Hiroshi Bogéa On line

Réu é condenado por mandar matar casal de extrativistas Maria e José Cláudio

 

casalA Justiça do Pará condenou, na tarde desta terça-feira (6), José Rodrigues Moreira a 60 anos de prisão em regime inicial fechado pelo envolvimento na morte do casal de extrativistas Maria do Espírito Santo e José Cláudio (foto).

Rodrigues Moreira foi considerado co-autor do crime de duplo homicídio qualificado.

O julgamento aconteceu no Fórum Criminal de Belém, no bairro da Cidade Velha, sob a presidência do juiz Raimundo Moisés Alves Flexa.

Este é o segundo júri que ele enfrenta.

O primeiro julgamento ocorreu em Marabá, no ano de 2013 e o réu foi absolvido.

O tribunal anulou o júri, que foi transferido para a Belém, e decretou a prisão preventiva dele.

Os extrativistas foram mortos por causa da defesa da natureza e dos trabalhadores do campo, em 24 de maio de 2011, no Projeto de Assentamento Agroextrativista Praia Alta Piranheira, em maio de 2011, no município de Nova Ipixuna, nordeste paraense.

A mando de José Rodrigues, José Claudio e Maria foram mortos pelos pistoleiros Lindonjonson Silva (irmão do mandante) e Alberto do Nascimento.

Os dois assassinos foram condenados a 42 e 43 anos de prisão, respectivamente.

José Rodrigues Moreira: condenado
José Rodrigues Moreira: condenado
Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *