Hiroshi Bogéa On line

Resultado da eleição da Faepa esmaga discurso de Luciano Guedes: 90% de associados ratificam permanência de Carlos Xavier na entidade

No rastro de uma disputa eleitoral carregada de denúncias  e de ações judiciais, o resultado da eleição que reconduziu o pecuarista Carlos Xavier à presidência da Faepa – Federação da Agricultura e Pecuária do Pará foi um petardo às pretensões do fazendeiro Luciano Guedes, que humilhantemente sofreu derrota patrocinada por quase 90% dos eleitores da entidade.

Resultado oficial:  Xavier 106 votos    X  16 votos para Luciano..

Luciano Guedes, ex-prefeito de Pau D´Arco, durante a campanha tentou viabilizar seu nome  com uma série de denúncias contra Xavier, chegando, inclusive, a denunciá-lo ao Ministério Público por suposto desvio de recursos.

Nenhum das denúncias se sustentou nos tribunais, pelo menos até agora.

O fato mais curioso da disputa eleitoral é que, no dia da eleição, Luciano Guedes não compareceu para votar.

Nem ele, nem a maioria de seus seguidores.

Quem esteve lá, pela oposição, cravou 16 votos.

No clima festivo do resultado favorável a Carlos Xavier, o comentário era de que Luciano tentou, durante toda a campanha, viabilizar um fato jurídico que o levasse à presidência através da impugnação da chapa do candidato situacionista.

A diretoria foi renovada em aproximadamente 42%, com representantes de todas as cadeias produtivas do agronegócio.

Carlos Xavier comandará a entidade no período de 2019/2023, acompanhado de cinco vice-presidentes e trinta e um diretores.

Na última sexta-feira, 12,  presidente reeleito, diretoria e o Conselho Fiscal da entidade foram empossados, em Belém.

O presidente Carlos Xavier falou sobre o objetivo de intensificar os trabalhos em prol do desenvolvimento do estado:

“Gostaríamos que nos deixassem trabalhar, pois a transformação da sociedade não tem outro caminho além da produção. Temos água, temperatura média e área disponível. (…) Temos a prioridade de desenvolver as nossas potencialidades. Eu não tenho dúvida nenhuma que, se nós paraenses, começarmos a cobrar e exigir que nos dê a permissão de trabalhar dentro da legalidade, iremos transformar o Pará”, disse Xavier.

REINALDO ZUCATELLI

Considerado um dos pecuaristas mais respeitado do país, o empresário marabaense Reinaldo Zucatelli (ao centro da foto, ao lado do fazendeiro Elias Ralim Mifarreg) ouvido há pouco pelo blogueiro, disse que, ” diante da instabilidade dos negócios provocada pela economia desaquecida, a permanência de Carlos Xavier na Faepa é uma garantia de que teremos pelos próximos quatro anos um executivo experiente e que conhece como ninguém os mecanismos das federações na luta pela consolidação do agronegócio como mola precursora de nosso desenvolvimento”.

Presente à posse de Carlos Xavier, o empresário presidente do Grupo Zucatelli entende que “o momento é de somar nossas forças para o enfrentamento dessa crise econômica, e termos pessoas que saiba o caminho a seguir, na luta pelos nossos objetivos. O Xavier é uma pessoa que tem esse perfil, experiente,  que goza de respeito em todas as entidades públicas ou privadas, em função da seriedade de suas ações e do seu trabalho no atendimento aos produtores  rurais”, finalizou Reinaldo.

Post de 

1 Comentário

  1. virgilino camargos

    22 de abril de 2019 - 10:42 - 10:42
    Reply

    caro hiroshi ratificaçao foi 106 a 14

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *