Hiroshi Bogéa On line

Vereador leva demandas ao secretário de Transportes do Estado

Durante reunião que o vereador Gilson Dias (PCdoB), manteve em Belém com o Secretário de Transporte do Estado do Pará, Antônio de Pádua, atenção especial para algumas obras estruturantes foram solicitadas pelo parlamentar.

“Além de estruturantes, citei obras de profunda importância para a Região Sul e Sudeste do  Estado, entre elas a recuperação da rodovia Pa-150 e a pavimentação da estrada que  liga o Município de São João do Araguaia a Beira do Rio Araguaia, acessando à cidade de Esperantina, no Tocantins”, relata o vereador marabaense.

Em verdade, Gilson Dias levou a Antônio de Pádua antigas demandas do povo da região, muitas delas de conhecimento do próprio ex-ministro da Integração Nacional, que  atuou como secretário de Obras do município de Marabás durante a gestão do ex-prefeito João Salame.

“Lembrei a Pádua a necessidade de priorizar a construção de uma Eeevatória no bairro Velha Marabá, destinada a captar água dos esgotos que atualmente é jogada no rio Tocantins e desviá-la  para ser tratada na ETE  da Cosanpa(Estação de Tratamento de Esgoto) do bairro Amapá”,  revela Dias, citando ainda que essa obras “é de grande Importância para o município e que mudará a vida dos marabaenses, além de deixar nosso  rio Tocantins mais limpo e saudável”.

Outra obra sugerida por Gilson Dias ao secretário de Obras do Governo do Estado foi a abertura da PA-160,  interligando Canaã dos Carajás à beira do rio Araguaia.

O asfaltamento de 12 km da rodovia Transamazônica, no trecho que liga Palestina do Pará até a ponte sobre o rio Araguaia, dando acesso ao Estado do Tocantins também esteve em pauta.

“Sabemos que a rodovia Transamazônica é alçada  do governo federal, e o trecho que não foi asfaltado aguarda sua pavimentação há mais de 20 anos. Como o Pádua foi ministro de Estado,  ele pode servir de interlocutor junto ao Ministério dos Transportes para tentar viabilizar de vez o asfaltamento daquele trecho que tantos problemas e prejuízos causam à população da região”, finalizou Gilson.

Post de 

1 Comentário

  1. Otávio Barbosa de Sousa

    11 de janeiro de 2019 - 17:33 - 17:33
    Reply

    A intenção é boa. porem, é um tremendo equivoco reivindicar, saneamento básico ao secretario de Transporte. o vereador deveria saber, que a responsabilidade sobre o saneamento básico é do município. entretanto, o município delegou a cosanpa o serviço. uma dica: cobra da cosanpa tanto, uma ETE como uma ETA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *