Hiroshi Bogéa On line

100 anos de Mestre Verequete: artistas regravam obra do ícone do carimbo tradicional

Pedrinho Callado e o percussionista Rafael Barros (Foto Camila Lima/ Portal Cultura)
Pedrinho Callado e o percussionista Rafael Barros (Foto Camila Lima/ Portal Cultura)

Um dos nomes mais importantes da cultura paraense, Mestre Verequete completaria 100 anos no dia 26 de agosto. Para celebrar a data, a Cultura Rede de Comunicação está realizando o projeto “Centenário Mestre Verequete”, reunindo artistas para releituras de obras do grande ícone do carimbó tradicional.

Seis artistas participam do projeto: Grupo Quaderna, Nazaré Pereira, Olivar Barreto, Lúcio Mouzinho, Natália Matos e Pedrinho Callado, que também assina a produção musical. Cada artista vai regravar duas músicas do mestre, que morreu em 03 de novembro de 2009, deixando um vasto repertório popular.

Segundo Beto Fares, diretor da Cultura FM e idealizador do projeto, a ideia é revisitar a obra de Verequete, divulgando o nome do mestre entre as novas gerações. “Ele é uma das pessoas que urbanizou o carimbó, mas sem tirar as diretrizes principais. Também colocou elementos do candomblé – e isso fez uma grande diferença”, explica.

Para Pedrinho Callado, o carimbó é a grande matriz da música paraense. As releituras, no entanto, não se restringem ao ritmo imortalizado por Verequete. “Temos cúmbia, lambada, carimbó elétrico, mas o carimbó de raiz está na base do projeto. É uma revitalização da obra, sem perder a essência”, diz ele, que toca vários instrumentos na banda que compõe o projeto, ao lado do contrabaixista Ney Rocha e dos percussionistas Rafael Barros, Franklin Furtado e JP Cavalcante.

As gravações estão sendo realizadas no Estúdio Edgar Proença, e as músicas já começam a compor a programação da Cultura FM nos próximos dias. No dia 28 de junho, haverá um show tributo reunindo os artistas no palco do Espaço Cultural Coisa de Negro, em Icoaraci. O show, que será gravado pela TV e Rádio Cultura, terá convidados especiais, como outros grupos de carimbó e familiares do mestre, e será exibido no dia 26 de agosto, dia do aniversário do mestre, quando se comemora também o Dia Municipal do Carimbó. (Assessoria de Imprensa Funtelpa)

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *