Hiroshi Bogéa On line

Suplente de deputado acusa Jordy de “mandão”

José Alyrio Sabbá, agora primeiro suplente de deputado estadual do PPS com a ascensão à Assembleia Legislativa de  Augusto Pantoja, com a eleição de João Salame para a prefeitura de Marabá,  envia comentário ao post  Salame declara apoio a Edmilson criticando a postura imperial do deputado federal Arnaldo Jordy à frente da presidência do partido, sem dar espaço para os demais filiados e detentores de mandato se pronunciarem.

O comentário de Alyrio Sabbá:

jose Alyrio Sabbá
2 aprovados
joawas@ig.com.br
189.81.67.233

O João Salame tem razão, não somos ouvidos nem cheirados, como dizem os cablocos. sou 1o. Suplente de Deputado Estadual do PPS, o mais votado em Belém com quase 6.000 votos, não recebí um telefonema sequer para aderir ninguém. Ínfelizmente no PPS, quem manda é o Jordy e o vice Governador Helenilson que nem votado foi, é bom saberem que em 2014 quem teve 40.000 votos juntos, no caso eu e o Salame, não seremos candidato, são 40 mil votos a menos para o PPS, mas eles não sabem fazer conta.

Post de 

4 Comentários

  1. Atômico

    26 de outubro de 2012 - 20:23 - 20:23
    Reply

    Esse Jordy vendeu a alma pro Jatene e se lascou de vez. Armaram esse arapuca do aborto e o pato foi pro tucupi antes do círio. Agora ele ta isolado, sem forca e se de fato estiver ditando no partido e bom que os demais membros se unam e encostem o cabra na parede. Ele pode estar precisando de uma lição de democracia a moda antiga!

  2. Anônimo

    26 de outubro de 2012 - 10:33 - 10:33
    Reply

    Estão achando ruim, mudem de partido incompetentes.

  3. Km 07

    25 de outubro de 2012 - 18:36 - 18:36
    Reply

    É verdade Alirio, sou militante do PPS aqui em Marabá e acompanho o Salame, mas sempre o Jordy tratou o partido como patrimonio seu, sem abrir espaço a ninguem, e mas um detalhe persegui quem ameaça sua liderança, mas estamos aguardando ele aqui e queremos mostrar pra ele que o partido não é propriedade esclusiva, tair o resultado das urnas, só assim ele se toca. Ele derrotado Salame eleito, com um agravante não teve a descencia de ligar para o Salame e dizer pelo menos parabens Salame.

  4. joão raimundo da silva sousa

    25 de outubro de 2012 - 18:15 - 18:15
    Reply

    Prezado Jornalista.

    É estranho esse cmntário, pois, o PPS fez mais de uma reunião, na realidade foram quatro encontros, convocados inclusive pelas redes sociais, telefonemas e e-mails de candidatos a vereadores do PPS em 2012. Nas reuniões estavam presentes os candidatos, os eleitos, as lideranças do PPS na Câmara e o Vice Governador, além do secretario de saúde e outros militantes. A reunião foi aberta e quem mais foi lembrado? quem tem vida partidária, quem está de fato no PPS como PPS e não pssando chuva. Não se trata do nosso Deputado Estadual, que desde o primeiro momento declarou seu apoio a um candidato cujo partido se recusa a dar apoio ao PPS em idades como Vitória e Ponta Grossa no Pará, por exemplo. Mas este senhor Alyrio não tem qualquer direito de questionar a decisão do PPS, a não ser que esteja querendo ser o pai de uma decisão que foi tomada quase que por unanimidade e coma presença de muitos militantes do Partido. Militar em um partido é isso, viver o partido, não apenas de utilizar dele. Sim, em 2014 teremos candidatos a deputado, com cereteza com mais volume de voto que em 2010.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *