Hiroshi Bogéa On line

Políticos paraenses que receberam dinheiro da JBS

Este blogueiro “desalmado”, conforme denominação a ele direcionada por comentarista raivoso num dos posts aqui do site, lupou a relação divulgada pela Lava Jato de políticos que receberam dinheiro da JBS.

No Pará, o jabaculê alcançou mãos famosas e outras nem tanto.

No entanto, não menos comprometidas com o esquema montado pelo poderoso grupo empresarial que corrompeu a República.

O campeão de acesso ao dinheiro da JBS é o ministro da Integração Regional, Helder Barbalho, que recebeu  R$ 2.175.850,  conforme garantem os irmãos delatores Wesley e Joesley Batista.

Dos então candidatos a deputado federal, receberam dinheiro da JBS:

Simone Morgado                                                                                                                                         Elcione Barbalho                                                                                                                                               Beto Faro                                                                                                                                                                Zé Geraldo                                                                                                                                                        Wlad                                                                                                                                                                   Jorge Panzera                                                                                                                                                             Mário Moreira                                                                                                                                              Cláudio Puty

 

Candidatos a deputado estadual:

Iran Lima                                                                                                                                                                   Chicão                                                                                                                                                               Carlos Bordalo                                                                                                                                                   Lélio Costa                                                                                                                                                               Airton Faleiro                                                                                                                                                         Pio X                                                                                                                                                         Claudionor Moreira                                                                                                                                                 Francisco Victor                                                                                                                                                       José Maria Tapajós

O atual governador Simão Jatene também aparece na lista, supostamente beneficiado com R$ 499.698.

Nome do radialista Jefferson Lima também está lá.

Como a JBB tem uma planta industrial em Marabá, esperava-se um número bem maio de políticos do município no esquema do grupo empresarial, mas a turma de casa não foi tanto assim priorizada pela empresa.

Na listagem do frigorífico, aparecem apenas o deputado estadual Dirceu ten Caten e o então candidato a vereador  Luiz Bressan.

Detalhe interessante: todos os políticos do PT com mandato receberam contribuição.

Das principais lideranças do Partido dos Trabalhadores, somente Ana Júlia ficou fora.

Autor 

9 Comentários

  1. francisco

    4 de junho de 2017 - 9:50
    Reply

    Ninguém faz campanha nesse país se não tiver dinheiro isso é fato… Dirceu é um excelente deputado conheço ele e digo com toda certeza. Não tem nada haver com os pais. .. Um cara diferenciado.

  2. Carla Saraiva

    3 de junho de 2017 - 22:59
    Reply

    Não sou daquelas que comemora desgraça. Ao contrário gostaria que nenhum dos nossos representantes, como o Dirceu, estivessem envolvidos. Mas comemoro o fato do deputado Beto Salame até agora não ter o nome envolvido em nenhuma maracutaia . Tomara que continue assim

  3. Bressan

    3 de junho de 2017 - 19:06
    Reply

    Boa noite. Que onda é essa com meu nome. Vou processar e ganhar metade da JBS.

    • Hiroshi Bogea

      5 de junho de 2017 - 13:29
      Reply

      Bressan, Seu nome está na relação que foi publicada no portal UOL, cuja relação fornecida pela JBS consta nomes de políticos, eleitos e não eleitos, nas eleições passadas. A maioria dos partidos esclareceu a questão, adiantando que recebeu doações daquela empresa e as repassou aos seus candidatos, dentro das normas estabelecidas pela Justiça Eleitoral.

  4. JORGE LUIZ GUIMARAES PANZERA

    2 de junho de 2017 - 17:39
    Reply

    Nota de esclarecimento

    Esta semana foi noticiado que a minha candidatura a deputado federal em 2014 e a candidatura do deputado estadual do PCdoB, Lelio Costa, constam na lista da delação premiada do dono da JBS. Sobre esta questão venho esclarecer:

    1. As campanhas do PCdoB no Pará em 2014 receberam doação legal de nossa direção nacional, doação esta que consta da prestação de contas de nossas candidaturas enviadas ao Tribunal Regional Eleitoral. Repasse originado de doação legal da JBS ao PCdoB nacional, devidamente registrada e informada na prestação de contas do Partido;

    2. Não houve nenhum contato meu, do deputado Lelio Costa e nem de ninguém do PCdoB no Pará com algum representante desta empresa;

    3. Estranhamos a divulgação de informações sobre nossas condutas e nossas campanhas sem nenhum tipo de contato, para checar informações e para nos ouvir. O bom jornalismo se faz assim, ouvindo todos envolvidos na notícia dada. Qualquer tipo de procedimento diverso disso deixa de ser o exercício do bom jornalismo;

    4. Reafirmamos nosso compromisso na luta em defesa do Brasil, da democracia e do povo, esta é a razão da luta do PCdoB e de nossos mandatos. Entendendo que é através da política e do aprofundamento da democracia que poderemos construir caminhos da construção de um Brasil mais justo e desenvolvido.

    Jorge Panzera
    Presidente do PCdoB no Pará

  5. Heldenir Almeida

    2 de junho de 2017 - 10:34
    Reply

    Estamos bem servidos neste país. E no nosso estado.

    Um estado Rico, com pessoas Pobres e políticos Inúteis e gananciosos.

    Mas creio que faltam nomes nesta lista.

    Talvez porque não foram doações entregues diretamente pela JBS.

    Ah, coligaçãozinha que deu pano pra manga, ou melhor: dinheiro pro bolso: PT, PMDB, PDT…

  6. Ronaldo Almeida

    1 de junho de 2017 - 9:19
    Reply

    Podia colocar o valor que esses “representantes do povo” receberam.
    Quero ver fazer política sem essas milionárias “doações”.

  7. Raul

    31 de maio de 2017 - 20:42
    Reply

    Pensei que o Beto Salame ia aparecer

  8. Maria Caldas

    31 de maio de 2017 - 16:37
    Reply

    Esse Dirceu ten Caten faz jus aos pais que tem. Bernadete enrolada no Incra com toda sorte de maracutaia, que pode ser presa a qualquer momento. Luiz Carlos ficou famoso nos 94 dias que passou pela prefeitura por atacar direitos dos trabalhadores e ser generoso com o pagamento de empresários.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *