Hiroshi Bogéa On line

2012 chegou!

 

 

Estamos todos muitos próximos daquele momento invisível que separa um ano do outro.

O instante mágico em que são erguidos os copos, em que um lábio é premido contra o outro, em que os corpos se encontram num abraço.

Ao cruzar a linha imaginária que separa o velho do pseudonovo, continuaremos carregando as nossas aflições pessoais. Agora mesmo, nesse exato átimo de segundo, enquanto você separa uma roupa elegante para festejar o recomeço da vida, alguém pode estar saltando do décimo andar por considerar que não vale mais a pena.

No âmbito privado, as neuroses serão as mesmas.

A despeito da virada do relógio, não desaparecerão as calvas à procura de perucas, as barrigas espetadas à cata da dieta ideal, os estômagos ermos correndo atrás do prato de sopa, os peitos pequenos em busca do silicone, os peitos grandes sonhando com o bisturi…

Na esfera pública, os dramas também serão os mesmos. Inocentes culpados. Culpados inocentes. Espertos superados pelos mais espertos. Cofres sitiados. Gestores ineptos. Contribuintes indefesos.

Mas não há de ser nada.

O que seria da esperança se não existisse o desespero? Assim, sem perder de vista o fato de que o passar dos anos sempre rouba-nos algo, o importante, diria Pope (1688-1744), é tentar impedir que o tempo nos roube de nós mesmos.

Vá em frente. Solte os seus fogos.

 

Feliz 2012, leitores amigos!

Post de 

5 Comentários

  1. Jorge Taiguara

    1 de janeiro de 2012 - 11:13 - 11:13
    Reply

    Feliz Ano Novo!
    2012 um novo livro da vida começa com suas páginas em branco, o que iremos nelas escrever? Será que as lições de 2011, nos servirão de base? Será que só foi uma troca automática do nosso calendário? Será que as tão propaladas mundanças acontecerão? O amanhã pertence ao eterno! Somente ele sabe o que acontecerá a cada um de nós, entretanto, se cada um se predispuser efetivamente a deixar a retórica de lado e partir para materialização do que tanto se ouve falar durante os dias que precedem o ano novo, certamente a coisa mudará.
    “O nosso caminho é feito pelos nossos próprios passos, mas a beleza da caminhada, depende dos que vão conosco e participam das nossa conquistas”

  2. Evilângela

    31 de dezembro de 2011 - 20:24 - 20:24
    Reply

    Nossa João Dias, Carlos Drummond é minha paixão!
    Deixo aqui o trecho de um poema dele:

    “Então, meu coração também pode crescer.
    Entre o amor e o fogo,
    entre a vida e o fogo, meu coração cresce dez metros e EXPLODE.
    Ó vida futura! nós te criaremos.” (“Mundo grande”, “Sentimento do mundo”)

    Hora de explodir em 2012: explodir de realizações, explodir de alegrias, explodir de amigos, explodir de desejos realizados, enfim, explodir…

    Hiroshi, que você também possa ver seus desejos explodindo!!!
    Feliz 2012 explosivo para todos!!!

  3. anonimo

    31 de dezembro de 2011 - 20:16 - 20:16
    Reply

    Feliz ano novo a todo nosso povo de Carajas.

  4. João Dias

    31 de dezembro de 2011 - 18:20 - 18:20
    Reply

    Vale a pena ver a vida com um NOVO OLHAR !!!

    (Eu, João Dias…)

    “O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.
    O grande lance é viver cada momento como se a receita de felicidade fosse o AQUI e o AGORA.

    Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais…, mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia? Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho?

    Quero viver bem! Este ano que passou foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões. Normal. As vezes a gente espera demais das pessoas. Normal. A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou. Normal.
    O ano que vai entrar vai ser diferente. Muda o ano, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê? Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?

    O que desejo para todos é sabedoria! E que todos saibamos transformar tudo em boa experiência! Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado. Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim… Entender o amigo que não merece nossa melhor parte. Se ele decepcionou, passe-o para a categoria 3. Ou mude-o de classe, transforme-o em colega. Além do mais, a gente, provavelmente, também já decepcionou alguém.
    O nosso desejo não se realizou? Beleza, não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento (me lembro sempre de um lance que eu adoro): CUIDADO COM SEUS DESEJOS, ELES PODEM SE TORNAR REALIDADE.
    Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso. Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam bem diferentes.
    Desejo para todo mundo esse olhar especial.

    O ano que vai entrar pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro. O ano que vai entrar pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular… ou… Pode ser puro orgulho! Depende de mim, de você! Pode ser. E que seja!!!
    Feliz olhar novo!!! Que o ano que se inicia seja do tamanho que você fizer.
    Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos, afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se fizermos jus e acreditarmos neles!”

    Autor: Carlos Drummond de Andrade

  5. João Dias

    31 de dezembro de 2011 - 18:06 - 18:06
    Reply

    s
    Solte as asas, solte os frangos, solte tudo que puder…seja você mesmo – pro que der e vier.

    Se não fossse você, nada seria…

    fui à praia, asté la vista, muchachos.

    2012, é nós na fita, na fila, no blog HB…

    Feliz ano novo a todos.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *