Hiroshi Bogéa On line

Marginalizado no partido, Wandenkolk deve deixar PSDB

WandenkolkHaveria nome mais preparado para governar Itupiranga do que o do ex-deputado federal Wandenkolk Gonçalves?

Dos que se apresentaram na pré-disputa, não!

Wandinho, como é conhecido entre amigos, é filho da terra, conhece os problemas do município e tem larga experiência no trato com a causa pública.

Com uma virtude raríssima hoje no meio político: não tem ficha suja, e ninguém ouve falar de qualquer envolvimento dele em bandalheiras e corrupção.

Wandenkolk era o melhor nome para concorrer ao pleito, mas o PSDB estadual ajudou a limar o nome do ex-parlamentar, bancando, por debaixo do pano, a candidatura de Adécimo Gomes, comprovadamente dono de uma biografia carregada de tons inapropriados, devido a uma série de irregularidades promovidos durante o tempo em que foi prefeito da cidade – entre elas, acusação de desvio de recursos público  que lhe rendeu condenação do TCM e TCE.

Resultado: o partido bancou o nome de um ficha suja que a Justiça Eleitoral está tratando de neutralizá-lo, provavelmente negando registro de candidatura.

Mesmo sabendo que o nome de Adécimo teria dificuldades para obter registro no TRE, a direção estadual do PSDB não moveu uma palha para fortalecer a pré-candidatura de Wandinho.

Agora, o bogodó tá formado e a ambição pessoal de Adécimo, para voltar ao poder, acima dos interesses da comunidade: ele quer bancar o nome da esposa, candidata preferencial.

No frigir dos ovos, já dá para prever o que resultará da trapalhada: Wandenkolk deixando o ninho tucano.

Pelo menos é o que já se ouve falar da boca de seus amigos.

O ex-deputado federal teria recebido convite, semana passada, do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, para ingressar no PMDB.

Chateado com a forma como foi marginalizado no PSDB, Wandenkolk deve estar analisando seriamente a troca de legenda.

Pelo menos, na prática, ele já demonstrou não se ocupar mais dos interesses do PSDB, ao decidir apoiar a candidatura de Zé Milési (PMDB), em oposição a Adécimo Gomes.

 

Em tempo: a vida pregressa de Adécimo Gomes, sob a lupa do Blog, ao longo dos anos.

Aqui.    Aqui.  Aqui.   Aqui. 

Post de 

3 Comentários

  1. pedro

    26 de agosto de 2016 - 17:14 - 17:14
    Reply

    Esses candidatos velhos pensam que vao passar a vida inteira no poder o milesi já foi casado seus direitos políticos 8 anos sera se foi algo de bom que ele fez nesta administração o senhor vandinho deu o pulo perdido agora tem que se conformar traiu o seu partido se ferrou ele era a bola da vez mais agora so lamentar

  2. Uiltercavalcante

    23 de agosto de 2016 - 15:01 - 15:01
    Reply

    Parabéns ao Wandenkolk por ser ficha limpa mais o amigo esqueceu que o milesi ja ficou inelegível por oito anos

  3. Fernando Janssenm

    23 de agosto de 2016 - 09:54 - 9:54
    Reply

    Parabéns ao Sr. Wandenkolk, que soube escolher quem apoiar, escolheu um candidato que também tem experiência administrativa, principalmente com Itupiranga. Milesi já foi prefeito e vice-prefeito, foi ele quem lutou e trouxe a energia elétrica para Itupiranga, quando a época era motor movido a óleo diesel. Construiu o único hospital da cidade, trouxe a comarca para Itupiranga, os primeiros calçamentos de vias públicas, criou o segundo grau, construiu várias escolas em todo município, além dos projetos junto ao INCRA que beneficiou centenas de colonos, entre muitos outros feitos. É ficha limpa e tem o apoio popular.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *