Hiroshi Bogéa On line

Tião Miranda é o menos rejeitado dos pré-candidatos a prefeito, diz Acertar

Já se vão quase 30 anos de vida pública.

E com o tempo passando, a liderança política de Tião Miranda se consolida no Município de forma inquestionável.

Os dados da pesquisa Acertar referendam essa realidade.

Dos quatro nomes colocados à avaliação da população, Tião é o que apresenta o menor índice de rejeição.

Das 833 pessoas entrevistadas, apenas 11% disseram que não votariam nele de jeito nenhum.

Dado impressionante considerando o longo tempo de Tião atuando na vida pública.

Prefeito do município, Tião foi eleito pela terceira vez, obtendo ao longo dos anos uma blindagem que o protege da chamada fadiga eleitoral.

A pesquisa mostra que a “vacina” que ele usa para se afastar  da perigosa faixa que põe políticos de longa vida exercendo mandatos próximos da desconfortável posição de “rejeição” são as características administrativas.

Grande maioria do povo marabaense considera Tião “empenhado, mostrando trabalho,  experiência administrativa, conhece os problemas da cidade, possui competência e capacidade para governar – e por ser liderança”

As informações entre aspas estão no quesito “Principais Razões Para Votar em Tião Miranda”.

Ou seja, o prefeito do município nada de braçadas.

Se nada de “anormal” ocorrer  no seio da administração municipal até outubro do próximo ano, é quase impossível uma outra pré-candidatura se sobrepor aos altos índices de aprovação do Governo e da própria figura do prefeito que decidiu partir para a reeleição.

A pesquisa mostra que o deputado estadual Chamonzinho (MDB) tem seu nome mais rejeitado (35,8%).

Delegado Cunha, em primeiro mandato político (deputado estadual) também tem um índice de rejeição considerado  alto, por ser novato na política.  23,8% disseram que jamais votariam nele.

Dr. Veloso tem rejeição de 32,4%.

 

O blog publicará amanhã o resultado da pesquisa que aponta Potencial de Voto, Voto Consolidado e  Volátil.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *