De Tucuruí a Belém, contrastes e movimento intenso de barcos

Publicado em 24 de maio de 2013

 

 

Quem viaja pelo rio Tocantins, de Tucuruí a Belém, se depara com dois fatos de permanente intensidade:  o movimento agitado do transporte fluvial e o contraste cultural das comunidades.

Ao contrário do que se constata de Marabá a Tucuruí, onde o movimento de barcos quase inexiste, claramente consequência da barragem construída, que travou o tráfego fluvial, cruzar com embarcações é uma constância, à jusante da hidrelétrica, até Belém.

Na viagem de jetski realizada por um grupo de empresários e profissionais liberais membros do movimento “Pelos Rios da Amazônia”, esse fato foi constatado em toda a extensão do rio, a partir de Tucuruí.

Principalmente entre Baião e Cametá, o uso de barcos como meio de transporte dos ribeirinhos ainda é tradição.

Gostosa tradição.

A seguir, mais imagens da viagem dos aventureiros, registradas no trecho Tucuruí a Belém.

 

Vertedouro do Tocantins
Antes de deixar Tucuruí, uma chegada rápida até o vertedouro da hidrelétrica, para a foto indispensável.

 

Cena comum, a partir de Tucuruí: escarpas. No melhor tradução, verdadeiras encostas muito dissecadas e inclinadas. Verdadeiras encostas onde predominam escorregamentos planares e queda de blocos.
Cena comum, a partir de Tucuruí: escarpas. No melhor tradução, verdadeiras encostas muito dissecadas e inclinadas. Verdadeiras encostas onde predominam escorregamentos planares e queda de blocos, fotografada pela Flotilha dos Skisitos.

Vila São Joaquim do Ituquara Baião

Duas imagens acima, Vila de  São Joaquim do Ituquara, distrito de  Baião.
Duas imagens acima, Vila de São Joaquim do Ituquara, distrito de Baião.

UM BELO RECANTO, EM UMA DAS ILHAS DO TOCANTINS, ANTES DE BAIÃO

Parada para repouso 2

 

Três fotos acima, ilhota perdida no meio do Tocantins, a 7 milhas náuticas acima de Baião. Parada para repouso e um banho gostoso.
Três fotos acima, ilhota perdida no meio do Tocantins, a 7 milhas náuticas acima de Baião. Parada para repouso e um banho gostoso.
Passando pelo trapiche da cidade de Baião.
Passando pelo trapiche da cidade de Baião.

 

 

Posto de gasolina, em Baião, sem gasolina. Arriscamos tudo para chegar em Mocajuba, sem pane seco. Deu certo, no limite.
Posto de gasolina, em Baião, sem gasolina. Arriscamos tudo para chegar a Mocajuba, logo abaixo, sem pane seco. Deu certo, no limite.

 

Mocajuba 5
Poster chega a Mocajuba nos últimos suspiros da gasolina disponível. Quase sofria pane seco.
Mercado Municipal de Mocajuba
Mercado Municipal de Mocajuba

 

Abastecendo em Mocajuba
Abastecendo em Mocajuba

 

Ao fundo, orla de Cametá
Ao fundo, orla de Cametá

 

Ao largo da Vila de Maiauatá, distrito de Igarapé Miri.
Ao largo da Vila de Maiauatá, distrito de Igarapé Miri.

 

Abastecendo em Vila Maiauatá
Abastecendo em Vila Maiauatá

 

Abaetetuba
O agitado porto de Abaetetuba com sua concorrida feira à beira do rio.

 

Passando por Vila do Conde
Cruzando  Vila do Conde
Barcarena Caripi
Barcarena: praia do Caripi.