Hiroshi Bogéa On line

Tocantins pede passagem

No período de trinta anos, sete presidentes da República e 21 ministros dos transportes, passaram pelo poder.

A obra teve início em junho de 1981, determinada pelo presidente João Figueiredo.

O Brasil respirava ainda os ventos do regime militar.

Efeitos do ataque à bomba ao Riocentro, ocorrido dois meses antes, marcavam profundamente a alma do brasileiro.

Na Amazônia, isolada e esquecida, poucos acreditavam que a construção das eclusas de Tucuruí chegaria um dia ao seu final.

As dúvidas se confirmariam anos posteriores.

Finalmente, passado três décadas, o presidente Lula cumprirá mais uma de suas promessas de oito anos de governo.

Nesta terça-feira, 30, às 15 horas, ao colocar em operação as eclusas de Tucuruí, o presidente sinalizará, com seu gesto, outra realidade deste Brasil transformado: a nova rota de transporte rumo aos portos do Norte, viabilizando a futura Hidrovia Araguaia-Tocantins, que reduzirá em até 15% o custo do frete.

Antes da  inauguração do empreendimento, a eclusa já passou por dois testes.

Na quinta-feira última, a Eletronorte testou os elevadores hidráulicos utilizando cargas de material de construção usado na obra.

Durante todo o dia de hoje, engenheiros continuaram efetuando testes para deixar tudo nos trinques pra festa de Lula e do povo paraense.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *