Hiroshi Bogéa On line

Prefeito eleito não terá tempo para titubeios

 

Fala-se, entre pessoas ligadas a Tião Miranda, da possibilidade do prefeito eleito extinguir algumas secretarias, entre elas, a de Ação Comunitária,  Turismo, Urbanismo, Segurança Institucional,  Esporte e Lazer, e uma tal de Representação em Brasília.

Extinguir ou incorporar órgãos a outras secretarias.

Não tem outra saída.

O prefeito eleito precisa ser duro em suas decisões iniciais.

Não há tempo para titubeios.

Mas a simples extinção das citadas secretarias, de longe, não resolverá o problema de insolvência da prefeitura de Marabá.

Se não ir mais fundo, encarando de frente a questão da progressão vertical, de nada adiantará esforços para extinguir penduricalhos.

A progressão vertical precisa ser debatida democraticamente com o setor educacional, visando uma renegociação sobre os índices percentuais da promoção funcional.

Os atuais parâmetros de dar até 150% de progressão, são inviáveis, pelo menos nesse período de desaquecimento da economia brasileira.

Se o prefeito eleito quiser dar a volta por cima, nos próximos dois anos, recolocando nos trilhos a situação  econômico-financeira do município, essa questão precisa ser discutida, para atender aos lados envolvidos.

 

Além das dificuldades cotidianas a serem enfrentadas por Tião Miranda, a perspectiva dos obstáculos serem avolumados ganha peso com a aprovação da PEC  que limita os gastos públicos, em fase de aprovação no Senado.

As prefeituras serão frontalmente atingidas nos próximos dois anos, porque com a redução dos recursos do Governo Federal, estados e municípios terão também recursos reduzidos, atingindo diretamente as obras municipais.

O abastecimento e a renovação das maquinas ficarão dificultados, anunciam economistas que analisam o impacto da PEC no dia a dia das prefeituras.

Hoje, municípios são obrigados a investir 15% em saúde e 25% em educação.

Como o governo federal, com a redução de gastos públicos, pretende deletar significativos percentuais destinados hoje à Saúde e Educação, a pressão de demandas das populações sobre os prefeitos recém eleitos ganharão mais volume, obrigando prefeituras a a segurarem os índices de 15 e 25% em Saúde e Educação, ou ainda aumentando-os.

Onde encontrar grana para tal?

Post de 

7 Comentários

  1. POlitico

    12 de novembro de 2016 - 08:49 - 8:49
    Reply

    Tião disse que não tem compromisso com ninguém e sim com a cidade. Então vamos ver se ele vai enxugar a maquina, muita gente ganhando absurdo quase 3.000R$ na prefeitura só para fazer folha frequência, receber e entregar documentos, vamos ver se vai cortar esses divinos salários. Concursados estão sendo prejudicados por muitos contratados com salários absurdos. alias esses que possuem divinos salários, são protegidos de um certo vereador reeleito, que sempre mandou em uma secretaria x. Espero que o Tião veja isso, se bem que tem gente nessa gestão q fala mau do tião,e agora ja tão armando o teatrinho para n fica de fora da nova gestão, principalmente galerinha cedida de outros órgão.

    • BOM SENSO

      13 de novembro de 2016 - 18:07 - 18:07
      Reply

      Caro amigo “POLITICO” ate parece que vc vive a situacao narrada, pois nao esta acrescentando nenhum item, muito pelo contrario pelo tamanho do texto fizeste muito bem suas colocacoes, e atesto as acusacoes citadas por vc, bem como compartilho sua indignacao.

  2. Afism-Carajás

    11 de novembro de 2016 - 23:37 - 23:37
    Reply

    Onde encontrar grana para tal?

    RESPOSTA: Aumentando a arrecadação própria do Município! Investindo em ferramentas e estrutura da Secretaria de Fazenda do Município. O sistema atual é uma negação. Mais atrapalha do que ajuda! Ele é responsável por cerca de 80% dos erros existentes dentro daquela secretaria. Fica a dica!

  3. Francisco

    11 de novembro de 2016 - 18:07 - 18:07
    Reply

    Delegado vai passar a perna no Tiao… Veremos. ..kkkk

  4. Serv público

    11 de novembro de 2016 - 17:30 - 17:30
    Reply

    Infelizmente alguns desses vereadores sanguessugas que não conseguirão se reeleger vão assumir alguma secretaria ou um cargo comissionado de alto escalão como recompensa por terem contribuído na destruição de nossa cidade,essa é a verdade!
    Deveriam ser banidos da vida pública,isso sem falar nos que conseguiram a reeleição principalmente um tal de…que nunca é oposição de gestão alguma.

  5. Maraba

    10 de novembro de 2016 - 18:00 - 18:00
    Reply

    Aceita que é melhor , o povo não erra três vezes não pode ter certeza , chega de cai em tanta mentira as dos últimos oito anos

  6. Joaquim Dias

    10 de novembro de 2016 - 13:15 - 13:15
    Reply

    Se titubear, o delegado abocanha – ele ta com sede no pote!!!! Coisa de minimo qdo ver muito doce!!! Vai se melar e repetir o estrago. Apenas um momento profético

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *