Hiroshi Bogéa On line

SINOBRAS inicia 2ª etapa do treinamento Green Belt

 

 

Para dar continuidade aos projetos de melhoria iniciados no semestre passado, durante o treinamento Green Belt – Seis Sigma, ministrado pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, a turma de 24 colaboradores da SINOBRAS participou do processo de acompanhamento de projeto, este mês.

 A iniciativa teve como finalidade orientar individualmente cada colaborador na elaboração dos seus projetos, que após finalizados serão colocados em prática na própria usina. Segundo o professor Valentino Bergamo Filho, consultor da FGV responsável pela orientação, esta fase visa dar diretrizes para melhor condução dos trabalhos e possibilita maior assertividade ao que está sendo projetado. “A intenção aqui é ver a situação de cada projeto e recomendar melhorias à eles buscando a padronização do mesmo, etapa por etapa”, afirmou o consultor.

Para Wemerson Souto, Líder de Célula Estoque e Qualidade da Laminação, cujo projeto se refere à Redução de Barras Perdidas (Sucata de Processo), na Laminação, a orientação foi muito proveitosa. “Como o próprio consultor nos passou, as ferramentas são infinitas e o mais importante é saber adequá-las a cada projeto da forma correta”, disse.

Na visão do Engenheiro de Processo da Aciaria, Neiclésio Ibiapina, a semana de acompanhamento de projeto serviu para  consolidar a metodologia e ferramentas aprendidas durante a primeira fase do treinamento. “Acredito que promovendo esse tipo de capacitação, a SINOBRAS tem mostrado ser uma empresa que pretende se destacar no mercado buscando alta performance dos seus processos e que aposta em profissionais qualificados para oferecer produtos e serviços de qualidade”, declarou.

Ascom Sinobrás

Post de 

2 Comentários

  1. Marcelo

    22 de fevereiro de 2013 - 16:50 - 16:50
    Reply

    Com a Vale fugindo para não instalar a Alpa, a última esperança é a Sinobras implantar o polo metal-mecânico.

  2. Fernando

    22 de fevereiro de 2013 - 14:46 - 14:46
    Reply

    Como morador de Marabá as vezes penso que a Sinobras é a unica dessas empresas grandes aqui instaladas que se preocupa com o desenvolvimento da região.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *