Hiroshi Bogéa On line

Segup apresenta números da Operação Eleições 2018

Entre os estados que transmitiram informações em tempo real para a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), o Pará foi um dos que não apresentou nenhum problema de comunicação na transmissão dos dados, que vieram de todos os municípios e foram repassados através do sistema “Córtex”, usado pela Senasp para receber e processar os dados nacionais.

A Operação Eleições 2018 foi coordenada no Centro Integrado de Comando Estadual, que recebeu informações, em tempo real, referentes ao trabalho dos agentes de segurança pública e ocorrências registradas em todas as cidades paraenses.

Em todo o Estado, mais de 280 câmeras de vídeo monitoramento permitiram observação policial por técnicos do Centro Integrado de Operações e Comandos (Ciop), monitoramento que ajudou em diversos flagrantes de boca de urna e compra de votos.

Todos os 144 municípios do Pará, que somaram 5.145 locais de votação, tiveram a presença de agentes de segurança das Polícias Militar e Civil. O efetivo do Estado, reforçado em 20%, foi responsável pelo clima de tranquilidade e controle, com um número de ocorrências avaliado como dentro do esperado para o número de eleitores do Pará.

Em 60 municípios houve ainda o apoio do Exército Brasileiro, como as cidades de Igarapé-Miri, Itaituba, Afuá, Ourilândia do Norte e Gurupá, por exemplo, além de guardas municipais presentes em 35 cidades.

Balanço de ocorrências (Atualizado 21:30)

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informa que de 6h às 21h30 deste domingo, 136 ocorrência policiais foram registradas, sendo a maioria crimes eleitorais. Os crimes mais cometidos foram: boca de urna, transporte irregular de eleitores e compra de voto.

Prisões: 134 pessoas foram presas. Entre as pessoas que foram presas estão quatro vereadores dos municípios de Ourilândia do Norte, Dom Eliseu, Bragança e Santa Maria das Barreiras, além do ouvidor municipal da cidade de Parauapebas.

Em Belém, no bairro do Telégrafo, um homem foi preso em flagrante, pela Polícia Federal, por compra de voto.

Interior do Estado: Os Municípios que mais apresentaram ocorrências, como ameaça, boca de urna, compra de votos, transporte de eleitor foram: Belém, Ananindeua, Altamira, Santa Bárbara, Uruará, Benevides, Brasil Novo, Concórdia, Medicilândia e Redenção.

Efetivo: Mais de 18 mil agentes do sistema de segurança pública atuam na Operação Eleições 2018 em mais de três mil viaturas, de duas e quatro rodas.

Ciop: Por meio do Centro de Integrado de Operações (190) foram registradas 184 denúncias de crimes eleitorais na Região Metropolitana de Belém (RMB), sendo os principais crimes boca de urna e o consumo/venda de bebida alcoólica.

Centro Integrado de Comando Estadual: Com a implantação do Centro, foi possível acompanhar, em tempo real, as ocorrências no Estado. Com as 280 câmeras instaladas, foi possível prevenir e agir de maneira imediata em situações suspeitas, reduzindo assim as ocorrências no Pará, durante o pleito eleitoral.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *