver que mais de 90% dos politicos que vão concorrer a aleição já estão no minimo a 4 anos exercendo algun cargo parlamentar, outros já estão há 30 anos, e a situação parece continuar a mesma! vamos acordar povo Marabaense!

  27. quem planta chuva, colhe tempestade...

    14 de maio de 2012 - 12:09 - 12:09
    Reply

    que lindo!!! mas por que só agora? este lindo manifesto ressuscita os mortes? fecha os buracos das estradas? recupera os 3 anos de péssima educação que Marabá teve? já sei estão fazendo isso sem nenhum interesse… com toda certeza o que vai no manifesto é verdadeiro, mas por que demorou tanto?

  28. Carlos Souza

    14 de maio de 2012 - 11:41 - 11:41
    Reply

    Papai Noel está equivocado. O Jorge Bichara apoiou o João Salame na última eleição pra prefeito e o Italo apoiou a Bernadete. O Manifesto tem lacunas, mas é muito bom, e revela pela primeira vez os partidos se preocuparem em fazer uma carta de princípios antes de se unirem por meros projetos pessoais. Parabéns.

  29. Anônimo

    14 de maio de 2012 - 11:20 - 11:20
    Reply

    Acredito nesse movimento. Meu voto será de apoio a chapa que sair desse grupo político. Chega de Maurino e Tião.

  30. papainoel

    14 de maio de 2012 - 11:10 - 11:10
    Reply

    engaçado toda vez que um grupo se une sempre aparece esse tipo de proposta engana besta, é só lembrar das 70 promessas do Maurino, Jorge, Italo, vamos sair fora desse grupo da enganação, o povo de marabá ta cansado…………… fala sério.

  31. Augusto

    14 de maio de 2012 - 10:54 - 10:54
    Reply

    mt bom mas não vi nada referente ao enfrentamento imediato da violência que domina a cidade.
    claro que pesados investimentos em educação e geração de empregos (entre outros) trarão resultados a longo prazo, mas é preciso fazer algo já para diminuir a criminalidade em Marabá.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *