Dnit esclarece sobre situação da Transamazônica

Jornalista Lílian Oliveira, coordenadora de Comunicação do Dnit, encaminha esclarecimentos ao blog, em resposta ao post “Transamazônica corre risco de ser cortada na área urbana de Marabá”.

Prezado jornalista Hiroshi Bogea,
Informo que os técnicos da Unidade do DNIT em Marabá já examinaram o local e reportaram a existência de um problema nos anéis que compõem a linha do bueiro, causado pela passagem de água, que vai erodindo o solo. A empresa contratada pelo DNIT para os serviços de manutenção  foi acionada e a expectativa é de que o problema seja solucionado em cerca de 4 dias. Acrescento ainda que a avaliação é de que não há risco de interrupção do tráfego no local.
Esta Assessoria está à disposição para fornecer todas as informações que julgar necessárias.

Lílian Oliveira
Coordenadora de Comunicação Social/DNIT