Hiroshi Bogéa On line

Secretário da SEFA recebe estudos que mostram viabilidade da isenção do primeiro IPVA

Estudos encomendados pelo Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Pará e Amapá mostrando que a isenção do primeiro IPVA fomenta a venda de veículos e reduz sensivelmente a evasão de tributos para outros Estados, foram repassados ao secretário da Fazenda do Pará, René de Oliveira e Sousa Júnio.

Coordenador da proposta como um dos representantes do  SINCODIV-Pa, o empresário Reinaldo Zucatelli, de Marabá, disse que a reunião ocorrida em Belém na última sexta-feira, 12 (foto), serviu para colocar o chefe da área de arrecadação do Estado a par das negociações que já vem sendo feitas há anos com governos anteriores.

“O doutor René foi receptivo durante toda a reunião,  mas deixou bem claro que irá analisar a proposta com a seriedade que a mesma exige prometendo  dar um retorno nos próximos 15 dias”, explica Reinaldo Zucatelli.

Como o blog tem divulgado ao longo dos anos, a luta dos concessionários de veículos pela conquista da isenção do emplacamento de carro zero Km, sem  prejuízos para a arrecadação estadual, como já ocorre em outras unidades da Federação, tem tudo para terminar em feliz feliz, na atual gestão do  governador Helder Barbalho.

Zucatelli não quis responder ao blogueiro alguma sinalização em relação ao que pode ser decidido pelo secretário da SEFA, mas  acredita que  os estudos mostram que realmente o Estado do Pará  não terá nenhum prejuízo em isentar o tributo da venda zero quilômetro.

“O que vai ocorrer, na nossa avaliação, é haver incremento de arrecadação”, caso a medida seja oficializada no Estado.

Ano passado, em Marabá e Belém, a proposta de isenção do primeiro IPVA foi alvo de debates entre empresários do setor automobilítico e a Fazenda do Estado.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *