Hiroshi Bogéa On line

Segurança privada

O repórter Ulisses Pompeu, do Correio do Tocantins, revela algo assustador: empresas privadas de segurança de Marabá possuem 533 profissionais atuando no setor, enquanto a média de policiais que formam o 4º Batalhão de Polícia Militar de Marabá é de 150 homens.

Em dois anos, diz o competente repórter, “o exército de vigilantes aumentou cerca de 100%, mostrando que a ausência de segurança pública, dever do Estado, obriga empresas a contratarem mão-de-obra especializada para manter seu patrimônio e a sua integridade física”.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *